Siga as Redes Sociais

Brasil

Governo de MG afirma que paredão de mina da Vale vai desabar

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O secretário de Meio Ambiente de Minas Gerais, Germano Vieira, disse nesta segunda-feira (20) que a probabilidade de a barragem da mineradora Vale, em Barão de Cocais, se romper é de 10% a 15%. Germano ainda confirmou que o talude, que está a menos de 2 km da barragem, vai se romper sem dúvida.

“O rompimento do talude vai acontecer. Há uma questão imponderável se esse rompimento do talude na cava, se ele vai afetar a barragem. Isso não é possível precisar. Adianto para vocês que o consultor desta auditoria independente, que é uma empresa estrangeira, registrou que esta chance é de uma em dez ou uma em oito. O que levaria de 10% a 15% de probabilidade”, disse o secretário.

Autoridades de vários órgãos do estado estão reunidas, nesta segunda, para o lançamento de um plano de capacitação de agentes públicos para ações de segurança de barragens.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), disse durante a abertura do evento que o estado vive “o pior momento possível” ao se referir à situação de tensão em Barão de Cocais.

Procurada, a Agência Nacional de Mineração (ANM) disse que não tem elementos para confirmar esta estimativa já que a Vale ainda não apresentou os estudos sobre a barragem.

Em nota, a mineradora disse que, “não há elementos técnicos até o momento para se afirmar que o eventual escorregamento do talude norte da cava da mina Gongo Soco desencadeará gatilho para ruptura da barragem Sul Superior.”

A Defesa Civil do estado já fez dois treinamentos com a população de Barão de Cocais simulando os alertas que serão emitidos caso a barragem se rompa. De acordo com o chefe do Gabinete Militar e coordenador da Defesa Civil de Minas, coronel Evandro Borges, há 600 barragens no estado, sendo 400 delas ligadas à mineração.

Cenários preocupantes

Segundo o secretário de Meio Ambiente, o desabamento do talude pode causar dois cenários preocupantes:

  • Rompimento da barragem Sul Superior, que é o mais grave
  • Transbordamento da água da cava, que pode atingir rios da região

Germano disse, ainda, que a movimentação do talude é um evento normal na mineração, mas o talude da mina apresentou uma intensificação destes movimentos nos últimos meses e que, por isso, a mineradora comunicou as autoridades e classificou o evento como grave.

“Quando a empresa avisa, e quando é verdadeira e franca, os órgãos têm tempo para agir e orientar a população. Toda atividade humana tem um risco. O risco zero é não ter barragem”, afirmou o secretário.

Sobre o cenário de transbordamento da água da cava, Germano disse que especialistas calcularam que este material deve transbordar na direção leste, situação um pouco mais tranquila, mas que não diminui a preocupação. A barragem está a 1,5 km da cava e pode não ser atingida pela água. Mas os leitos dos rios da região podem receber esses rejeitos.

O que disse o governador

Romeu Zema disse que a angústia vivida pelos moradores de Barão de Cocais e pelo estado como um todo é ainda pior do que o fato em si.

“Eu diria que o momento que nós estamos vivendo, neste pós-Brumadinho, é o pior possível. Todos aqui sabem, já vivenciaram isso, que pior do que um fato ruim é a possibilidade de um fato ruim acontecer. Nós, seres humanos, simplesmente não sabemos viver com incerteza. Isso nos causa uma angústia enorme”, falou o governador na abertura do evento, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

Ao citar “pós-Brumadinho”, Zema se referiu ao rompimento da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, também da mineradora Vale, que aconteceu no dia 25 de janeiro deste ano na cidade da Região Metropolitana da capital. Ao todo, 241 corpos de vítimas já foram identificados, e o Corpo de Bombeiros mantém as buscas por mais 29 pessoas que são consideradas desaparecidas.

O governador disse ainda que a mineração não tem como acabar no estado, mas que é possível tornar a atividade econômica mais segura, seguindo exemplo de países como Canadá, Austrália, Chile e África do Sul.

Zema ainda pediu aos agentes públicos que lidam diretamente com a população “paciência e tolerância” porque, muitas vezes, as pessoas estão podem estar angustiadas e desorientadas diante da possibilidade de um desastre.

Por fim, o governador afirmou que culpados devem ser punidos, mas “muito mais do que culpados, nós precisamos ter soluções, porque somente dessa maneira nós vamos ter um futuro promissor”.

Defesa Civil

Cerca de 60 representantes de defesas civis de municípios com população estabelecida em áreas abaixo de barragens de mineração foram convidados a participar do workshop.

Um dos pontos da capacitação do plano de segurança é fortalecer as defesas civis municipais, de forma que elas consigam trabalhar de forma preventiva e evitar desastres.

“Estamos trazendo os coordenadores de Defesa Civil das cidades para a gente discutir temas como prevenção, preparação e mitigação dos riscos. Tornar essa mentalidade da prevenção como algo mais substancioso”, disse o chefe do Gabinete Militar do Governador e Coordenador Estadual de Defesa Civil, coronel Evandro Geraldo Ferreira Borges.

Obras de contenção na barragem

A Vale informou que começou, na última quinta-feira (16), a terraplenagem para a construção de uma contenção de concreto a 6 km abaixo da barragem Sul Superior. O objetivo da estrutura é reter grande parte do volume de rejeitos caso a barragem se rompa.

Além disso, a mineradora está instalando telas metálicas e posicionando de blocos de granito para reforçar esta barreira física contra um possível vazamento da barragem.

Os cerca de 6 mil moradores estão dentro da zona secundária de salvamento (ZSS). Neste perímetro, a onda de rejeitos pode chegar em cerca de uma hora e 12 minutos. Outros 443 moradores da zona de autosalvamento já foram retirados de suas casas em fevereiro, quando o nível de segurança da barragem foi elevado para 2. Já em março a estrutura entrou em alerta máximo de rompimento com o nível elevado para 3.

A Defesa Civil afirmou que já tem uma equipe de plantão na cidade e mais agentes foram enviados ao local. Disse também que Barão de Cocais está toda sinalizada com as rotas de fuga e que a Prefeitura inclusive teve a iniciativa de pintar os caminhos nas vias.

Fonte: G1

Brasil

Lewandowski ajuda a montar a arapuca para pegar Pazuello na CPI

Avatar

Publicado

em

Está cada vez mais difícil para o gabinete do ódio comandado pelo vereador Carlos Bolsonaro criar narrativas a favor de qualquer coisa que beneficie seu pai, o governo dele e aliados.

É o caso, por exemplo, do pedido de habeas corpus da Advocacia Geral da União para que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, permanecesse calado ao depor na CPI da Covid-19.

O depoimento está marcado para a próxima quarta-feira. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, atendeu ao pedido de habeas corpus, mas só parcialmente.

Pazuello ganhou o direito de não responder perguntas que possam incriminá-lo, mas será obrigado a dizer a verdade em questões sobre fatos e condutas de outras pessoas.

André Mendonça, chefe da Advocacia-Geral da União, achou que não lhe cabia entrar com o pedido no Supremo. Pazuello então contratou um advogado particular para fazê-lo.

A parada foi decidida pelo presidente Jair Bolsonaro que mandou Mendonça seguir em frente com medo de que Pazuello se sentisse abandonado e à vontade para contar o que deveria esconder.

Como, sem dizer a verdade, Carlos e seus comparsas do gabinete do ódio poderão convencer os devotos do seu pai de que ele fez o melhor ao patrocinar a causa de um general em fuga?

Fonte: Ricardo Noblat/ Metrópoles

Continue Lendo

Piauí

Teresina amplia os públicos para imunização com a vacina da Pfizer

Avatar

Publicado

em

Com o recebimento de um novo lote de vacinas do laboratório Pfizer, Teresina amplia a estratégia de imunização por agendamento contra a Covid-19. Com isso, pessoas de 50 a 59 anos portadoras de comorbidades, pessoas de 50 a 59 anos com deficiência permanente, gestantes e puérperas com comorbidades acima dos 18 anos passam a ser contempladas.

As pessoas pertencentes a esses grupos podem acessar o site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ e agendar o recebimento de sua primeira dose para o período de 17 a 22 de maio. Ao entrar no site, o paciente deve clicar no botão “agendamento público-alvo”, que levará a uma página onde ele deve escolher o público ao qual ele pertence, inserir seus dados pessoais e então escolher local, dia e hora da vacinação.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), responsável pela aplicação das vacinas na capital, está também levando a vacinação a auditórios para que possa contemplar um número maior de pessoas em menos tempo. Para isso, montou equipes que garantirão a logística e segurança requeridas pelo imunizante da Pfizer. “Esses locais, assim como nos hospitais, contarão com equipes médicas de plantão para atender qualquer tipo de intercorrência”, informa a diretora de Atenção Básica da FMS, Laurimary Caminha.

Os auditórios escolhidos são os do Teresina Shopping e Centro Universitário Uninovafapi. Além destes locais, será possível realizar agendamento para os hospitais da Primavera, Buenos Aires, Promorar e Hospital Universitário (HU).

No momento da vacinação, é necessário apresentar um documento pessoal com foto (RG ou CNH); um laudo, declaração ou receita médica que comprove a comorbidade e o cartão de vacina. Para gestantes e puérperas, é pedido ainda que apresente o cartão da gestante ou laudo médico; e para as puérperas, certidão ou declaração de nascimento do bebê. Para pessoas com deficiência permanente, é pedido um laudo médico que comprove sua condição.

Confira a lista de comorbidades que têm direito à vacina contra a covid-19. Mais informações sobre cada uma delas estão disponíveis no Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde:

Diabetes mellitus;

Pneumopatias crônicas graves;

Hipertensão Arterial Resistente (HAR);

Hipertensão arterial estágio 3;

Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;

Insuficiência cardíaca (IC);

Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;

Cardiopatia hipertensiva;

Síndromes coronarianas;

Valvopatias;

Miocardiopatias e Pericardiopatias;

Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;

Arritmias cardíacas;

Cardiopatias congênita no adulto;

Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;

Doença cerebrovascular;

Doença renal crônica;

Imunossuprimidos;

Anemia falciforme;

Obesidade mórbida;

Síndrome de down;

Cirrose hepática.

Continue Lendo

Maranhão

Homem é preso após ameaçar com faca ex-mulher no Maranhão

Avatar

Publicado

em

Na manhã da última sexta-feira (14), um homem foi preso no munícipio de Arari, localizado no Maranhao, após ameaçar a ex-mulher com uma faca. Segundo informações da policia, o homem não aceitava o fim do relacionamento e manteve a vítima refém por horas.

Enquanto tentavam negociar a liberação da mulher, um dos presentes arriscou e passou por trás do homem o atingindo na cabeça com um pedaço de madeira. O suspeito caiu no chão, inconsciente e a vítima foi resgatada.

O homem recebeu cuidados médicos e foi encaminhado para a delegacia de Vitória do Mearim e está a disposição da Justiça.

Fonte: O Imparcial

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat