Siga as Redes Sociais

Mundo

Game of Thrones inspira nomes de mais de 4.500 crianças nos EUA

Redação Encarando

Publicado

em

Só em 2018, ao menos 4.500 crianças foram registradas nos Estados Unidos com nomes de personagens de Game of Thrones, afirma um levantamento da emissora NBC News. Arya foi a personagem mais homenageada: 2.545 crianças ganharam seu nome no último ano. O pódio fica completo com Khaleesi (560 registros) e Yara (434). 

O levantamento não inclui personagens que possuem nomes comuns nos Estados Unidos, como Jon e Jaime. Ainda de acordo com a emissora, 7.000 crianças já haviam recebido nomes baseados em Game of Thrones nos anos de 2017 e 2016.

Confira o número de crianças nascidas em 2018 que possuem nomes baseados em Game of Thrones, de acordo com a NBC: Arya: 2.545

Khaleesi: 560

Yara: 434

Lyanna: 319

Daenerys: 163

Shae: 125

Renly: 102

Jory: 72

Tyrion: 58

Brienne: 33

Jorah: 30

Sansa: 29

Catelyn: 21

Ellaria: 17

Oberyn: 15

Nymeria: 15

Ramsay: 15

Theon: 14

Aerys: 14

Gregor: 11

Shireen: 11

Talisa: 11

Sandor: 10

Khal: 9O

lenna: 9

Rennick: 9

Bran: 8

Beric: 8

Brynden: 8

Myranda: 8

Bronn: 7

Samwell: 7

Myrcella: 6

Aegon: 6

Benjen: 6

Ghita: 6

Martyn: 6

Meryn: 6

Fonte: Portal Uai

Mundo

Boxeadora brasileira é suspeita de espancar marido até morte na Suíça

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A boxeadora brasileira Viviane Obenauf, 34 anos, foi presa por ser a principal suspeita de espancar marido, de 61 anos, até a morte. A dupla estava casada desde o dia 25 de janeiro.

Viviane está sendo investigada. A causa da morte do marido da brasileira foi devido a “ferimentos graves” causados por um objeto contundente no apartamento que dividiam.

O jornal suíço Blick revelou que Viviane já havia sido detida uma vez, em 2016, em uma boate de Londres, depois de socar um homem no rosto porque ele tentou apalpá-la durante as comemorações de seu aniversário.

Um ex-namorado da brasileira contou ao jornal Blick que ela já o agrediu e que seu comportamento violento e explosivo: “Ela sempre teve duas faces. É como apertar um botão”, disse ele.

Fonte: Metrópoles

Continue Lendo

Mundo

Sonda chinesa está a caminho da Terra depois de concluir missão na Lua

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A sonda espacial chinesa Chang’e 5 deixou nessa quinta-feira (3) a superfície da Lua e já está retornando à Terra, de acordo com imagens transmitidas pela televisão estatal CCTV.

O módulo espacial, que chegou à Lua na terça-feira (1º), deixou o solo lunar às 23h10 de Pequim (15h10 em Lisboa), sendo esta a primeira tentativa de coleta de amostras da superfície lunar em mais de 40 anos, informou o canal.

Se o regresso à Terra correr bem, a China será o terceiro país a recolher amostras lunares, depois dos Estados Unidos e da antiga União Soviética.

As amostras foram recolhidas na superfície da Lua, com a utilização de um braço robótico, e no subsolo, com uma broca que perfurou dois metros, para obter amostras variadas que podem datar de períodos muito diferentes.

A sonda deve pousar na região da Mongólia Interior, no Norte da China, no fim deste mês.

Na terça-feira, a Chang`e 5 pousou com sucesso na área ao norte de Mons Rümker, no Oceanus Procellarum, uma área não visitada até agora por astronautas ou missões espaciais. 

Trata-se do mais recente empreendimento do programa espacial chinês, que enviou o primeiro astronauta ao espaço em 2003 e que tem uma nave a caminho de Marte. O programa visa, eventualmente, a colocar um homem na Lua.

Caso tenha sucesso, será a primeira vez que cientistas obtêm novas amostras de rochas lunares desde que uma sonda soviética pousou na Lua, na década de 70.

A Chang`e 5 foi lançada em 24 de novembro, pelo foguete Longa Marcha-5, que já lançou, em 23 de julho, a primeira missão da China a Marte, a Tianwen-1. A chegada ao planeta vermelho está prevista para maio.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Mundo

Pandemia pode levar 32 milhões de pessoas à extrema pobreza, aponta ONU

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Imagem: Pixabay

O percentual de pessoas que vivem em extrema pobreza nos 47 países mais pobres do mundo aumentará de 32,2% para 35,2% por causa da pandemia do novo coronavírus, o que significará um aumento de 32 milhões de pessoas nessa situação, alerta um relatório das Nações Unidas divulgado nesta quinta-feira (3).

Esses países foram capazes de enfrentar os desafios de saúde da pandemia melhor do que o previsto, devido à sua experiência com epidemias e dados demográficos favoráveis ​​geralmente caracterizados por populações jovens e escassamente povoadas, mas as consequências econômicas foram catastróficas, toma nota do relatório da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad).

A agência explicou que o PIB desses países, em sua maioria africanos, embora também haja nações da Ásia, Oceania e uma americana (Haiti), deve cair 0,4%, quando há um ano deveriam ter um crescimento de 5%.

Entre estes países, os que mais sofreram com a pandemia do novo coronavírus têm sido os mais dependentes do comércio externo, como exportadores de combustíveis (Angola, Chade, Moçambique, Iémen), minerais e metais (Zâmbia e Guiné), vestuário (Bangladesh, Haiti e Nepal) ou destinos turísticos como Vanuatu ou Camboja.


Essa situação representa um retrocesso para as perspectivas de cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e de outros objetivos relacionados à educação, saúde e igualdade de gênero nesses países.

“Os países menos desenvolvidos são o campo onde a batalha da Agenda 2030 será ganha ou perdida”, disseram fontes da Unctad.

O relatório busca chamar a atenção da comunidade internacional para apoiar economicamente esses países, começando pela melhoria de suas capacidades produtivas, que são o principal elemento para alcançar seu desenvolvimento.

Atualmente a ONU considera em “extrema pobreza” os indivíduos e famílias que vivem com menos de 1,9 dólares por dia, cerca de 10 reais.

Fonte: R7 via EFE

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat