Siga as Redes Sociais

Brasil

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar. 

Fonte: Agência Brasil

Comente

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Sérgio Moro recebe carteira da OAB e abre escritório de advocacia

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Adriano Machado/Reuters

Quase cinco meses depois de romper com o presidente Jair Bolsonaro e renunciar ao cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, o ex-juiz federal Sérgio Moro obteve na última terça-feira, dia 15, o registro junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e recebeu o número de sua carteira profissional vinculada à Seccional do Paraná da entidade.

O ex-titular da Lava Jato que colecionou desafetos entre criminalistas vai atender sua futura clientela em um endereço de Curitiba, base e origem da maior operação já desencadeada no País contra a corrupção. O cadastro nacional dos advogados registra um endereço no bairro de Bacacheri como o futuro endereço profissional de Moro.

Antes de começar a advogar, no entanto, Moro deverá acabar de cumprir a quarentena de seis meses determinada pela Comissão de Ética da Presidência. Levando em consideração a data em que anunciou sua renúncia e acusou o presidente Jair Bolsonaro de suposta tentativa de interferência na Polícia Federal, 24 de abril, a quarentena do ex-juiz terminará no fim de outubro.

Fonte: Folhapress

Continue Lendo

Brasil

Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio acumulado de R$ 32 milhões

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira (17) o prêmio acumulado de R$ 32 milhões. É o segundo sorteio da Mega-Semana da Primavera, quando são realizados três concursos durante a semana.

As seis dezenas do concurso 2.300 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Fonte: Notícias ao Minuto

Continue Lendo

Brasil

Presidente do Nacional-PR é morto a facadas por ex-jogador do clube

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O presidente do Nacional, clube da cidade de Rolândia (PR), foi morto na noite de quarta-feira por um ex-atleta de apenas 20 anos. José Danilson, de 58 anos, recebeu facadas no pescoço e na perna e, mesmo socorrido ao Hospital do Coração de Londrina, acabou morrendo. O motivo do crime teria sido uma possível dívida no valor de R$ 7 mil.

O homicídio aconteceu na rua Santa Catarina, esquina da rua Hugo Maria do Vale, próximo à empresa KonexTelecom, que tem José Danilson como um dos proprietários. Ele foi surpreendido pelo jogador, identificado como Vinicius (Henrique) Corsini (da Silva).

Vinícius deu duas facadas em José Danilson, sendo uma na região do pescoço e uma na perna. Após a agressão, jogou a faca em uma residência próxima e tentou fugir. Mas acabou detido por populares que o seguraram até a chegada de uma viatura da Polícia Militar, que o prendeu e o encaminhou à delegacia.

Ao ser abordado, o jogador afirmou que cometeu o crime por ter uma desavença com o ex-mandatário dos tempos em que atuou no Nacional-PR. O clube teria uma dívida com seu ex-atleta em torno de R$ 7 mil. Vinícius iniciou a carreira no Rolândia e passou por Nacional-PR e São Paulo Crystal-PB. Atualmente, estava sem clube.

FIGURA CONHECIDA – José Danilson Alves de Oliveira era uma figura bastante conhecida na cidade de Rolândia, de 67 mil habitantes, próxima de Londrina. Foi vice-prefeito e três vezes vereador entre 2001 e 2012, inclusive comandando a presidência da Câmara Municipal. Ele iria concorrer à vereança de novo agora neste ano.

Desde 2000 acompanhava o Nacional-PR, clube do qual presidiu a partir de 2007. O time fará a sua estreia na Série D do Campeonato Brasileiro, a quarta divisão nacional, neste sábado, às 15h30, em casa, no estádio Erich George, diante da Ferroviária-SP.

A diretoria ainda não se pronunciou sobre o caso, mas tudo leva a crer que pedirá adiamento da partida. O clube foi campeão no ano passado da Taça Federação Paranaense de Futebol (FPF) e, por isso, ganhou o direito de disputar a Série D. E jogará a segunda divisão do Campeonato Paranaense agora nos últimos meses do ano.

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat