Siga as Redes Sociais

Esporte

Messi diz que cogitou deixar o Barcelona durante investigação fiscal

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

 O atacante Lionel Messi disse que cogitou deixar o Barcelona quando foi investigado por sonegação fiscal em 2013, dizendo que se sentiu “maltratado” na Espanha.

Em 2016, Messi e seu pai foram considerados culpados de fraudar o governo espanhol em 4,2 milhões de euros em impostos decorrentes de seus direitos de imagem entre 2007 e 2009.

O jogador argentino, que está no Barça desde os 13 anos e é o maior artilheiro da história do clube, recebeu uma pena suspensa de prisão de 21 meses e foi obrigado a pagar uma multa de 2 milhões de euros.

Ele trocou a pena de prisão por uma multa de 250 mil euros, já que na Espanha os réus em primeira instância têm permissão de cumprir penas de menos de dois anos em condicional.

Messi foi investigado pela primeira vez em 2013, o que deu início a uma série de casos de sonegação fiscal contra jogadores de elite da Espanha, como Cristiano Ronaldo, Javier Mascherano e Marcelo.

“Sinceramente, naquela época pensei em ir embora”, disse Messi à estação de rádio RAC1, de Barcelona, em uma entrevista transmitida nesta quarta-feira.

“Não por causa do Barcelona, mas porque queria deixar a Espanha, eu me senti muito maltratado e não queria mais ficar aqui”.

“Tinha as portas abertas para muitos clubes, mas nunca recebi uma oferta oficial porque todos sabiam que eu realmente queria ficar. Esta situação foi muito além dos meus sentimentos pelo Barça”.

Messi acrescentou que se sentiu usado como exemplo pelas autoridades fiscais espanholas, que intensificaram seus esforços contra a sonegação fiscal depois que a crise econômica profunda do país se fez sentir.

“Eu fui o primeiro, e é por isso que eles foram tão duros comigo. Eles me fizeram de exemplo e mostraram que seria assim com todos. Foi duro por causa de tudo que estava acontecendo naquela época”.

Fonte: Reuters

Esporte

Rivaldo sai em defesa de Bolsonaro e divide opiniões

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

© DR

Rivaldo é considerado por muitos um dos grandes talento das últimas décadas do futebol brasileiro. Para além de ter impressionado na canarinha, fez também a delícia dos adeptos espanhóis com a camisola do Barcelona.

Porém, apesar de muito respeitado na comunidade desportiva, o ex-atleta, com uma publicação de apoio a Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, deixou muitos dos seus fãs revoltados.

“Venho agradecer ao ex-ministro [Sergio Moro] pela sua demissão. Com a saída dele aconteceu muita coisa e ninguém ficou feliz. Até eu fiquei triste pela sua saída, mas depois do vídeo que eu vi da reunião do dia 22 de abril sobre o que o presidente disse, estou a ver que Deus usou essa saída do ex-ministro para reeleger novamente o nosso presidente Jair Bolsonaro em 2022. O Brasil agradece. Deus é fiel sempre”, escreveu o antigo atacante, multiplicando-se depois os comentários de desaprovação às suas palavras.

Fonte: Notícias ao Minuto

Continue Lendo

Esporte

Advogado Sérgio Santos Rodrigues é eleito presidente do Cruzeiro

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Agência Brasil

O advogado Sérgio Santos Rodrigues, de 37 anos, foi eleito nesta quinta (21) como novo presidente do Cruzeiro Esporte Clube. Ele venceu o pleito ao receber 269 votos dos 351 registrados.

A duração do mandato de Rodrigues é de apenas 6 meses (1 de junho a 30 de dezembro de 2020), mas o desafio que terá pela frente será enorme, conduzir o clube durante a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Mas mesmo com uma missão tão complicada, o novo presidente cruzeirense chega ao cargo com muita esperança e pedindo o apoio da torcida: “Eu saí da mesma arquibancada que o torcedor vai. Sou de família cruzeirense e poder representar a torcida é um prazer fora do comum. Não tenho dúvida de que, com muita garra e determinação, vamos sair da difícil situação que enfrentamos. Agora precisamos de paz, dentro e fora do clube, e precisamos que a torcida abrace o nosso projeto e seja nossa parceira para que o Cruzeiro suba ano que vem”.

Fonte: Notícias ao Minuto

Continue Lendo

Esporte

Bolsonaro se reúne com Flamengo e Vasco por volta do futebol

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Em novo passo pelo retorno do futebol no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu nesta terça-feira (19) os mandatários Rodolfo Landim, do Flamengo, e Alexandre Campello, do Vasco.

A comitiva rubro-negra contou ainda com o médico Márcio Tannure e com Aleksander Santos, diretor do clube que faz a ponte com o governo.

Na pauta do encontro, Bolsonaro discutiu com a dupla, principais entusiastas do retorno do futebol no Rio de Janeiro, as medidas para assegurar que a bola volte a rolar o mais brevemente possível, ainda que a pandemia do novo coronavírus siga assombrando o país.

Antes do encontro com o presidente, a dupla se reuniu com o senador Flávio Bolsonaro em um almoço. Bolsonaro já declarou que deseja que as partidas voltem, mas esbarra na contrariedade do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), e do governador fluminense, Wilson Witzel (PSC).

Ainda nesta terça, durante o período da manhã, o Flamengo, sem aviso prévio, retomou os treinos no Ninho do Urubu. O clube fez uma nova rodada de testagens para a Covid-19 com os jogadores e entende estar pronto.

Consultados sobre a viagem de seus presidentes até Brasília, os dois clubes disseram desconhecer a agenda. Rivais de ambos, Fluminense e Botafogo são contrários a retomada do futebol no estado neste momento.

Fonte: Folhapress

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat