Siga as Redes Sociais

Esporte

Batom usado por Marta em partida pode gerar dor de cabeça com a Fifa

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Fifa tem seis patrocinadores oficiais e não permite que outras marcas façam propaganda de produtos durante seus eventos esportivos. A decisão de Marta de usar um batom da empresa Avon durante a vitória sobre a Itália levantou discussão: teria a camisa 10 infringido a regra da entidade máxima do futebol mundial?

O regulamento estipula dois tipos de “marketing de emboscada”: por associação direta, quando a empresa em questão tenta ligar seu nome ao torneio e leva o público a pensar que é parceira da Fifa, e por “intrusão”, quando a companhia aproveita a audiência de uma competição e convence um atleta a anunciar seu produto, muitas vezes, fingindo espontaneidade.

Teria Marta cometido o segundo tipo? Seu estafe acredita que a camisa 10 não praticou marketing de emboscada ao entrar em campo com o batom, nem mesmo ao falar sobre ele após a partida. O empresário Fabiano Farah afirmou que a jogadora só falou sobre a Avon depois de ter sido perguntada: “O ato do endosso não foi provocado por ela”, disse.

“Em nenhum momento a Marta arquitetou ou provocou qualquer ação para com o endosso direto de uma determinada marca ou produto. O uso do batom é um direito de âmbito pessoal de uma atleta fazer uso ou não. Exemplo: esmalte de unha, prendedor de cabelo, maquiagem em geral, etc. A Marta estava no pleno e fiel exercício de sua atividade profissional e, de forma espontânea e aleatória, solicitaram uma entrevista com ela e fizeram uma pergunta diretamente relacionada ao uso do produto”, declarou Farah, em nota enviada com exclusividade à reportagem do UOL Esportes.

Alguns pontos devem ser destacados nesta questão: de fato, a craque não falou espontaneamente sobre a marca de cosméticos. Porém, ao ser questionada sobre isso pelos jornalistas, ainda citou o nome com que aquela cor pode ser encontrada nas lojas e esfregou os lábios diante das câmeras para mostrar que o batom “não saía de jeito nenhum”. Para um item de maquiagem, esta tende a ser uma propaganda positiva.

Eleita melhor em campo e autora do gol da vitória, Marta concedeu entrevista coletiva ao lado de Vadão após o jogo. O protocolo da Fifa determina que as atletas devem falar por menos tempo do que os técnicos. Ao deixar o ambiente de imprensa, a camisa 10 fez um comentário em tom bem-humorado: “Poxa, ninguém perguntou sobre o batom!”. Provocou risadas entre os presentes.

É importante destacar, no entanto, que a atleta não seria punida neste momento mesmo se a Fifa visse irregularidade na ação. Quem pode ser notificada é a Avon. Na Copa do Mundo masculina de 2014, por exemplo, a Blue Man foi procurada pela entidade após Neymar exibir o nome da marca em uma sunga. A empresa havia publicado as fotos em suas redes sociais, mas teve de deletá-las.

Imagens compartilhadas pela Avon nas redes sociais.

Após o jogo da seleção feminina, a Avon usou o Instagram para publicar a seguinte mensagem nos stories: “Nossas garotas deram show e o batom Power Stay também marcou um golaço! Fiquem de olho que em julho ele vem aí!”. Diante do caso envolvendo Neymar e outros atletas que fizeram marketing de emboscada, a empresa se precaveu e não postou fotos de Marta usando o batom em campo. Até o momento da publicação deste texto, o nome da camisa 10 não apareceu nas postagens da marca.

Este foi o segundo jogo de Marta na atual edição da Copa do Mundo, e a segunda vez em que a craque protagoniza uma campanha. Na derrota por 3 a 2 para a Austrália, ela abriu o placar e comemorou apontando para a chuteira. O calçado é preto e não carrega a marca de uma patrocinadora esportiva, já que ela não aceitou as propostas que teve para o Mundial; em vez de uma fornecedora, há um símbolo de igualdade desenhado em rosa e azul. Trata-se de uma iniciativa da “Go Equal” por igualdade de gênero no esporte.

Fonte: Uol

Esporte

Técnico do PSG confirma lesão de Neymar e prevê volta após 3 semanas

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Ozan Kose/Reuters

O técnico do Paris Saint-Germain (PSG), Thomas Tuchel confirmou na manhã desta sexta-feira (30) a lesão do atacante Neymar. Em entrevista coletiva, Tuchel afirmou que a recuperação do atleta deve ocorrer em três semanas. O camisa 10 deve desfalcar a equipe nos próximos três jogos contra Nantes, Rennes e RB Leipzig.

“A informação que eu tenho é que ele volta depois da pausa para as partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo”, disse o treinador alemão. E admitiu: “Estamos tristes por Neymar estar machucado, mas ele pode voltar após o intevalo [datas Fifa]”.

Na última quarta (28), Neymar saiu de campo aos 26min do primeiro tempo no embate entre PSG e Istambul Basaksehir pela Liga dos Campeões, depois de sentir dores na coxa esquerda. O técnico da Seleção Brasileira, Tite e a comissão técnica da CBF monitoram a situação do jogador, que até o momento segue entre os convocados para os próximos dois jogos das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo do Catar. O Brasil encara a Venezuela, no dias 13 de novembro, em São Paulo, e quatro dias depois, enfrenta o Uruguai, na capital Montevidéu. 

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Futebol

Vasco perde pênalti, mas bate Caracas no fim pela Sul-Americana

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Ricardo Moraes/Reuters

Foi sofrido, com direito a gol nos minutos finais, marcado por um prata-da-casa com histórico goleador na base, mas pouco aproveitado no time principal. Nesta quarta-feira (28), em São Januário, o atacante Tiago Reis, 21 anos, garantiu a suada vitória por 1 a 0 do Vasco sobre o Caracas, da Venezuela, no jogo de ida do confronto pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

O triunfo foi o primeiro do técnico português Ricardo Sá Pinto no comando vascaíno e encerrou um jejum de nove partidas sem vitórias da equipe carioca, que pecou na construção de jogadas ao longo dos 90 minutos e ainda desperdiçou um pênalti no segundo tempo. O resultado dá ao Cruzmaltino a vantagem do empate no duelo de volta, na quarta-feira (4), às 21h30 (horário de Brasília), na capital venezuelana. Se balançar as redes fora de casa, o time brasileiro poderá até perder por um gol de diferença.

O ganhador do confronto pega quem avançar entre Defensa y Justicia, da Argentina, e Sportivo Luqueño, do Paraguai. No primeiro jogo, também nesta quarta, em Luque (Paraguai), os argentinos venceram por 2 a 1. O segundo duelo também será na quarta-feira que vem.

O Vasco tomou conta do campo defensivo do Caracas, com a posse de bola beirando os 70%, mas apresentou dificuldades no último passe e na finalização, escancarando a falta que o meia Martín Benitez e o atacante German Cano – ambos contundidos – fazem. Aos 18 minutos, na melhor oportunidade da primeira etapa, o meia Leonardo Gil cruzou e o atacante Ribamar, livre, cabeceou por cima. Aos 41, os vascaínos ainda pediram pênalti do lateral Luis Casiani no meia Carlinhos, mas o árbitro peruano Michael Espinoza nada assinalou.

Os cariocas mantiveram a postura ofensiva na etapa final. Aos 12 minutos, Casiani derrubou o lateral Henrique na área. Carlinhos, porém, bateu mal demais a penalidade, fraco e a meia altura, facilitando a defesa do goleiro Beycker Velázquez. Para complicar, o atacante Ygor Catatau – que entrou em campo aos 26 minutos – levou o cartão vermelho 10 minutos depois, após uma sequência de faltas.

Se a opção por Ygor não deu resultado, as entradas do meia Guilherme Parede e do atacante Tiago Reis funcionaram melhor do que a encomenda. Aos 42 minutos, quando o duelo caminhava para o empate, Parede recebeu do também meia Andrey e cruzou para Tiago Reis. O artilheiro da Copa São Paulo de Juniores do ano passado, apenas três minutos depois de ir a campo, aproveitou a assistência para garantir a vitória vascaína.

O Cruzmaltino volta as atenções para a Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe carioca visita o Goiás neste domingo (1), às 20h30, pela 19ª rodada da competição. O Vasco é o 17º colocado, primeiro time na zona de rebaixamento, com 18 pontos.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Esporte

Botafogo demite técnico Bruno Lazaroni, com menos de um mês no cargo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Vitor Silva/ Botafogo

A derrota por 1 a 0 pela Copa do Brasil para o Cuiabá na noite de ontem (27) custou o cargo do técnico Bruno Lazaroni.

Em nota oficial, divulgada, nesta quarta (28), o Botafogo explica que o time será dirigido pelo preparador de goleiros, Flavio Tenius, na partida contra o Ceará, no próximo sábado (31), em em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Folhapress

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat