Siga as Redes Sociais

Mundo

Fechada desde fevereiro, Venezuela reabre fronteira com Brasil

Redação Encarando

Publicado

em

A Venezuela vai reabrir suas fronteiras com o Brasil e a ilha caribenha de Aruba, disse o ministro da Economia, Tareck El Aissami, nesta sexta-feira (10).

O governo do presidente Nicolás Maduro fechou essas fronteiras em fevereiro em meio à campanha da oposição para trazer ajuda humanitária para o país.

“Queremos convertê-la em uma região de fronteira pacífica”, disse El Aissami em um discurso na televisão estatal. “Recebemos garantias de que nossa soberania será respeitada e que não haverá interferência em questões que devem ser tratadas pelos venezuelanos”.

Além da fronteira com o Brasil, a Venezuela também irá reabrir a fronteira com a ilha caribenha de Aruba, disse o ministro.

El Aissami não comentou sobre as fronteiras marítimas e aéreas com as também ilhas vizinhas do Caribe holandês de Curaçao e Bonaire, ou com relação à fronteira terrestre com a vizinha Colômbia, que também foram fechadas em fevereiro.

Muitos países latino-americanos e europeus, incluindo Brasil, Colômbia e Holanda, reconheceram Guaidó como o líder legítimo da Venezuela depois que ele invocou a Constituição para reivindicar uma Presidência interina em janeiro, argumentando que a reeleição de Maduro em 2018 foi ilegítima.

Maduro chama Guaidó de fantoche dos Estados Unidos, que tenta derrubar o governo por meio de um golpe. Ele rompeu relações diplomáticas com a Colômbia após os esforços de ajuda humanitária em fevereiro, acusando Bogotá de permitir que seu território fosse usado como um local para atacar a Venezuela.

Sem mencionar a Colômbia, El Aissami disse que outras fronteiras permanecerão fechadas “até que as posições de hostilidade e agressão sejam cessadas”.

Fonte: R7

Mundo

Caso Madeleine McCann: promotor diz que há ‘provas concretas’ de que menina foi morta em Portugal

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Madeleine McCann desapareceu aos 3 anos em Portugal Foto: HANDOUT / METROPOLITAN POLICE / AFP

 Investigadores da Alemanha estão convencidos de que Madeleine McCann, a menina britânica que desapareceu no Algarve, em 2007, aos três anos, foi assassinada em Portugal. Desde junho do ano passado, quando Christian Brueckner foi apontado como principal suspeito do crime, a polícia apurava se a menina poderia ter sido levada para o território alemão, onde nasceu o suposto assassino.

A confirmação foi dada pelo promotor responsável pelo caso, Hans Christian Wolters, em entrevista ao jornal The Mirror. Embora o corpo nunca tenha sido encontrado e Brueckner não tenha confessado o crime, Wolters afirmou que existem “prova concretas” de que a menina foi morta no país onde desapareceu, mas não deu detalhes de quais seriam.

O advogado de Brueckner, Friedrich Fulscher, insiste que o cliente não tem relação com o caso Madeleine. Criminoso sexual com várias condenações, inclusive por abuso sexual de crianças, ele viveu no Algarve entre 1995 e 2007 e roubou hotéis e apartamentos de veraneio, além de comercializar drogas, segundo a polícia alemã.

A polícia britânica ainda trata o registro como um desaparecimento. A família também acredita que será possível encontrar a vítima. No início do mês, quando a filha completaria 18 anos, Kate e Gerry McCann fizeram uma publicação em uma rede social em homenagem a ela: “Feliz aniversário de 18 anos, Madeleine. Nós amamos você e estamos esperando por você e nunca vamos desistir”.

A menina desapareceu de seu quarto no Hotel Ocean Club durante férias da família na Praia da Luz, enquanto seus pais jantavam com amigos. O desaparecimento desencadeou uma busca internacional e levou a diversas pistas, que se revelaram falsas ao longo dos anos.

Fonte: O Globo

Continue Lendo

Mundo

Mísseis atingem prédio que abriga Associated Press e Al Jazeera na Faixa de Gaza, dizem agências

Avatar

Publicado

em

Um prédio de 12 andares na Faixa de Gaza que abriga os escritórios da Associated Press, dos Estados Unidos, e da emissora Al Jazeera, do Catar, desabou neste sábado (15) após ser atingido por mísseis israelenses, informaram as agências Reuters e France Presse. 

O prédio foi evacuado cerca de uma hora antes do ataque aéreo, após um aviso enviado ao proprietário do prédio pelo exército israelense, informou a Reuters. Não houve uma explicação imediata do motivo pelo qual o edifício foi alvo do ataque. 

Os militares israelenses ainda não comentaram sobre o ataque. O edifício também tinha vários apartamentos e outros escritórios. 

Ataques prosseguem

Israel atingiu a Faixa de Gaza com ataques aéreos e militantes palestinos lançaram foguetes em Tel Aviv e outras cidades neste sábado (15). Diplomatas americanos e árabes procuram acalmar a situação, porém, ainda sem sucesso. 

Durante a madrugada, militantes palestinos dispararam cerca de 200 foguetes contra cidades israelenses, e aviões de Israel atingiram o que seriam alvos usados pelo Hamas, o grupo islâmico que comanda Gaza. 

Pelo menos 139 pessoas, incluindo 39 crianças, foram mortas em Gaza desde o início do conflito na segunda-feira (10), informaram médicos palestinos. Já Israel registrou nove mortos, incluindo crianças. 

O bombardeio israelense matou durante a noite de sexta e madrugada de sábado mais de 15 palestinos em Gaza, disseram médicos, incluindo uma mulher e quatro de seus filhos, que morreram após sua casa em um campo de refugiados ser atingida. Os médicos informaram o registro de outras cinco mortes, sem dar mais detalhes. 

Fonte: G1 Mundo

Continue Lendo

Mundo

Descoberta uma das estrelas mais antigas do Universo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: ESO

Um grupo de pesquisadores compartilhou um estudo onde refere que acredita ter encontrado uma das estrelas mais antigas do Universo. Trata-se de uma estrela conhecida como SPLUS J2104−0049, uma gigante vermelha à distância de 16 mil anos-luz.

Como refere o ScienceAlert, os cientistas acreditam que esta estrela pertence à segunda geração de estrelas do Universo. Foi possível classificar a idade da SPLUS J2104−0049 analisando o espectro de luz emitido, o que permite ter uma ideia da quantidade de elementos como oxigênio, carbono, ferro, magnésio ou lítio.

Os cientistas acreditam que, desta forma, será possível descobrir estrelas que pertençam à primeira geração e, dessa forma, saber mais sobre a formação do Universo.

Fonte: NULL

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat