Siga as Redes Sociais

Mundo

Buraco negro que dispara ‘balas’ de plasma e move o espaço-tempo intriga cientistas

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O comportamento inusitado desse buraco negro fascina e intriga os cientistas. Chamado V404 Cygni, ele se encontra a 8 mil anos-luz de distância da Terra.

Embora tenha sido identificado pela primeira vez em 1989, o buraco negro chamou atenção internacional quando, após mais de duas décadas de inatividade, despertou em 2015 se tornando o objeto mais brilhante observado no espaço com raios-X de alta energia.

Quando astrônomos do mundo todo apontaram seus telescópios para esse objeto celeste, descobriram um comportamento peculiar. E os resultados, baseados em dados coletados em 2015, acabam de ser publicados na revista científica Nature.

“Ficamos chocados com o que vimos, foi algo completamente inesperado”, indicou Gregory Sivakoff, pesquisador da Universidade de Alberta, no Canadá, um dos autores do estudo.

Jatos que oscilam

O V404 Cygni faz parte de um sistema binário, que absorve ou aspira material de sua estrela companheira.

Ao fazer isso, ele dispara “balas” ou jatos em alta velocidade para expelir o material.

Geralmente, esses jatos saem diretamente dos polos dos buracos negros em uma linha perpendicular ao anel de matéria que os envolve, o chamado disco de acreção.

Mas no caso do V404 Cygni os jatos são expelidos rapidamente em diferentes direções e de forma curva.

Os jatos parecem girar rapidamente como nuvens de plasma de alta velocidade, com apenas alguns minutos de intervalo.

“É um dos mais extraordinários sistemas de buraco negro já encontrado”, disse o principal autor do estudo, James Miller-Jones, do Centro Internacional de Pesquisa em Radioastronomia da Universidade de Curtin, na Austrália.

Girando como um pião

O disco de acreção do buraco negro tem 10 milhões de quilômetros de diâmetro, e a mecânica deste disco é responsável pelo inusitado comportamento do jato.

Em geral, se espera que o disco gire no mesmo eixo que o buraco negro – mas não foi o que aconteceu desta vez.

“O que é diferente no caso do V404 Cygni é que acreditamos que o disco de matéria e o buraco negro estão desalinhados”, explica Miller-Jones.

“Aparentemente isso está fazendo com que o interior do disco gire como um pião que está perdendo velocidade, e que emite jatos em diferentes direções, à medida que muda sua orientação.”

Quando o V404 Cygni despertou em 2015, uma grande quantidade de matéria circundante caiu dentro do buraco negro ao mesmo tempo, então a taxa de acreção ou queda de matéria no buraco aumentou temporariamente e fez com que a energia disparasse.

A pesquisa se baseou em observações do Very Long Baseline Array (VLBA), um radiotelescópio formado por dez antenas localizadas em diferentes enclaves dos Estados Unidos.

Também foram utilizados dados do observatório integral de alta energia da Agência Espacial Europeia (ESA).

Arrasto de espaço-tempo

Os cientistas investigam as causas do inusitado desalinhamento entre o buraco negro e o disco de matéria que o rodeia.

Uma das possibilidades é que o eixo de rotação do buraco negro tenha sido inclinado por um impacto durante a explosão estelar que o criou.

A mudança no eixo de rotação se deveria também a um fenômeno chamado efeito de arrasto de referenciais (frame dragging, em inglês), previsto por Albert Einstein em sua teoria da relatividade geral.

Ao girar, o campo gravitacional rotatório do buraco negro é tão intenso que arrasta o espaço-tempo em seu entorno.

A constatação, segundo os autores do estudo, amplia nosso conhecimento sobre a formação de buracos negros – e, como destaca Sivakoff, “nos dá um pouco mais de informação sobre a grande questão: como conquistamos nosso lugar no Universo?”

Fonte: G1

Mundo

Mísseis atingem prédio que abriga Associated Press e Al Jazeera na Faixa de Gaza, dizem agências

Avatar

Publicado

em

Um prédio de 12 andares na Faixa de Gaza que abriga os escritórios da Associated Press, dos Estados Unidos, e da emissora Al Jazeera, do Catar, desabou neste sábado (15) após ser atingido por mísseis israelenses, informaram as agências Reuters e France Presse. 

O prédio foi evacuado cerca de uma hora antes do ataque aéreo, após um aviso enviado ao proprietário do prédio pelo exército israelense, informou a Reuters. Não houve uma explicação imediata do motivo pelo qual o edifício foi alvo do ataque. 

Os militares israelenses ainda não comentaram sobre o ataque. O edifício também tinha vários apartamentos e outros escritórios. 

Ataques prosseguem

Israel atingiu a Faixa de Gaza com ataques aéreos e militantes palestinos lançaram foguetes em Tel Aviv e outras cidades neste sábado (15). Diplomatas americanos e árabes procuram acalmar a situação, porém, ainda sem sucesso. 

Durante a madrugada, militantes palestinos dispararam cerca de 200 foguetes contra cidades israelenses, e aviões de Israel atingiram o que seriam alvos usados pelo Hamas, o grupo islâmico que comanda Gaza. 

Pelo menos 139 pessoas, incluindo 39 crianças, foram mortas em Gaza desde o início do conflito na segunda-feira (10), informaram médicos palestinos. Já Israel registrou nove mortos, incluindo crianças. 

O bombardeio israelense matou durante a noite de sexta e madrugada de sábado mais de 15 palestinos em Gaza, disseram médicos, incluindo uma mulher e quatro de seus filhos, que morreram após sua casa em um campo de refugiados ser atingida. Os médicos informaram o registro de outras cinco mortes, sem dar mais detalhes. 

Fonte: G1 Mundo

Continue Lendo

Mundo

Descoberta uma das estrelas mais antigas do Universo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: ESO

Um grupo de pesquisadores compartilhou um estudo onde refere que acredita ter encontrado uma das estrelas mais antigas do Universo. Trata-se de uma estrela conhecida como SPLUS J2104−0049, uma gigante vermelha à distância de 16 mil anos-luz.

Como refere o ScienceAlert, os cientistas acreditam que esta estrela pertence à segunda geração de estrelas do Universo. Foi possível classificar a idade da SPLUS J2104−0049 analisando o espectro de luz emitido, o que permite ter uma ideia da quantidade de elementos como oxigênio, carbono, ferro, magnésio ou lítio.

Os cientistas acreditam que, desta forma, será possível descobrir estrelas que pertençam à primeira geração e, dessa forma, saber mais sobre a formação do Universo.

Fonte: NULL

Continue Lendo

Mundo

Estado de emergência será declarado em mais três províncias japonesas

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters

O governo japonês planeja acrescentar mais três províncias ao estado de emergência, uma vez que o número de casos de infecção pelo novo coronavírus continua  aumentando em todo o país. Na quinta-feira (13), mais de 6.800 novos casos foram confirmados no Japão.

Seis províncias, incluindo Tóquio e Osaka, encontram-se sob o estado de emergência até o fim deste mês. O governo planeja adicionar mais três províncias – Hokkaido, Okayama e Hiroshima – ao estado de emergência, a partir de domingo. Essas províncias estão registrando surtos e seus sistemas médicos têm dificuldades no atendimento dos pacientes.

Medidas intensivas, que não entram na categoria de estado de emergência, estão atualmente em vigor em oito províncias, incluindo aquelas vizinhas à capital Tóquio, e Hokkaido.

O governo aplicar a três outras províncias – Gunma, Ishikawa e Kumamoto – as medidas intensivas a partir de domingo.

Nesta sexta-feira, as autoridades consultaram o painel de especialistas do governo sobre o plano. Nishimura Yasutoshi, ministro da Revitalização Econômica, encarregado das medidas contra o coronavírus, disse: “O número de novos casos de covid-19 está aumentando não apenas na área metropolitana de Tóquio, mas em todo o país, abrangendo as regiões de Chugoku, Shikoku e Kyushu”.

Nishimura expressou preocupação em relação às variantes transmissíveis, observando que também as pessoas de gerações mais jovens sofrem riscos de desenvolver sintomas graves.

Pesquisadores do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas do Japão dizem que as variantes portadoras da mutação N501Y são provavelmente as causas de cerca de 90% dos novos casos.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat