Siga as Redes Sociais

Notícias

PRF prende casal por porte ilegal de arma e dirigir alcoolizado na BR 343

Além disso, foi constatado que o motoristas dirigia sob efeito de álcool.

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Um casal foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no km 184 da BR-343, em Piripiri-PI. Ao ser abordado pela PRF, o homem, de 48 anos, que conduzia um veículo modelo VW/Saveiro, foi flagrado com uma arma de fogo calibre 38 e cinco munições intactas. Além disso, ao ser submetido ao teste do etilômetro foi constatado que o mesmo estava dirigindo sob efeito de álcool. O fato aconteceu na tarde deste domingo (21).

“Com o condutor foram encontrados além da arma cal. 38 de marca Amadeo Rossi com numeração suprimida, cinco munições intactas. O revolver encontrava-se carregado com as munições, em ponto de pronto emprego. Ele foi submetido ao teste do etilômetro, constatando-se o teor de 0,52 mg/l de ar expelido pelos pulmões”, informou inspetor Alexsandro Lima.

No veículo estava uma mulher de 51 anos, que se apresentou como esposa do condutor do motorista. Também foi encontrada a quantia de R$ 3.116,00.

“Ao ser questionado sobre o objeto encontrado, o homem declarou ser seu, e que o havia comprado em Tocantins, de uma pessoa que não se recorda, após ter sido vítima de roubo. Já a mulher declarou que nada sabia sobre a referida arma”, disse.

O casal foi apreendido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Piripiri-PI, onde foram autuados por por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e embriaguez ao volante.

Piauí

PI: Acidente que matou empresário aconteceu após caminhão ter desviado de buracos na BR-343

Avatar

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o acidente que resultou na morte do empresário Jackson Kennedy Jacome de Lira ocorreu após um caminhão ter desviado de um buraco na BR-343, localizada entre as cidades de Altos e Campo Maior.

A PRF informou que o caminhoneiro perdeu o controle do veículo após ter desviado de buracos, e acabou colidindo frontalmente com o carro do empresário. Na colisão, Jackson também perdeu o controle e bateu contra a árvore.

Jackson não resistiu aos ferimentos e morreu. A esposa, filho, e babá, foram socorridos e encaminhados para o hospital de Altos.

Continue Lendo

Piauí

Piauí registra 08 mortes e 526 casos de Covid-19 em 24h

Avatar

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) divulgou nessa sexta-feira (30), que o estado do Piauí registrou em 24h, 08 óbitos e 526 casos da doença. No total, o Piauí contabiliza 113.291 casos confirmados e 2.400 mortes.

Seis homens e duas mulheres não resistiram às complicações da Covid-19. Eles eram naturais de Antônio Almeida (39 anos), Batalha (59  anos), Floriano (62 anos), Padre Marcos (54 anos) e Teresina (56 e 78 anos). Já elas eram de Juazeiro do Piauí (92 anos) e Teresina (60 anos).

 No boletim de ontem (28), a vítima de Campo Maior saiu na lista de óbitos como sendo do sexo feminino, mas na verdade trata-se de um homem de 63 anos. A mudança já foi feita no painel epidemiológico. 
 
Os casos confirmados no estado somam 113.291 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 2.400 e foram registrados em 187 municípios. 

Continue Lendo

Economia

Auxílio Emergencial: Caixa abre ciclo 4 de pagamentos

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga hoje (30) o auxílio emergencial para 3,4 milhões de brasileiros nascidos em janeiro. Será liberado R$ 1,36 bilhão para beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família. Os créditos abrem o ciclo 4 de pagamentos do programa e contemplam parcelas residuais e da extensão.

Do total, 645 mil pessoas receberão R$ 422,1 milhões referentes a parcela do auxílio emergencial regular, no valor de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família). Os demais, 2,8 milhões beneficiários serão contemplados hojecom a primeira parcela do auxílio emergencial extensão de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família), num total de R$ 937,7 milhões.

Também nesta sexta-feira, a Caixa credita a primeira parcela do auxílio emergencial regular para 95 mil brasileiros que tiveram o benefício aprovado. O Ministério da Cidadania autorizou o pagamento de cinco parcelas para os novos beneficiários, que tiveram o pagamento reavaliado em outubro. O crédito da primeira parcela acompanha o ciclo 4, a segunda parcela no ciclo 5 e as três últimas no ciclo 6. A portaria nº 519/2020, que traz o calendário de pagamento, foi publicada ontem (29) no Diário Oficial da União.

Os recursos estarão disponíveis na poupança social digital e poderão ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível fazer compras na internet e nas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, por meio do cartão de débito virtual e QR Code. O beneficiário também pode pagar boletos e contas, como água e telefone, pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e de saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período, de acordo com o mês de nascimento.

Saques e transferências para quem recebe o crédito nesta quarta-feira serão liberados em 7 de novembro. A partir dessa data, o beneficiário poderá retirar o auxílio emergencial no caixa eletrônico, nas agências da Caixa ou lotéricas ou usar o aplicativo Caixa Tem para transferir o dinheiro da poupança digital para contas em outros bancos, sem o pagamento de tarifas.

Beneficiários do Bolsa Família

Já os beneficiários do Bolsa Família recebem o auxílio de acordo com o calendário e critérios de pagamento do próprio programa. Dessa forma, a Caixa faz hoje, o pagamento de R$ 420,3 milhões referentes à segunda parcela do auxílio emergencial extensão para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com final de NIS número 0.

Com esse crédito, a Caixa finaliza o pagamento da segunda parcela esse público. Ao todo, mais de 16 milhões de pessoas cadastradas no Bolsa Família foram consideradas elegíveis para a segunda parcela do auxílio extensão e receberam, no total, R$ 4,2 bilhões durante o mês de outubro.

O auxílio emergencial criado em abril pelo governo federal, pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães solteiras, foi estendido até 31 de dezembro, por meio da Medida Provisória (MP) 1000. O auxílio emergencial extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

De acordo com a Caixa, não há necessidade de novo requerimento para receber a extensão do auxílio. Somente aqueles que já foram beneficiados e se enquadram nos novos requisitos estabelecidos na MP, terão direito a continuar recebendo o benefício.

No caso dos beneficiários do Bolsa Família, eles recebem o valor do programa complementado pela extensão do auxílio emergencial em até R$ 300 ou R$ 600 para mães solteiras. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300 ou R$ 600 o beneficiário receberá o valor do Bolsa Família, sempre privilegiando o benefício de maior valor.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat