Siga as Redes Sociais

Notícias

Prefeito Firmino Filho sanciona lei com medidas para enfrentar coronavírus

Redação Encarando

Publicado

em

Foi sancionada a lei que estabelece os procedimentos que podem ser adotados pelas autoridades locais em caso de emergência de saúde pública decorrente do Coronavírus, já classificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma pandemia. A declaração serve de alerta para que os países adotem ações para conter a disseminação do problema, o que já vendo sendo feito pela Fundação Municipal de Saúde (FMS).

A nova lei sancionada pelo prefeito Firmino Filho determina ações como isolamento, quarentena, realização obrigatória de exames e de tratamentos, além de investigações epidemiológicas com o objetivo de promover e preservar a saúde pública. Todas as pessoas também devem colaborar com as autoridades sanitárias comunicando possíveis contatos com agentes infecciosos do coronavírus e a circulação em áreas consideradas como regiões de contaminação pela doença.

De acordo com a lei municipal, a FMS manterá dados públicos e atualizados sobre casos confirmados, suspeitos e em investigação, resguardando o direito ao sigilo de informações pessoais. Além disso, estabelece que as pessoas afetadas terão direito ao tratamento gratuito e às informações de saúde, podendo haver dispensa de licitação para aquisição de bens, serviços e insumos de saúde, desde que obedecida a legislação federal.

A diretora de vigilância em saúde da FMS, Amariles Borba, explica o fluxo de atendimento a ser seguido nos estabelecimentos de saúde. “A equipe de saúde avalia se o quadro clínico do paciente é compatível com vírus respiratórios e observa o roteiro de viagem dele nos últimos 14 dias. Diante de caso suspeito, colhe amostra de secreção respiratória para exames e faz a notificação à FMS. Dependendo do quadro de saúde, a pessoa pode ficar em isolamento domiciliar ou em ambiente hospitalar. O hospital referência é o Natan Portela”.

“O novo coronavírus é uma doença cujos sintomas ainda são alvos de estudo, mas envolvem, principalmente, problemas respiratórios. A pessoa pode apresentar tosse, febre, dificuldade de respirar. É preciso que a população fique atenta para os sinais, principalmente se esteve em países de risco”, afirma o médico infectologista da FMS, Kelsen Eulálio.

A população deve ficar alerta para as medidas de prevenção, que incluem higienizar mãos com água e sabão ou com álcool em gel; cobrir nariz e boca ao tossir ou espirrar; não tocar nos olhos, nariz e boca com mãos sujas e manter cartão de vacina atualizado. Já no ambiente hospitalar, se tiver algum caso suspeito, a equipe deve usar os equipamentos de proteção individual, preconizados pelo Ministério da Saúde.

Piauí

Piauí registra 22 mortes e 1.381 casos de Covid-19 em 24 horas

Avatar

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) divulgou nesta segunda-feira (19), que o estado do Piauí registrou em 24h, 22 óbitos e 1.381 casos de COVID-19. Conforme a Sesapi, 424 pessoas estão internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Oito homens e quatorze mulheres não resistiram às complicações da Covid-19. Eles eram de Cajueiro da Praia (29 anos), Campo Maior (74 anos), Jaicós (80 anos), Parnaíba (64 anos) e Teresina (dois de 54 anos, 61 e 68 anos). Já as mulheres eram de Colônia do Gurguéia (62 anos), Parnaíba (79 anos), Pedro II (73 anos), São João do Piauí (70 anos), São Pedro do Piauí (65 anos), Teresina (44, 54, 60, 61, 73, 74, 75 e 86 anos) e Valença do Piauí (65 anos). Cinco vítimas não possuíam comorbidades.

Os casos confirmados no estado somam 229.291 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 4.802 e foram registrados em 219 municípios.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há  1.313 ocupados, sendo 838 leitos clínicos, 424 UTIs e 51 em leitos de estabilização.

Continue Lendo

Piauí

Águas de Teresina oferece desconto para clientes com contas vencidas; Confira!

Avatar

Publicado

em

Ciente dos impactos econômicos provocados pela pandemia de Covid-19, a Águas de Teresina realiza campanha voltada aos clientes que têm contas vencidas junto à concessionária. O objetivo é incentivar a adimplência, com a oferta de descontos especiais e condições atrativas de parcelamento. O prazo para as negociações segue até o dia 14 de maio.

As opções de negociação variam conforme o valor do débito de cada cliente. O pagamento pode ser feito de diferentes formas, inclusive, agentes da Águas de Teresina que vão até a casa do usuário, mediante agendamento. Famílias beneficiadas pelo programa Tarifa Social também terão acesso à campanha de desconto na dívida acumulada.

Os parcelamentos dos débitos podem ser realizados pelo titular da conta por meio dos canais digitais e de teleatendimento da Águas de Teresina: 0800 223 2000, WhatsApp (98124-3199), Serviços Online (https://aeservicosonline.com.br/login?u=teresina) ou ainda pelo Águas App. Os pagamentos podem ser feitos mediante emissão de boleto bancário, débito automático ou cartão de débito e crédito.

As contas de água e esgoto também podem ser pagas utilizando o auxílio emergencial. Para isso, basta ter acesso ao cartão de débito virtual, que é disponibilizado pela Caixa Econômica Federal ao público que tem direito ao benefício. Esta opção está acessível em todos os canais de pagamento adotados pela Águas de Teresina.

“A concessionária está sempre aberta ao cliente, procurando atender no que for necessário. Entendemos o impacto da pandemia na receita das famílias. No caso das negociações, analisamos cada situação de forma individual e aplicamos o desconto e parcelamento mediante o tempo do débito e dos valores”, explica Victor Romani, gerente Comercial da Águas de Teresina.

O compromisso dos clientes com o pagamento das contas é importante para que a concessionária mantenha a regularidade na prestação dos serviços, pagamento de insumos, pessoal, fornecedores e continue a investir em obras para ampliação e modernização dos sistemas de abastecimento e esgotamento sanitário.

Canais digitais de atendimento
Tendo em vista o cenário de distanciamento social, a Águas de Teresina tem ampliado seus canais online e de teleatendimento, além de instalar totens de autoatendimento para dar ainda mais comodidade para os clientes pagarem suas faturas.

Outra facilidade é que, no ato da leitura e entrega das faturas, o cliente pode optar por pagar suas contas direto com o leiturista. São aceitos pagamentos com cartão de débito para as bandeiras Master Card, Visa, Amex, Diners Club, Elo e Maestro.

A empresa firmou ainda parceria com pequenos comércios em bairros e lideranças comunitárias para ampliar as opções de recebimento dos pagamentos. Em todas essas modalidades somente são aceitos cartões de crédito ou débito. Não estão sendo recebidos pagamentos em dinheiro.

Continue Lendo

Vacinação

Mais de cem mil pessoas receberam a segunda dose da vacina contra Covid no PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Segundo dados do Vacinômento, da Secretaria de Estado da Saúde, o estado do Piauí já realizou a imunização de mais de cem mil pessoas contra a Covid-19. No total, 475.921 piauienses foram vacinados, sendo 363.045 com a primeira dose e 112.876 com a segunda dose. 

A diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé, alerta a população para a importância dos grupos voltarem para tomar a segunda dose dos imunizantes. “Queremos fazer um alerta aos grupos, que já estão na etapa de segunda dose. O esquema vacinal contra a Covid-19, só fecha se todas as pessoas tiverem recebidos a primeira e a segunda dose”. 

Para realizar a dose de reforço a população deve ficar atenta à data que está no seu cartão de vacina e ao calendário de sua cidade. “No momento da aplicação da primeira dose, os técnicos já escrevem no cartão de vacina a data do retorno, para a segunda aplicação, porém algumas cidades podem antecipar seu calendário, então pedimos atenção para as datas divulgada por cada município”, lembra Cristiane Moura Fé. 

Entre os imunizantes disponíveis no Piauí, o intervalo entre as picadas deve ser de 14 a 28 dias para a Coronavac e de três meses para a da AstraZeneca. “É importante buscar a segunda dose porque a eficácia prometida foi determinada a partir de estudos que os testaram fazendo duas aplicações”, reforça a diretora. 

Quem não completa o esquema vacinal está mais sujeito à infecção, em comparação com pessoas que recebem as duas doses. Até por isso, esse indivíduo não contribui tanto para o controle da circulação do tanto para o controle da circulação do Sars-CoV-2. “ A aplicação parcial pode favorecer versões mais resistentes do coronavírus, por isso devemos procurar os postos de vacinação, assim que chegar o tempo de cada grupo”, enfatiza Cristiane Moura Fé.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat