Siga as Redes Sociais

Mundo

Coronavírus: marido e mulher em quarentena na Itália morrem com duas horas de diferença

Karytha Leal

Publicado

em

Marido e mulher, casados por 60 anos, que estavam em quarentena infectados pelo coronavírus , morreram com duas horas de diferença.

Luigi Carrara, de 86 anos, e Severa Belotti, de 82, ficaram confinados em casa, em Albino (província de Bergamo, Itália), por oito dias sem acompanhamento médico, segundo contou ao “Corriere della Sera” Luca Carrara, filho do casal.

A situação se agravou e os dois foram levados a um hospital no último fim de semana. Na terça-feira, Luigi morreu ás 9hs. A esposa, faleceu às 11hs. Ambos tiveram graves complicações respiratórias em decorrência do Co9vid-19, como é chamada a doença provocada pelo coronavírus.

“Eles morreram sozinhos . É assim que esse vírus age”, lamentou Luca, que disse ter sido impedido de visitar os pais na casa deles e no hospital.

“Os seus entes queridos são deixados sozinhos e você sequer pode dizer adeus, abraçá-los, tenta dar algum conforto. Você sequer pode contar um a mentira como ‘Tudo vai dar certo'”, acrescentou ele, que também está em quarentena juntamente com a esposa e dois filhos.

A Itália é o país da Europa mais afetado pela pandemia de coronavírus, que já deixou 827 mortos e mais de 12 mil casos no país, de acordo com o balanço mais recente. Na quarta-feira, o primeiro-ministro Giuseppe Conte anunciou novas — e mais duras — medidas para conter o avanço do coronavírus no país, que inclui a ampliação da quarentena, fechamento de todas as lojas do pais, exceto as  de vendas de alimentos e farmácias, além de bares e alguns restaurantes.

Comente

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Brasil é o país das Américas com mais mortes por Covid em relação à população

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Brasil passou Estados UnidosMéxico e Peru nas últimas duas semanas e se tornou o país com mais mortes por Covid-19 do continente americano em relação à sua população, apontam dados do “Our World in Data”. 

Brasil tem atualmente 1.756 óbitos por milhão de habitantes e ultrapassou o México no dia 7 de abril, o Peru no dia 13 e os EUA no dia 14. Os 10 países com mais óbitos proporcionais das Américas são: 

  1. Brasil: 1.756 mortes a cada 1 milhão de habitantes
  2. Peru: 1.722
  3. EUA: 1.713
  4. México: 1.646
  5. Panamá: 1.434
  6. Colômbia: 1.342
  7. Chile: 1.317
  8. Argentina: 1.310
  9. Bolívia: 1.083
  10. Equador: 1.003

Em termos absolutos, os EUA são o país com mais vítimas da Covid-19 do mundo (567 mil), seguido de Brasil (373 mil) e México (212 mil). 

Na semana passada, com a piora da pandemia na América do Sul, o mundo atingiu a triste marca de 3 milhões de mortes por Covid-19. 

A situação tem piorado na região principalmente devido ao Brasil, e a América do Sul é atualmente a região que mais registra mortes causadas pelo novo coronavírus no mundo, à frente da Europa.

Até começo de fevereiro, quando registrava cerca de 1 mil mortes por dia (um terço do que registra atualmente), o Brasil era o 7º do continente em óbitos proporcionais. Além de EUAMéxico Peru, o país também estava atrás de PanamáColômbia Argentina

O país tinha também uma média de novas vítimas da Covid-19 em relação à sua população inferior à de EUAMéxicoPeruPanamá Colômbia

Com a escalada de mortes no país, que chegou a passar de 4,2 mil em um único dia, o Brasil viu a média de mortes passar de cerca de 5 vítimas do novo coronavírus a cada 1 milhão por dia em meados de fevereiro para cerca de 13 atualmente. 

Agora, além de liderar a triste marca nas Américas, o Brasil é também o 13º país com mais mortes proporcionais do mundo. Os 20 países com mais óbitos proporcionais do mundo são: 

  1. República Tcheca: 2.654 mortes a cada 1 milhão de habitantes
  2. Hungria: 2.606
  3. San Marino: 2.563
  4. Bósnia e Herzegovina: 2.373
  5. Montenegro: 2.275
  6. Bulgária: 2.186
  7. Macedônia do Norte: 2.132
  8. Bélgica: 2.048
  9. Eslováquia: 2.034
  10. Eslovênia: 2.000
  11. Itália: 1.933
  12. Reino Unido: 1.878
  13. Brasil: 1.756
  14. Peru: 1.722
  15. Estados Unidos: 1.713
  16. Portugal: 1.661
  17. México: 1.646
  18. Espanha: 1.646
  19. Polônia: 1.639
  20. Croácia: 1.598

Desde o começo de fevereiro, o Brasil passou no ranking proporcional diversos países que sofreram com ondas muito fortes de Covid-19, como PortugalEspanhaFrança Suécia.

Fonte: G1

Continue Lendo

Mundo

Em missa, padre anuncia paixão por mulher: ‘quero tentar viver esse amor’

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

“Meu coração se apaixonou”: com estas palavras, o padre Riccardo Ceccobelli, sacerdote da diocese de Todi, no centro da Itália, anunciou que pendura a batina por amor.

“Meu coração se apaixonou. Nunca tive a possibilidade de trair as promessas que fiz, mas quero tentar viver esse amor”, disse o padre Riccardo a seu superior, o bispo Gualtiero Sigismondi, segundo um comunicado da diocese.

O padre, que contou sua história à imprensa nesta terça-feira, dia 13, foi suspenso do serviço e iniciou os trâmites para voltar ao estado laico, segundo a mesma fonte.

“Agradeço a dom Riccardo por todo serviço prestado até agora. E, em primeiro lugar, envio-lhe meus mais sinceros votos para que esta decisão, tomada em plena liberdade como ele mesmo me disse, garanta-lhe paz e serenidade”, declarou o bispo Sigismondi.

O padre confessou que a decisão foi difícil, porque ama e respeita a Igreja.

“Não consigo ser coerente, transparente e correto com (a Igreja) como tenho sido até agora”, reconheceu, segundo o comunicado.

A “confissão” em público, diante de sua congregação e de seu bispo, foi feita durante a missa dominical.

Segundo o jornal “Il Corriere della Sera”, “todo mundo sabia” em sua cidade, perto de Perugia, que Riccardo estava com uma mulher. A identidade dela, porém, não foi divulgada.

Fonte: AFP

Continue Lendo

Mundo

Bolsonaro avalia anunciar aumento de verba para o Meio Ambiente em cúpula de Biden

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: JIM WATSON/AFP via Getty Images

O governo Jair Bolsonaro avalia anunciar o aumento da verba destinada ao Ministério do Meio Ambiente durante a Cúpula de Líderes sobre o Clima, organizada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, entre os dias 22 e 23 de abril.

Em carta enviada a Biden nesta quarta-feira (14), Bolsonaro se comprometeu a acabar com o desmatamento ilegal no Brasil até 2030, mas o governo americano pressiona por medidas concretas que mostrem o caminho para atingir essa meta e pede resultados parciais ainda neste ano.

Segundo pessoas envolvidas nas negociações, a nova alocação de recursos seria disponibilizada aos órgãos de fiscalização, como Ibama e ICMBio (Instituto Chico Mendes), que foram esvaziados sob a gestão Bolsonaro e têm relatado falta de dinheiro, inclusive para pagar contas básicas, como o deslocamento de fiscais para trabalho de campo.

O plano de aumento do aporte ainda está sendo discutido e depende da chancela do Ministério da Economia, que resiste em assumir novas despesas em meio à crise fiscal e à pandemia de Covid-19.

A necessidade de fortalecimento das agências ambientais tem sido cobrada nas conversas entre autoridades brasileiras e americanas às vésperas da cúpula. O principal argumento do governo Biden é que o Brasil precisa reforçar os órgãos que atuam de forma direta no combate ao desmatamento na Amazônia, principalmente com a previsão de retirada dos militares dessas operações, a partir de maio.

O desembarque dos militares foi oficialmente anunciado pelo governo, mas conselheiros de Bolsonaro passaram a avaliar uma nova extensão da GLO (Garantia da Lei e da Ordem), que garantiria a permanência deles nas ações, devido às dificuldades encontradas na reestruturação das agências civis de preservação.

Auxiliares de Bolsonaro afirmam que aumentar o orçamento da pasta -que sofreu cortes nos últimos anos- pode ser a sinalização aos EUA de que o Brasil está comprometido com a agenda ambiental, apesar de a política do Planalto ser vista como negligente por movimentos pró-conservação.

Fonte: Folhapress

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat