Siga as Redes Sociais

Mundo

Nações européias criticam lançamento de míssil pela Coreia do Norte

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Seis nações europeias criticaram, em declaração conjunta, a Coreia do Norte pelo teste de um míssil balístico na semana passada.

Enviados da França, Alemanha e de mais quatro países divulgaram a declaração nessa terça-feira (8), depois de o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) debater, em reunião a portas fechadas, o lançamento do míssil, que caiu na Zona Econômica Exclusiva do Japão.

O embaixador da França nas Nações Unidas, Nicolas de Riviere, leu a declaração, segundo a qual o teste “se segue a uma série de lançamentos de mísseis balísticos de curto alcance nas últimas semanas”. Os enviados reiteram que “condenam essas ações provocativas”.

De Riviere disse que esses atos “comprometem a segurança e a estabilidade regional e são uma clara violação às resoluções do Conselho de Segurança da ONU”. Ele pediu que sanções internacionais “permaneçam em vigor e sejam cumpridas integralmente”, apelando à Coreia do Norte a “participar de boa-fé de negociações significativas com os Estados Unidos (EUA)”.

Fontes no conselho dizem que os participantes do encontro se mostraram esperançosos de que a Coreia do Norte e os EUA retomem negociações após a mais recente rodada, realizada no sábado (5).

Fonte: Agência Brasil

Mundo

Vídeo: Manifestantes cantam ‘Baby Shark’ para criança durante protesto no Líbano

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Os protestos no Líbano tiveram uma situação inusitada nesse fim de semana depois que manifestantes bloquearam a passagem de um carro com uma criança pequena no distrito de Baabda, no sul de Beirut.

A mãe, que estava ao volante, pediu para que os manifestantes não fizessem muito barulho porque ela estava com o filho, Robin, de apenas um ano e três meses.

Os manifestantes começaram, então, a cantar o sucesso “Baby Shark”, que virou um hit infantil em todo mundo.

“Foi espontâneo. Ele gosta dessa música. Ele escuta muitas vezes e ri”, contou a mãe para a emissora americana CNN.

As imagens feitas de dentro do carro mostram vários homens cantando, batendo palmas e dançando. Robin só observa.

Os protestos começaram na quinta-feira (17), após o anúncio de uma tarifa para as ligações feitas pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. Pressionado, o governo voltou atrás e desistiu da cobrança.

Porém, as manifestações, protagonizadas por pessoas de todas as idades e classes sociais, não dão trégua.

Os libaneses protestam contra a situação econômica e política em geral, em um país onde mais de 25% da população vive abaixo da linha da pobreza, segundo o Banco Mundial (BM).

Fonte: G1

Continue Lendo

Mundo

Fim de semana de fúria deixa 11 mortos e 1462 feridos no Chile

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A segunda-feira começou sem protestos no Chile, apesar dos atos convocados para acontecer à tarde. O metrô da capital, Santiago, voltou a funcionar parcialmente após o toque de recolher que vigorou em várias regiões das 20h de domingo (20) às 6h desta segunda.

Desde sexta-feira (18), uma onda de protestos violentos deixou 11 mortos e 1.462 detidos.

O metrô, que transporta diariamente quase 3 milhões de pessoas, estava fechado desde sexta, depois que 78 estações e trens sofreram ataques durante violentas manifestações que começaram por causa do aumento nas tarifas do metrô. A empresa estatal que administra o sistema avalia que o prejuízo deve chegar a mais de 300 milhões de dólares.

Entenda em cinco pontos os protestos no Chile:

  1. Governo anunciou um aumento de 30 pesos na tarifa do metrô, equivalente a 20 centavos de real;
  2. Violência aumentou nos protestos a partir de sexta (18), após confrontos com a polícia;
  3. Chile decretou, no sábado (19), estado de emergência por 15 dias, e Exército foi às ruas pela 1ª vez desde a ditadura;
  4. Presidente chileno suspendeu o aumento na tarifa do metrô, mas os protestos continuaram;
  5. Metrô de Santiago fechou e o aeroporto da capital chilena teve voos suspensos.

Na manhã desta segunda, primeiro dia depois de três jornadas de distúrbios, foi reaberta uma parte das estações da linha 1 do metrô, uma das sete que integram a rede da capital. Para que as pessoas pudessem voltar ao trabalho, 465 ônibus extras foram colocados em circulação.

O general Javier Iturriaga, responsável pelo estado de emergência decretado no país, declarou que houve um “despertar lento, com calma” após o fim do toque de recolher, que vigorou na região metropolitana de Santiago, Valparaíso, Coquimbo, Biobío e Antofagasta.

“Estamos conscientes de que a cidade está retomando suas atividades lentamente e temos todas as forças necessárias para qualquer situação de risco”, afirmou.

Fonte: G1

Continue Lendo

Mundo

Resultado preliminar na Bolívia indica 2º turno entre Morales e Mesa

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O presidente boliviano, Evo Morales, lidera os resultados preliminares do primeiro turno das eleições presidenciais realizadas nesse domingo (20), mas deve ir para o segundo turno com o ex-presidente Carlos Mesa.

O Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) informou que, com cerca de 83% dos votos contados, Morales lidera com 45,3%, seguido por seu rival mais próximo, Carlos Mesa, com 38,2%.

Os dois candidatos devem voltar a se enfrentar  em dezembro, no segundo turno das eleições presidenciais.

Mais de 7,3 milhões de bolivianos, no país e no exterior, foram chamados a votar nas eleições presidenciais e legislativas, para mandatos de cinco anos.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat