Siga as Redes Sociais

Esporte

Tite sobre acusação a Neymar: ‘Não vou me permitir julgar os fatos’

Redação Encarando

Publicado

em

O técnico Tite deu uma entrevista coletiva, nesta segunda-feira (3), na Granja Comary, e o assunto principal foi a acusação que Neymar recebeu por um suposto estupro. O treinador afirmou que sabe da importância do fato, mas a preparação para a Copa América está acima de tudo.

“Sei da importância do assunto, tenho a real dimensão. Sei também que é um assunto pessoal, e tem um tempo para que as pessoas possam julgar os fatos. Eu não vou me permitir julgar os fatos. O que eu posso passar é que são três anos que tenho de convívio com o Neymar, e os assuntos pessoais que tratamos foram leais e verdadeiros”, explicou Tite.

Mesmo com os problemas extracampo, o treinador confirma que o camisa 10  segue sendo o jogador mais importante da seleção brasileira. “Neymar é um extraordinário. É um extraordinário jogador, não vou me permitir julgar. Tecnicamente, ele é imprescindível para a seleção brasileira”, disse o técnico.

Tite afirmou que reconhece a importância de Neymar na equipe, mas afirmou que ninguém é insubstituível. “Quando a gente fala imprescindível, isso não quer dizer insubstituível. É imprescindível pela qualidade no grupo. Mas insubstituível ninguém é, em lugar nenhum, em nenhum posto.”

Edu Gaspar, coordenador de seleção da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), também estava na entrevista e explicou que procurou ajuda jurídica, já que a polícia foi à concentração da seleção para entrar em contato com Neymar.

“No sábado de manhã, recebemos um delegado, passamos informações. Por eu não entender os processos que devo cumprir, e deixar a assessoria jurídica ao atleta, para a CBF, e centralizar as informações. A partir daí, tentar resolver o caso o mais rápido possível. A ideia seria a assessoria estar aqui para resolver o caso o mais rápido possível, para que o atleta esteja com a cabeça tranquila para a Copa América”, afirmou Edu Gaspar.

Fonte: R7

Esporte

Antes do Vasco, Cano perdeu espaço por ser ‘baixinho’ na Argentina e brilhou na Colômbia

Avatar

Publicado

em

O jogo entre Vasco e Coritiba hoje, 16h, em Curitiba, aproxima Germán Cano de suas origens. O centroavante nasceu em Posadas, província no noroeste da Argentina, que é mais próxima ao sul do Brasil e ao Paraguai. Mas foi ao norte do continente, na Colômbia, que o artilheiro demonstrou seu potencial antes de ser alvo de Vasco, Atlético-MG, Palmeiras e Grêmio. Com sete gols no Brasileiro, ele é referência do ataque do cruz-maltino na temporada.

Nem o rompimento dos ligamentos do joelho na época em que defendia o Pachuca, do México, em 2015, impediu o jogador de voltar seis meses depois e manter médias de gol impressionantes. Sobretudo no Independiente de Medellín, onde marcou 75 em 97 jogos.

Somando com a primeira passagem, antes da lesão, entre 2012 e 2014, são 110 gols, que tornam Cano o maior artilheiro do clube. No Vasco, já são 16 em 24 partidas. A trajetória longe da Argentina motivou Cano a tentar se naturalizar para jogar pela Colômbia, já que teve o filho Lorenzo no país, com a mulher Rocio. A vinda ao Brasil interrompeu, por ora, o sonho.

Os números abrem questionamento sobre os motivos de Cano não ter vingado em sua terra natal. Segundo filho mais velho de quatro irmãos, o centroavante sofreu com a concorrência de uma boa safra do Lanús, um dos clubes que mais revela talentos na Argentina.

O jornalista argentino Marcelo Calvente recorda que Cano teve poucas oportunidades na equipe principal, já que o titular à época era José Sand. E havia outro detalhe.

— A baixa estatura pesou contra. Na Argentina se buscam atacantes com outro físico, e ele era muito baixinho — conta.

Sem o mesmo desempenho da base, Cano, de 1,76 m, foi emprestado ao Chacaritas, depois ao Colón, clubes sem tanta estrutura da Argentina. Antes de seu contrato terminar, sem que pudesse ajudar a família — a mãe de Cano, Marina, trabalhava na lavanderia do Lanús — um grupo comprou os direitos do jogador por um valor baixo, e o colocou no Deportivo Pereyra, da Colômbia.

Segundo seu empresário, Julio Constanzo, sob os cuidados do técnico Julio Comesaña, Cano deixou de ser um atacante por fora para se tornar um falso nove. Depois de trocar o Pereyra pelo Medellín, voltou a ser um goleador nas mãos do técnico Hernán Darío Gómez.

— A mudança de sua carreira foi por essa decisão de ir à Colômbia, onde desenvolveu seu jogo — diz o agente.

Vendido ao Pachuca em 2014, apesar de ofertas da Turquia e de Portugal, Cano ajudou o clube a se classificar para a Liga dos Campeões da Concacaf, mas se lesionou gravemente na semifinal com o Querétaro. A recuperação teve ajuda de sua mulher, com quem está até hoje, e Cano acabou emprestado ao León após voltar a jogar. Entretanto, só voltou a chamar atenção quando retornou ao Medellín, em 2018.

Segundo seu agente, o nível econômico do futebol mexicano fez Cano demorar a ser cogitado no Brasil. E assim permaneceria não fosse o diretor do Vasco, André Mazzuco, acompanhar o jogador por seis meses e encontrar Cano e seu estafe para apresentar o projeto do clube, com o qual assinou até o fim de 2021. No Rio, Cano vive em um condomínio na Barra da Tijuca. Seu comportamento é caseiro e discreto. O desempenho no Vasco já lhe rendeu o apelido de “máquina de gols” no site da Fifa. A renovação é incógnita, mas há desejo — sobretudo do torcedor, já acostumado a comemorar gols do argentino.

Fonte: Jornal Extra.com

Continue Lendo

Futebol

Flamengo sofre a maior derrota na história da Libertadores

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação;/Twitter

A derrota do Flamengo em Quito, nesta quinta-feira, entrou para a história do clube na Libertadores. Negativamente. Com o 5 a 0 sofrido para o Independiente del Valle, pela terceira rodada da fase de grupos, no Estádio Rodrigo Paz, o Rubro-Negro sofreu a sua maior goleada na história da competição.

Anteriormente, o posto pertencia a goleada de 5 a 1 sofrida para o Grêmio, no dia 26 de junho de 1984, na semifinal da Libertadores daquele ano. Apesar do resultado, o técnico Doménec Torrent afirmou que não se sente ameaçado no cargo.

— Eu não sei. Estou focado em trabalhar, os jogadores também. Se você quer falar disso, tem que falar com outras pessoas, não comigo — declarou.

Os 5 a 0 desta quarta-feira também são o maior massacre sofrido por um defesor de título de Libertadores em todos os tempos. E o Rubro-Negro não sabia o que era perder por esse placar desde 2011, quando foi goleada pelo Coritiba, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro.

Resultado também é a pior derrota da carreira de Domènec Torrent como treinador profissional. Até então, o maior revés sofrido pelo catalão havia sido à frente do New York City, por 4 a 0 contra Toronto, na Major League Soccer.

— Sei que esse é o pior resultado do Flamengo. Agora o jogo já passou, temos que tentar ganhar o próximo jogo. É um desastre, mas são três pontos, vamos tentar nos recuperar para o próximo — declarou Domènec.

Em apenas 11 jogos a frente do Flamengo, o catalão também igualou o número de derrotas que Jorge Jesus teve pelo clube: quatro. Ao todo, Jesus teve 43 vitórias, 10 empates e só 4 derrotas pelo time rubro-negro. Dome, por sua vez, acumula agora 5 vitórias, 2 empates e 4 revezes.

Com a derrota, o Flamengo fica na segunda colocação do Grupo A com seis pontos. O Del Valle foi a 9 pontos e se isolou na liderança. O Rubro-Negro volta a campo na próxima terça-feira, contra o Barcelona-EQU, no Equador. Já os equatorianos encaram o Junior, em Barranquilla, na mesma data.

Fonte: Extra

Continue Lendo

Futebol

Messi e Cristiano Ronaldo ficam fora da lista para os melhores da Champions; Neymar está na briga

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Divulgação / Uefa

A Uefa divulgou nesta quinta-feira os candidatos aos prêmios de melhor jogador por posição da última Liga dos Campeões. A confederação europeia vai anunciar os vencedores nas categorias goleiro, defensor, meio-campista e atacante no dia 1º de outubro. Chama a atenção o fato de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi terem ficado fora da lista. Por outro lado, Neymar está na disputa.

Messi foi eliminado da Champions passada nas quartas, e CR7 saiu nas oitavas.

Campeão da Champions, o Bayern de Munique é o time com o maior número de representantes: sete no total. O vice Paris Saint-Germain emplacou três nomes na disputa. Os outros dois “intrusos” são do Atlético do Madrid e Manchester City.

Os concorrentes na posição de goleiro são: Jan Oblak, do Atlético de Madrid; Manuel Neuer, do Bayern de Munique; e Keylor Navas, do Paris Saint-Germain. Entre os três, o menos vazado foi Navas, com apenas seis gols sofridos. Mas Neuer foi quem mais teve jogos sem ser vazado (seis).

Na categoria “defensor”, domínio do Bayern. Foram escolhidos o lateral-direito Joshua Kimmich, o lateral-esquerdo Alphonso Davies e o zagueiro David Alaba. Kimmich foi quem mais partidas disputou (11), mais gols fez (dois), e mais assistências deu (três).

A briga promete ser ferrenha para o título de melhor meio-campista da última Champions. Os candidatos são Thiago Alcântara e Thomas Müller, do Bayern de Munique, e Kevin De Bruyne, do Manchester City. O alemão tem os números mais significativos: mais jogos (10), mais gols (quatro) e mais assistências (três).

Será que a dupla do PSG, formada por Neymar e Kylian Mbappé, vai conseguir tirar de Robert Lewandowski o prêmio de melhor atacante? Os números do polonês impressionam: em 10 jogos, foram 15 gols e seis assistências pelo Bayern. Neymar teve três gols e quatro assistências. Mbappé teve cinco gols e cinco assistências.

O júri foi formado com os técnicos dos 32 clubes que disputaram a fase de grupos da Liga dos Campeões, somados a 55 jornalistas (um para cada associação nacional da Uefa). Os treinadores foram impedidos de votar nos atletas de suas próprias equipes. Os jurados deveriam escolher seu top 3 para cada posição, com o primeiro levando cinco pontos, o segundo três, e o terceiro apenas um.

Os eleitos na temporada 2018/19 foram: Alisson, Van Dijk, De Jong e Messi.

Os vencedores de cada categoria já foram definidos na votação. O anúncio dos ganhadores será realizado em 1º de outubro, mesmo dia do sorteio da fase de grupos da Champions da temporada 2020/21.

Fonte: Globo Esporte

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat