Siga as Redes Sociais

Brasil

Marido de deputada é assassinado e polícia suspeita de execução

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O marido da deputada federal Flordelis (PSD) foi assassinado na madrugada desse domingo (16), em Pendotiba, Niterói. Segundo informações, Anderson do Carmo de Souza foi executado por volta das 4h, com diversos tiros, pouco tempo após chegar em casa.

A polícia diz que a hipótese de latrocínio “vai se afastando” conforme a investigação avança, embora ainda não esteja descartada. A principal hipótese considerada pelos investigadores no fim da tarde de domingo era a de execução.

Uma equipe do 12º BPM foi acionada com a informação de uma tentativa de homicídio no local onde Anderson foi baleado. A vítima já havia sido socorrida pelos familiares e levada para o Hospital Niterói D’Or, em Santa Rosa, mas ela não resistiu aos ferimentos.

A principal hipótese investigada pela polícia é a de execução. O cachorro da família foi dopado, e os criminosos usavam toucas ninja. O corpo de Anderson tinha mais de 30 perfurações – entre as provocadas por entradas e saídas de projéteis.

“Apesar de ainda não estar 100% descartado, latrocínio vai se afastando”, disse um investigador na tarde deste domingo (16). Uma desavença familiar também é investigada como uma das hipóteses para motivação do crime, segundo fontes da delegacia.

Deputada prestou depoimento

A deputada prestou depoimento neste domingo e falou que o marido tentou evitar que criminosos entrassem em sua casa.

“Eu só fui dar um passeio com meu marido, mais nada, gente… Só um passeio, que acabou desta forma, [com ele] perdendo a vida protegendo a casa, protegendo a família. O que ele tentou foi evitar que… Infelizmente abriu o portão da garagem e ele tentou evitar que eles entrassem dentro da casa. Ele sacrificou a vida dele para proteger a família”, contou.

Damares e Witzel lamentam morte

O pastor deixa 55 filhos – 4 biológicos e 51 adotados. A ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, lamentou o caso nas redes sociais.

“Estou profundamente abalada com a notícia do assassino do meu querido amigo e pastor Anderson Carmo, esposo da minha também amiga deputada @Flordelismk. Uma pessoa ímpar, exemplo para tanta gente. Pai de 56 filhos, a maioria adotivos”, escreveu a ministra.

O governador do Rio, Wilson Witzel, também se pronunciou. “Lamento a morte do Pastor Anderson Carmo, marido da deputada federal Flordelis. O crime será investigado com rigor pela @PCERJ. Meus sentimentos à família, especialmente sua esposa e filhos”, escreveu o governador no Twitter.

Fonte: G1

Brasil

Incêndio atinge hospital na zona norte do Rio de Janeiro e causa uma morte

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Image Reprodutiva

Um incêndio atingiu o prédio 1 do Hospital Federal de Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro, na manhã de hoje. Ao todo 12 unidades do Corpo de Bombeiros fizeram o atendimento ao local, com auxílio do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O coordenador assistencial do hospital, Carlos César Assef, confirmou a morte de uma mulher de 42 anos, que estava em estado gravíssimo, durante a transferência.

Segundo o secretário de Defesa Civil, Leandro Monteiro, ela estava internada no hospital com covid-19 e intubada. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima morreu na ambulância a caminho do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, também na zona norte do Rio.

Feridos estão sendo atendidos em outro prédio do hospital ou sendo transferidos. O fogo foi controlado e não se propagou para outras unidades.

“Até o momento temos confirmada uma morte na Unidade Covid de Terapia Intensiva. O óbito aconteceu durante o processo de evacuação. Uma paciente feminina de 42 anos. Estamos fazendo agora o trabalho de assistência. Os pacientes estão sendo transferidos por ordem de prioridade”, disse Carlos César.

A direção do Hospital Federal de Bonsucesso informou que a brigada de incêndio da unidade removeu cerca de 200 pacientes do prédio 1 para o prédio 2 até a chegada do Corpo de Bombeiros. Pessoas foram levadas em macas e cadeiras de rodas pelas ruas próximas, que ficaram bloqueadas.

Posteriormente, 46 pacientes foram transferidos para sete unidades de saúde diferentes, de acordo com os Bombeiros. Ainda segundo a corporação, quatro pacientes foram levados para o Hospital de Campanha do Riocentro, na zona oeste.

O porta-voz dos Bombeiros, tenente-coronel Lauro Botto, informou que o incêndio persiste no prédio 1, mas a situação está controlada.

“Até agora, o incêndio se mantém exclusivamente no prédio 1, não tivemos propagação para outros prédios. Tanto a estrutura quanto o funcionamento das outras unidades do hospital estão funcionando normalmente. A princípio a situação está controlada, mas estamos retirando os cilindros de oxigênio, porque sempre existe o risco de explosão”, disse.

O Corpo de Bombeiros trabalha também com o risco de desabamento no prédio 1. Os técnicos da Defesa Civil estão no local para avaliar a estrutura da unidade atingida pelo fogo.

Transferência de pacientes

No hospital, havia pacientes internados no CTI (Centro de Terapia Intensiva), fazendo hemodiálise e mulheres em trabalho de parto, que exigem maior cuidado.

Por isso, depois que o prédio foi evacuado, os bombeiros começaram a organizar a transferência de alguns pacientes. Eles foram para outros hospitais e também aconteceu a reativação do hospital de campanha do Riocentro.

“A gente removeu vítimas que a própria unidade não teve capacidade de absorver. Com uma ação integrada, a gente conseguiu remover pacientes para sete unidades diferentes. Elas não sofreram ferimentos em decorrência do incêndio. Pacientes que já estavam em estado grave foram para o outro prédio da própria unidade ou para outros hospitais, de acordo com essa parceria”, informou o porta-voz do Corpo de Bombeiros.

A secretaria estadual de Saúde do Rio de Janeiro informou que está com toda a rede de assistência preparada para essa emergência. Outras transferências podem acontecer.

Na frente do hospital há uma oficina, que virou um local para atendimento provisório a alguns pacientes. Macas e monitores foram colocados no local. Um dos pacientes teve que sair em uma ambulância para o Hospital Salgado Filho. Outros ficaram recebendo atenção de médicos e enfermeiros na oficina mesmo.

Uma enfermeira do hospital relatou como foi feita a evacuação.

“A gente evacuou o prédio. Não teve nenhum ferido, conseguimos evacuar todos. Somos treinados para isso (evacuação) e todos se mobilizaram”, disse a enfermeira identificada como Silvia, às emissoras de televisão que estão no local.

Parentes de pacientes começaram a chegar ao hospital em busca de informações e estão sendo orientados pelos bombeiros.

Causa e controle do incêndio

O incêndio atingiu a enfermaria e os equipamentos de Raio-X. As primeiras informações indicam que o fogo começou pouco antes das 10h, e os primeiros bombeiros chegaram aproximadamente 10 minutos depois.

A origem do incêndio ainda é desconhecida, e o Corpo de Bombeiros afirmou que só poderá determinar a razão após perícia, que deve ser feita por uma equipe da Polícia Federal que está no local. Testemunhas e o tenente-coronel Lauro Botto disseram que o problema foi percebido inicialmente no almoxarifado, onde há muitas fraldas guardadas, o que teria contribuído para o fogo aumentar.

Os bombeiros conseguiram evitar que o incêndio se alastrasse para outras unidades do hospital, mas ainda estão preocupados com a estrutura do local atingido. “Sempre trabalhamos com o risco de desabamento. Estamos avaliando, mas a informação mais precisa só teremos depois que os técnicos de Defesa Civil e engenheiro adentrarem. Por enquanto, a maior preocupação, que era evitar que o fogo se propagasse, nós conseguimos evitar. As outras unidades estão funcionando normalmente. Os focos de incêndio estão controlados, então a situação está tranquila, dentro do possível”, disse Lauro Botto.

Fonte: Uol

Continue Lendo

Brasil

Jornalista da Record é encontrado com vida após sequestro

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Romano dos Anjos, apresentador e editor-chefe do programa “Mete Bronca”, da TV Imperial, afiliada da Record em Boa Vista, no estado de Roraima, foi encontrado na manhã desta terça-feira (27). O jornalista havia sido sequestrado na noite de segunda (26) dentro da própria casa.

A polícia o encontrou por meio de denúncia anônima em um local chamado Beco do Luquinha, na região de Bom Intento, na zona rural de Boa Vista. Romano estava amarrado e tinha um ferimento no braço.

Bandidos invadiram a casa onde ele estava e o levaram na frente da esposa, a também apresentadora Nattacha Vasconcelos. Depois de ser feita de refém, ela foi deixada sozinha e amarrada no imóvel em que mora, no bairro Aeroporto. De lá, conseguiu pedir ajuda.

Segundo a Polícia Militar do estado, o casal foi rendido por três homens armados. Romano e Nattacha estavam jantando quando a casa foi invadida. Os criminosos pegaram os celulares dos dois para evitar qualquer tipo de comunicação.

A polícia encontrou o carro em que ele foi levado carbonizado na BR-174 por volta das 22h. O automóvel, um Fiat Mobi, pertencia ao jornalista, que nos últimos tempos vinha levando ao ar denúncias de corrupção.

Na edição da madrugada de seu telejornal, a Record confirmou o sequestro do apresentador. Segundo o telejornal, os criminosos teriam levado o jornalista no sentido da fronteira com a Venezuela.

A Polícia Civil se manifestou sobre o sequestro por meio de nota enviada por sua assessoria. “A Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Militar e a Polícia Civil de Roraima informam que estão mobilizadas para esclarecer o sequestro do jornalista Romano dos Anjos”.

Fonte: Uol

Continue Lendo

Brasil

Jornalista da TV Record é sequestrado de dentro da própria casa em Roraima

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O jornalista Romano dos Anjos, de 40 anos, foi sequestrado na noite desta segunda-feira (26), do bairro Aeroporto, zona Norte de Boa Vista. Segundo a Polícia Militar, ele estava em casa, jantando com a esposa, quando três homens armados e encapuzados entraram no imóvel. 

Inicialmente, ainda segundo a PM, os bandidos procuraram por dinheiro. Depois, eles deixaram a esposa do jornalista amarrada dentro da casa e levaram Romano no próprio carro. O crime foi por volta de 20h40. 

O veículo do jornalista foi encontrado minutos depois queimando na BR-174, antes da ponte do Rio Cauamé, sentido Norte. 

Carro do jornalista Romano dos anjos — Foto: Laudinei Sampaio/ Rede Amazônica

Ainda não se tem informações sobre o paradeiro do jornalista. A Polícia Militar faz buscas para encontrá-lo. Romano dos Anjos é apresentador da TV Imperial, afiliada à Rede Record em Roraima. 

“A Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Militar e a Policia Civil de Roraima informam que estão mobilizadas para esclarecer o sequestro do Jornalista Romano dos Anjos”, informou a assessoria da Polícia Civil.

Por telefone, a diretora de jornalismo da Imperial, Leiliane Matos, disse ao G1 que os criminosos levaram os celulares da esposa e de Romano. 

“Eles estavam jantando dentro do quarto quando ouviram os latidos dos cachorros. O Romano abriu a porta para verificar o que era e eles já estavam dentro da casa. A esposa disse os suspeitos os ameaçaram o tempo todo e mandou que ficassem de cabeça baixa”, contou Matos, com base no relato da esposa do jornalista. 

A Sesp informou que o serviço de inteligência foi acionado e “o efetivo de serviço do Policiamento da Capital está patrulhando as possíveis rotas de fuga e conta com reforço de militares voluntários.” 


Qualquer informação que possa ajudar nas buscas podem ser informadas pelo 190. A identidade é mantida em sigilo.

Fonte: G1

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat