Siga as Redes Sociais

Brasil

Participantes têm até hoje para pagar taxa de inscrição do Enem

Redação Encarando

Publicado

em

Termina hoje (23) o prazo para pagar a taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. O valor é R$ 85 e pode ser pago em agências bancárias, casas lotéricas e Correios. A inscrição só é confirmada após o pagamento. 

As inscrições para o Enem foram encerradas na última sexta-feira (17), com 6.384.957 inscritos. O total de participantes confirmados será divulgado no dia 28 deste mês. 

Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo tem participação garantida.

As provas serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou de financiamento estudantil (Fies).

Estudo

Para reforçar o conhecimento dos candidatos, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) oferece várias estratégias gratuitas, como o Questões do Enem, no qual os estudantes têm acesso a um atualizado banco de dados que reúne provas de 2009 até 2018. O site permite a resolução das questões online, com o recebimento do gabarito. [LINK: http://questoesenem.ebc.com.br/] 

Pelo perfil EBC na Rede, é possível acompanhar a série Caiu no Enem. O desafio é responder, no fim de semana, à questão publicada na sexta-feira. Na segunda-feira, um professor responde ao questionamento. A série fica até a semana que antecede o exame de 2019. Para ter acesso aos vídeos com as respostas, basta se inscrever no canal youtube.com/ebcnarede.

Fonte: Agência Brasil

Brasil

Festa surpresa deixa seis com Covid-19 e 16 da mesma família com suspeita: ‘Pesadelo’

Avatar

Publicado

em

Uma festa de aniversário surpresa se tornou um pesadelo para uma família do interior paulista, após seis serem contaminados e 16 terem sintomas de Covid-19. Filhos e netos de Registro, cidade do Vale do Ribeira, tiveram suspeita ao se reunirem no início de outubro para comemorar o aniversário do patrono, que completou 70 anos. “Se tornou um grande pesadelo”, desabafa a filha Lucieny Moura, de 41 anos.

Lucieny é técnica de enfermagem e relatou neste sábado (31) que, três dias após a festa surpresa do pai, os familiares começaram a ter diarreia, vômito, perda de apetite, fraqueza e dores de cabeça e musculares. Ela passou a apresentar sintomas a partir do sétimo dia, quando começou a sentir muitas dores.

Os familiares começaram, então, a procurar unidades de saúde. A técnica explica que nem todos conseguiram fazer os testes, e quem trabalhava em home office ou os estudantes não chegaram a fazer o teste, por já estarem em isolamento. Da família, Lucieny, o esposo, o irmão, a cunhada e os pais fizeram a testagem, e todos receberam a confirmação da doença. “Os sintomas foram os mesmos, até mesmo em quem não testou”, explica.

Alguns familiares moram em São Vicente, no litoral paulista, e o irmão dela em Minas Gerais. Ela relata que todos ficaram em isolamento por duas semanas, até a melhora nos sintomas. Apesar das dores fortes, ninguém precisou ser internado. “Estamos bem, graças a Deus. Meu marido está melhor, mas continua com complicações de diabetes”, comenta.

Lucieny conta que toda a família era extremamente cuidadosa, e por isso decidiu se reunir. Após o episódio, ela comemorou a recuperação nas redes sociais e publicou um texto alertando amigos sobre o perigo. “Para mim, foi uma surpresa, pelo tanto que me cuidava. O pessoal está me malhando por ser da enfermagem, mas, acima de tudo, eu sou um ser humano. Todos nós que saímos para trabalhar somos linha de frente, eu fiz a postagem para alertar disso”, completa.

Ver irmãos, sobrinhos, filhos e pais passarem por essa situação foi complicado para a técnica. “Foram dias muito difíceis”, relembra. Agora, ela comemora que a família esteja bem, mas decidiu usar a experiência para conscientizar pessoas.

Fonte: G1

Continue Lendo

Economia

Auxílio Emergencial: Caixa abre ciclo 4 de pagamentos

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga hoje (30) o auxílio emergencial para 3,4 milhões de brasileiros nascidos em janeiro. Será liberado R$ 1,36 bilhão para beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família. Os créditos abrem o ciclo 4 de pagamentos do programa e contemplam parcelas residuais e da extensão.

Do total, 645 mil pessoas receberão R$ 422,1 milhões referentes a parcela do auxílio emergencial regular, no valor de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família). Os demais, 2,8 milhões beneficiários serão contemplados hojecom a primeira parcela do auxílio emergencial extensão de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família), num total de R$ 937,7 milhões.

Também nesta sexta-feira, a Caixa credita a primeira parcela do auxílio emergencial regular para 95 mil brasileiros que tiveram o benefício aprovado. O Ministério da Cidadania autorizou o pagamento de cinco parcelas para os novos beneficiários, que tiveram o pagamento reavaliado em outubro. O crédito da primeira parcela acompanha o ciclo 4, a segunda parcela no ciclo 5 e as três últimas no ciclo 6. A portaria nº 519/2020, que traz o calendário de pagamento, foi publicada ontem (29) no Diário Oficial da União.

Os recursos estarão disponíveis na poupança social digital e poderão ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível fazer compras na internet e nas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, por meio do cartão de débito virtual e QR Code. O beneficiário também pode pagar boletos e contas, como água e telefone, pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e de saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período, de acordo com o mês de nascimento.

Saques e transferências para quem recebe o crédito nesta quarta-feira serão liberados em 7 de novembro. A partir dessa data, o beneficiário poderá retirar o auxílio emergencial no caixa eletrônico, nas agências da Caixa ou lotéricas ou usar o aplicativo Caixa Tem para transferir o dinheiro da poupança digital para contas em outros bancos, sem o pagamento de tarifas.

Beneficiários do Bolsa Família

Já os beneficiários do Bolsa Família recebem o auxílio de acordo com o calendário e critérios de pagamento do próprio programa. Dessa forma, a Caixa faz hoje, o pagamento de R$ 420,3 milhões referentes à segunda parcela do auxílio emergencial extensão para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com final de NIS número 0.

Com esse crédito, a Caixa finaliza o pagamento da segunda parcela esse público. Ao todo, mais de 16 milhões de pessoas cadastradas no Bolsa Família foram consideradas elegíveis para a segunda parcela do auxílio extensão e receberam, no total, R$ 4,2 bilhões durante o mês de outubro.

O auxílio emergencial criado em abril pelo governo federal, pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães solteiras, foi estendido até 31 de dezembro, por meio da Medida Provisória (MP) 1000. O auxílio emergencial extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

De acordo com a Caixa, não há necessidade de novo requerimento para receber a extensão do auxílio. Somente aqueles que já foram beneficiados e se enquadram nos novos requisitos estabelecidos na MP, terão direito a continuar recebendo o benefício.

No caso dos beneficiários do Bolsa Família, eles recebem o valor do programa complementado pela extensão do auxílio emergencial em até R$ 300 ou R$ 600 para mães solteiras. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300 ou R$ 600 o beneficiário receberá o valor do Bolsa Família, sempre privilegiando o benefício de maior valor.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Brasil

Bolsonaro pede desculpas após zombar de refrigerante rosa no Maranhão e diz que vê ‘maldade’ em críticas

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução

 O presidente Jair Bolsonaro pediu desculpas, nesta quinta-feira, após ter feito uma piada preconceituosa ao tomar o Guaraná Jesus, refrigerante cor-de-rosa popular no Maranhão, durante visita ao estado nordestino.

— Pessoa, fiz uma brincadeira. Se alguém se ofendeu, me desculpa aí, tá certo. O Guaraná Jesus, devido à cor dela, cor-de-rosa — disse Bolsonaro, durante transmissão ao vivo nas redes sociais, enquanto bebia o produto.

Mais cedo, ao visitar o Maranhão, o presidente tomou o refrigerante e questionou se teria virado “boiola”, devido à cor da bebida.

— Agora, eu virei boiola igual maranhense, é isso? Olha o guaraná cor-de-rosa do Maranhão ai ó. Quem toma esse guaraná vira maranhense — disse, rindo, enquanto mostrava o copo com a bebida.

Cerca de um minuto depois, Bolsonaro volta a falar de “boiolagem” ao citar a cor do refrigerante.

— Guaraná cor-de-rosa do Maranhão, fudeu, fudeu. É boiolagem isso aqui — afirma. Refrigerante Bolsonaro

Ao comentar o episódio, ele afirmou que o interlocutor levou a brincadeira “na esportiva” e disse ver “maldade” nas críticas que recebeu nas redes sociais.

— A brincadeira que eu fiz não foi televisão, não. Tava conversando com o cara “Pô, o guaraná é cor-de-rosa aqui”. Falei uns troços lá, alguém pegou, divulgou, não sei o que, como se eu tivesse ofendendo aí quem quer que seja no Maranhão. Muito pelo contrário. Com quem eu tava brincando era um maranhense, que levou na esportiva. Agora, a maldade está aí — disse o presidente.

A declaração de Bolsonaro foi criticada pelo governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), que faz oposição ao presidente e prometeu processá-lo.

“Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado.”

Fonte: Extra

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat