Siga as Redes Sociais

Esporte

Tite lamenta derrota do Brasil para Peru, mas critica gramado em Los Angeles: “É inconcebível”

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Kevork Djansezian/Getty Images

O dia foi de testes, novidades no time, a terceira derrota à frente da seleção brasileira, mas o que mais preocupou o técnico Tite após a derrota por 1 a 0 para o Peru foi outra coisa: o estado do gramado do Los Angeles Memorial Coliseu. O treinador lamentou o resultado, mas fez questão de citar a má qualidade do campo onde sua equipe atuou. E foi além. Cobrou atitude da CBF e da empresa responsável por marcar os amistosos da Seleção.

– Está errado, o gramado influencia no desempenho, não pode acontecer. Corre risco de lesão. Não é desculpa da derrota, não quero colocar isso. Não peguem só uma parte do que estou dizendo. Tem que matar no peito, assumir a derrota. O adversário montou estratégia e ganhou. Mas futebol de alto nível não pode acontecer. Está ligado também à Argentina e Chile (jogaram na quinta no mesmo estádio). Não pode ter campo nessas condições. Vai ter escanteio, vai ter contato com adversário e vai parar na arquibancada.

“As pessoas responsáveis, a empresa, eu também tenho minha responsabilidade, antes conversei com Juninho (diretor de Seleções da CBF). A Pitch (empresa organizadora) precisa cuidar disso, sim”, declarou Tite.

O Los Angeles Memorial Coliseu é a casa dos Los Angeles Rams, que atua na NFL (Liga de Futebol Americano). O gramado no local é natural, mas muito baixo e duro. O jogo é mais veloz. Tite até elogiou o estádio do Los Angeles FC, equipe que disputa a MLS, onde a Seleção fez seus treinamentos. E o citou como um possível palco para o jogo.

– Tem que ter um campo melhor para jogar. Não pode ter um campo desse, não dá para ter um espetáculo num gramado desse. Dá para jogar soccer, dá para jogar de tênis. A gente teve três primeiras bolas que fomos inverter, foram três bolas longas porque não teve precisão. Não é desculpa para a derrota, porque foi para os dois. Mas que um busca mais jogar e outro busca contato, tem uma diferença – avaliou.

Tite também comentou sobre o desempenho do time, a presença de Neymar no banco e os novos jogadores que ganharam chance na equipe. Confira os melhores trechos da entrevista coletiva.

MUDANÇAS

– A essência foi da Seleção. As oportunidades e as mudanças foram no momento que eu entendi ser melhor, e não visando proteger o atleta procurando estar bem ou não na volta ao clube. Privilegiei as mudanças pensando na Seleção.

OPORTUNIDADES

– No pós-Copa América, começou uma outra etapa de oportunidades. Então é natural que não atinja o mesmo patamar de desempenho. Gosto de dar oportunidades para jogarem, isso é fundamental. Eu gostei do desempenho nos dois segundos tempos. No primeiro tempo (contra a Colômbia), fomos muito irregulares, a Colômbia atacava, mas nos dava brecha. Hoje, não. O futebol é criar oportunidades e fazer o gol, ser efetivo. Mas o nosso desempenho no segundo tempo foi criando oportunidades. Aí nos faltou uma precisão maior. O goleiros deles, quando acionado, também foi bem.

AVALIAÇÕES

– Olhar o desempenho nos clubes é fundamental. E o histórico na Seleção. Essa avaliação é fundamental sempre.

NEYMAR NO BANCO

– Foi Neymar, foi Dani, foi Thiago, foi Arthur. Temos que saber jogar sem as pilastras técnicas da equipe, as pilastras de liderança, de capitania, de liderança comportamental. Eu não consigo tirar conclusões sem botar para jogar. Temos que responder enquanto equipe também. Mas teve (uma condição física), sim, para ele ficar no banco. E do Arthur também.

VINICIUS JUNIOR

– Calma com o Vinicius. Ele entrou para tentar o lance, dar profundidade. Ele puxou uma jogada com Neymar. Precisa de espaço para ter bola lançada. Mas vai amadurecer. É um garoto. Vai amadurecer – disse o treinador brasileiro.

Fonte: GE

Esporte

Grêmio rescinde contrato com Diego Tardelli

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Eduardo Moura

Diaego Tardelli não é mais jogador do Grêmio. O clube anunciou na manhã desta quinta-feira (16) em suas redes sociais que chegou a um acordo com o atacante para rescindir o contrato. O jogador de 34 anos, tinha vínculo com o clube até o final de 2021.

– O Grêmio anuncia que alcançou um acordo com o atleta Diego Tardelli para a rescisão de contrato entre as partes e o vínculo se encerra imediatamente. O Clube deseja ao jogador sucesso na sequência de sua carreira – diz o comunicado.

A saída de Tardelli já era projetada desde o final do ano passado. A avaliação da direção é de que não havia mais “ambiente” para o atacante na Arena. O próprio atacante havia pedido para deixar o clube, como revelou o presidente Romildo Bolzan Jr.

André, também criticado pela torcida, é outro que deve sair. O Grêmio busca um atacante no mercado para suprir as saídas e chegou a conversar com a Fiorentina para tentar a contratação de Pedro, mas o atacante ex-Fluminense está próximo do Flamengo.

Principal contratação da última temporada, Tardelli jamais correspondeu às expectativas na Arena. O camisa 9 foi um pedido especial do técnico Renato Gaúcho, mas teve atuações irregulares e chegou a sofrer reprimendas públicas do presidente Romildo Bolzan Jr. e do próprio treinador pela postura.

Pelo Brasileirão, Tardelli participou de 29 jogos, com quatro gols marcados, além de ter contribuído com uma assistência. Ao longo de sua passagem por Porto Alegre, o atacante disputou 47 jogos e marcou sete gols, média de 0,15 gols por partida.

Nesta semana, o Grêmio também promoveu mudanças em sua comissão técnica. O clube demitiu o preparador físico Rogério Dias e o preparador de goleiros Rogério Godoy, além do assessor de imprensa. Outros quatro profissionais das áreas de fisiologia, fisioterapia e nutrição também foram desligados.

Fonte: GE

Continue Lendo

Esporte

Fla dispensa 5 sobreviventes de incêndio no Ninho e vê “processo natural”

Karytha Leal

Publicado

em

Dentre alguns jogadores das categorias de base dispensados neste começo do ano pelo Flamengo, estão cinco sobreviventes do incêndio no Ninho do Urubu, que fez 10 vítimas fatais e deixou outros três feridos.

Caike Duarte Pereira da Silva, Felipe Cardoso, João Vitor Gasparin Torrezan, Naydjel Callebe Boroski Struhschein e Wendel Alves Gonçalves estavam no alojamento da base quando o local pegou fogo, no dia 8 de fevereiro do ano passado.

A informação foi publicada, primeiramente, pelo jornal “O Dia” e confirmada pelo UOL Esporte. Segundo o UOL Esporte apurou, a decisão foi tratada como um processo natural de reformulação e avaliação de desempenho dos atletas das categorias de base, que acontece ao fim de cada ano, após conversas entre a direção da base e as comissões técnicas das respectivas categorias.

Ainda de acordo com a apuração, o auxílio psicológico dado aos sobreviventes do incêndio, caso necessário, poderá ter continuidade, mesmo após a saída dos jogadores.

O incêndio está prestes a completar um ano. Dos familiares das 10 vítimas fatais, a diretoria chegou a quatro acordos. Vale lembrar que são 11 negociações.

Dos casos finalizados, há o das famílias de Athila Paixão, de Gedson Santos, e de Vitor Isaias, além do pai de Rykelmo. Com a mãe de Rykelmo e com os familiares de Arthur Vinícius, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Jorge Eduardo, Pablo Henrique e Samuel Thomas ainda não houve resolução. As defesas não são conduzidas de forma coletiva.

Continue Lendo

Esporte

Copa Revelação de Teresina terá presença de olheiros do Flamengo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Imagem Ilustrativa

Os atletas de Teresina vão se enfrentar pela Copa Revelação, entre os dias 21 e 24 de janeiro. A competição vai reunir 32 equipes, que estarão sendo observadas por olheiros do Flamengo do Rio de Janeiro. Os atletas que se destacarem serão convidados a realizar um teste no clube carioca, este ano.

Essa é a primeira vez que a Semel realiza algo deste tipo, dando oportunidade aos atletas teresinenses de iniciarem uma carreira fora do Piauí, em um clube da elite do futebol brasileiro. “O propósito desta competição é revelar craques”, disse Bianor Lima Neto, da Semel.

O secretário de Esporte e Lazer de Teresina, Miguel Rosal, organizou, junto com a equipe da Semel, a competição e a vinda dos olheiros ao Piauí. “Após fazerem os testes no Rio de Janeiro, eles têm chances de serem contratados. Essa é uma forma de incentivar os nossos atletas”, afirmou.

As partidas acontecerão no Estádio Municipal Lindolfo Monteiro e no Campo Euclides do Promorar, o Euclidão. As categorias da competição são Sub 13, Sub 15, Sub 17, apenas masculino.

Fonte: Semcom/PMT

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat