Siga as Redes Sociais

Esporte

Vinicius Jr. está entre os dez jogadores Sub-23 mais valiosos do mundo; Mbappé lidera

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Em menos de um ano, Vinicius Jr. passou a ser muito valorizado no Real Madrid e na Europa. Com um bom desempenho na sua primeira temporada com a camisa merengue, o atacante conseguiu até mesmo figurar na lista dos dez jogadores Sub-23 mais valiosos do mundo na atualidade, segundo o levantamento do site “Transfermarkt”, que é especializado em valores de mercados de atletas.

O camisa 28, de apenas 18 anos, aparece na nona posição no ranking e é o único brasileiro na lista. Seu passe está avaliado em 70 milhões de euros (cerca de R$ 307 milhões). O jovem é também o único atleta da América que integra o top 10 dos mais valiosos.

O líder é ninguém menos do que o o francês Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain. O atacante de 20 anos tem o valor de mercado de 200 milhões de euros (cerca de R$ 876,4 milhões).

Ele é seguido por Ousmane Dembélé, do Barcelona, avaliado em 120 milhões de euros e que está em segundo lugar, e Dele Alli, do Tottenham, avaliado em 100 milhões de euros e surge para fechar o top 3.

O top 10 dos mais valiosos do mundo:

1º – Kylian Mbappé (PSG), avaliado em 200 milhões de euros

2º – Ousmane Dembélé (Barcelona), avaliado em 120 milhões de euros

3º – Dele Alli (Tottenham), avaliado em 100 milhões de euros

4º – Leroy Sané (Manchester City), avaliado em 100 milhões de euros

5º Jadon Sancho (Borussia Dortmund), avaliado em 80 milhões de euros

6º – Marcus Rashford (Manchester United), avaliado em 80 milhões de euros

7º – Marco Asensio (Real Madrid), avaliado em 80 milhões de euros

8º – Frenkie de Jong (Ajax), avaliado em 75 milhões de euros

9º Vinícius Júnior (Real Madrid), avaliado em 70 milhões de euros

10º – De Ligt (Ajax), avaliado em 70 milhões de euros

Fonte: Extra OnlineVinicius Jr. está entre os dez jogadores Sub-23 mais valiosos do mundo; Mbappé lidera

Esporte

Com atuação impecável, Amanda Nunes finaliza Megan Anderson e mantém cinturão no UFC 259

Avatar

Publicado

em

A maior da história do MMA feminino mostrou mais uma vez segue soberana. No co-evento principal do UFC 259, realizado na madrugada deste sábado para domingo, em Las Vegas (EUA), Amanda Nunes simplesmente aniquilou Megan Anderson em 2m03s de luta para conquistar a vitória por finalização com uma chave de braço. Com o resultado, a Leoa, que também é dona do título do peso-galo (até 61kg), mantém seu cinturão dos penas (até 66kg).

Esta foi a 12ª vitória consecutiva de Amanda, que possui a segunda maior sequência do Ultimate na atualidade, atrás apenas de Kamaru Usman, com 13.

Amanda entrou disposta a resolver rápido. Sem respeitar a vantagem de envergadura da australiana, a Leoa ditou o ritmo, balançou Anderson com uma bomba de direita, colocou a desafiante no solo e encaixou um triângulo invertido antes de ir para a chave de braço para conseguir uma rápida finalização.

Fonte: G1

Continue Lendo

Esporte

São Paulo só precisa do 2º tempo para golear o Santos pelo Paulistão

Avatar

Publicado

em

O São Paulo precisou de apenas um tempo, o segundo, para atropelar o Santos, neste sábado (6/3), no Morumbi. Goleou por 4 x 0 fácil, no primeiro clássico de Hernán Crespo, que levou a melhor sobre seu compatriota Ariel Holan. O Tricolor chegou aos 7 pontos no Grupo B e o Santos, que ainda não venceu, tem apenas 2 no D. Foi o segundo 4 x 0 seguido do São Paulo, que durante a semana batera a Inter de Limeira.

O forte temporal que caiu antes da partida e encharcou o gramado do Morumbi frustrou quem esperava ver um confronto tático entre os técnicos argentinos Hernán Crespo e Ariel Holan. Com o campo pesado, com várias poças d’água, o jogo ficou comprometido. A bola parava na água a toda hora, atrapalhando as jogadas dos times, e com isso a partida se tornou um perde e ganha.

A única alternativa eram as bolas altas – e por isso Holan em cima da hora colocou o grandalhão Bruno Marques no ataque santista. “A gente subiu para aquecer e viu que estava ruim ele (Holan disse que eu ia entrar”, contou o atacante de 1,93 m.

Mas, apesar da disposição dos jogadores, a primeira etapa foi ruim. Os principais lances ficaram por conta de Soteldo, que mesmo com o péssimo campo dava trabalho com suas arrancadas.

“A gente sabe da qualidade do gramado do Morumbi, mas a chuva que caiu hoje está prejudicando o jogo. Temos a consciência de que é um jogo feio”, admitiu o são-paulino Pablo, protagonista de uma jogada em que, no início, a água o ajudou a passar por Luan Peres, mas em seguida, no momento da conclusão, a poça permitiu a recuperação da zaga santista.

Com o campo já em melhores condições, Crespo mudou o time e o esquema de jogo. Tirou um dos três zagueiros, Arboleda, e colocou um jogador de velocidade, o equatoriano Rojas.

Mas não foi por isso que o São Paulo abriu o placar – embora nas primeiras jogadas de Rojas já tenham deixado claro ser boa ofensiva. O gol na cobrança de um escanteio por Daniel Alves. A marcação santista falhou e Gabriel Sara cabeceou para marcar, logo aos 4 minutos.

O São Paulo cresceu bastante, teve chance de ampliar com Rojas, Luciano e Sara, enquanto o Santos nada conseguia criar, nem com a alterações feitas por Holan.

O domínio se transformou em vitória tranquila de forma rápida. Aos 27 minutos, Luciano passou fácil por dois zagueiros e bateu, a bola desviou em Luan Peres e entrou; aos 30, Pablo viu John adiantado e mandou por cobertura.

E tinha mais gol por cobertura. Aos 41 minutos, Tchê Tchê, que substituíra Luciano, arriscou de fora da área e colocou no ângulo de John.

Ficha técnica
São Paulo: Volpi; Arboleda (Rojas), Bruno Alves e Léo: Igor Vinicius; Rodrigo Nestor (Luan), Dani Alves, Sara (Bruno Rodrigues) e Reinaldo; Luciano (Tchê Tchê) e Pablo (Toró). Técnico: Hernán Crespo.
Santos: John; Sandro, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry e Jean Mota (Pirani); Lucas Braga, Bruno Marques (Marcos Leonardo) e Soteldo. Técnico: Ariel Holan.
Gols: Gabriel Sara, aos 4, Luan Peres (contra), aos 27, Pablo, aos 30, e Tchê Tchê, aos 41 minutos do segundo tempo.
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira.
Cartões amarelos: Pablo.
Local: Morumbi.

Fonte: Metrópoles

Continue Lendo

Esporte

Rodrigo Caio e Arrascaeta fazem Flamengo economizar quase R$ 15 milhões

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Com a perspectiva de um ano apertado do ponto de vista financeiro, o Flamengo pode economizar quase R$ 15 milhões em função do desempenho de dois de seus principais jogadores. O zagueiro Rodrigo Caio e o meia Arrascaeta não alcançaram os números de minutos previstos em contrato para que o clube comprasse um pertencual a mais dos dois jogadores.

No caso de Arrascaeta, o Flamengo vai economizar 1.2 milhão de euros (R$ 8,4 milhões) pelo fato de o jogador não ter batido a meta de mais de 4 mil minutos em campo no seu segundo ano de contrato, 2020. Faltou pouco, 167 minutos.

Ficou acordado em contrato que o Flamengo teria que comprar o percentual de 25% que caberia ao Defensor, do Uruguai, caso o jogador atuasse por mais de quatro mil minutos ao fim de cada uma das quatro temporadas de contrato.

O que não aconteceu em 2019 e nem em 2020. Na verdade, a quantia deveria ser repassada ao empresário de Arrascaeta, Daniel Fonseca, que comprou a parte do Defensor logo após a negociação. E esperava que o Flamengo adquirisse o percentual no momento da renovação com o jogador.

Vale lembrar que o clube da Gávea pagou R$ 63,7 milhões para comprar o uruguaio do Cruzeiro, em 2019. Na ocasião, o Flamengo investiu 18 milhões de euros por 75% – 13 pelos 50% do Cruzeiro e 5 por 25% do Defensor.

A diretoria também vai poupar com a situação de Rodrigo Caio, que ficou longe do tempo estipulado em função de muitas lesões e convocações.

O Flamengo comprou 15% dos direitos do jogador ao São Paulo após o primeiro ano de contrato, e totaliza 60%. Para comprar mais 15%, por 1 milhão de euros (R$ 6,8 milhões) seria necessário o jogador estar em campo também por 4 mil minutos ou mais.

Em 2020, Rodrigo atuou apenas em 32 jogos. Quase metade da temporada anterior. Hoje, o Flamengo segue com 60% dos direitos, o São Paulo com 30% e o atleta com 10%.

Metade dos jogos

Em janeiro de 2019, Rodrigo foi anunciado como o primeiro reforço da gestão de Rodolfo Landim. Ele custou R$ 21.2 milhões. No ano passado, o camisa 3 jogou 60 partidas e marcou cinco gols.

A diretoria está atenta a situação do jogador, que segue valorizado e lembrado pelo tétnico Tite. O nome de Rodrigo Caio foi ventilado pela imprensa catalã como possível reforço do Barcelona no ano passado, mas nunca houve uma proposta formal e o defensor brasileiro permaneceu no Flamengo.

No caso do uruguaio, ficou combinado entre Arrascaeta e Flamengo que o uma valorização seria colocada em pauta ao fim do Brasileiro. No entanto, já houve a sinalização de que não há dinheiro no momento para promover Arrascaeta ao patamar salarial das principais estrelas, como Gabigol, em função do orçamento previsto para 2021.

Fonte: Extra

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat