Siga as Redes Sociais

Brasil

Policial civil mata PM a tiros após confusão em boate. Veja vídeo

Redação Encarando

Publicado

em

Um policial civil é acusado de matar a tiros um PM na casa noturna Barril 66, às margens da Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB). Uma mulher também ficou ferida pelos disparos feitos dentro do estabelecimento e precisou ser levada ao Hospital de Base do DF (HBDF).

O crime ocorreu por volta das 3h desta segunda-feira (15/04/19). A vítima é o primeiro-tenente Herison Oliveira Bezerra (foto em destaque), 38 anos, que era lotado no 10º Batalhão de Polícia Militar (Ceilândia). O oficial levou três tiros – dois no tórax e um no abdômen. Ele chegou a ser levado ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), mas não resistiu aos ferimentos.

Câmeras de segurança da boate mostram o momento dos disparos. Nas imagens, é possível ver o policial militar passando em frente ao agente. Eles se esbarram e o policial civil saca a arma e atira. O PM chega a pegar a pistola, mas é alvejado antes. Aos delegados, o acusado alegou legítima defesa.

Segundo testemunhas, os dois já haviam discutido antes de ocorrerem os disparos. O militar teria ido ao banheiro e o agente ficou esperando na porta. O autor foi identificado como Péricles Junior, lotado na 14ª Delegacia de Polícia (Gama).

De acordo com a PM, o policial civil assumiu o crime. Preso, foi conduzido preso à 21ª DP (Taguatinga Sul), responsável por investigar o caso. Antes, teria tentado fugir, mas foi contido por uma guarnição da Polícia Militar.

De acordo com informações preliminares, a confusão entre os envolvidos teria ocorrido após um esbarrão. Os disparos foram feitos por uma arma calibre .40. A esposa do PM quase foi atingida. Nas imagens flagradas pelas câmeras de segurança, ela aparece tentando socorrer a vítima, que deixa um filho adolescente.

O policial civil está sendo ouvido pela Corregedoria da corporação na manhã desta segunda (15). No momento dos disparos, a boate estava lotada. O estabelecimento tem capacidade para 1,5 mil pessoas.

Chamados ao local, bombeiros informaram que o tenente foi levado inconsciente e com uma hemorragia grave ao HRT, onde acabou falecendo. A corporação disse ainda que a outra vítima — identificada como Andressani de Oliveira Sales, 39 — levou um tiro de raspão na coxa.

“Muita gente desnorteada”
O vendedor ambulante Elias Rocha, 65, vende pastéis em frente à boate Barril 66 e presenciou o momento em que as pessoas saíram da boate desesperadas, na madrugada desta segunda. “Cheguei por volta das 3h e vi muita gente sair desnorteada lá de dentro. Logo depois, chegaram diversas viaturas da PM e eles trouxeram o policial detido que ainda estava na festa. Vira e mexe tem confusão nesse estabelecimento, mas nunca  soube de morte lá dentro, antes”, contou.

Um policial militar que atendeu a ocorrência contou que estava na viatura, perto da boate, quando ouviu os disparos. “Presenciamos muitas pessoas correndo, pulando a grade, as janelas. Tentamos ver se alguém estava armado, mas não vimos nada. Nos informaram que tinha um policial baleado no banheiro. Entramos e encontramos ao menos cinco pessoas armadas na boate, entre policiais civis e militares”, relatou o PM, que não quer ser identificado.

Ainda de acordo com ele, o tenente Herisson estava deitado no chão, ferido, em estado grave. O Corpo de Bombeiros foi acionado e a equipe tentou localizar o atirador. “Uma testemunha afirmou que o suspeito estava saindo do local. Corremos, pulamos a cerca e conseguimos detê-lo. Ele ficou dizendo que ia se entregar, mas demos voz de prisão, pedimos a arma e o levamos para a 21ª DP”,contou o militar.

Fonte: Metrópoles

Saúde

Fiocruz: 18 estados e DF têm ocupação de leitos de UTI acima de 80%

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Dezoito estados e o Distrito Federal têm ocupação de leitos de UTI para covid-19 acima de 80%. Desses, 10 estão com lotação acima de 90%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (2) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

No Boletim do Observatório Fiocruz Covid-19, a entidade chama a atenção para a gravidade do momento no país, com um forte crescimento no número de casos de contaminações e óbitos causados pela doença e classifica a situação como a ponta de um iceberg.

“Verifica-se em todo o país o agravamento simultâneo de diversos indicadores, como o crescimento do número de casos e de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de SRAG [Síndrome Respiratória Aguda Grave], a alta positividade de testes e a sobrecarga dos hospitais. No momento, 19 unidades da Federação apresentam taxas de ocupação de leitos de UTI acima de 80% – no boletim anterior eram 12. O cenário alarmante, segundo a análise, representa apenas a ponta do iceberg de um patamar de intensa transmissão no país”, destacou a Fiocruz.

Diante desse quadro, os pesquisadores disseram ser necessária a adoção de medidas não farmacológicas mais rigorosas, incluindo a manutenção de todas medidas preventivas, como distanciamento físico, uso de máscaras e higiene das mãos, até que a pandemia seja declarada encerrada.

Além disso, são recomendadas medidas de supressão, como restrição da circulação e das atividades não essenciais, de acordo com a situação epidemiológica e capacidade de atendimento de cada região, avaliadas semanalmente a partir de critérios técnicos como taxas de ocupação de leitos e tendência de elevação no número de casos e óbitos.

Fonte: Reuters

Continue Lendo

Brasil

Advogados entram com recurso para manter Flordelis no cargo de deputada federal

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Câmara Federal

A defesa de Flordelis dos Santos de Souza entrou com recurso na 2aª Câmara Criminal do Rio, na tarde dessa terça-feira, contra decisão que determinou o afastamento da pastora do cargo de deputada federal. Os advogados solicitaram, ainda, que a determinação de afastamento seja suspensa até o julgamento do recurso. Flordelis é ré, acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo.

Os advogados Anderson Rollemberg e Maurício Mayr entraram com um Recurso Especial, endereçado do Superior Tribunal de Justiça, no qual argumentam que a atribuição para afastar Flordelis do cargo deveria ser da Câmara dos Deputados, e não do Poder Judiciário. Eles ainda frisam que a parlamentar já responde a um processo disciplinar no Conselho de Ética e Disciplina da câmara, que pode culminar com a perda de seu mandato.

A petição foi apresentada à 2ª Câmara Criminal, que decidirá se o recurso satisfaz as condições necessárias para ser encaminhado ao STJ. Em seguida, o julgamento do mérito caberá ao tribunal superior.

A defesa também entrou, nessa terça-feira, com um Recurso Extraordinário que também deverá ser encaminhado ao Supremo Tribunal Federal. Esse recurso, no entanto, só será julgado após a decisão do STJ e caso o tribunal negue o pedido feito pelos advogados.

No último dia 23, os desembargadores da 2ª Camara Criminal do Rio decidiram afastar Flordelis de qualquer função pública, incluindo o cargo de deputada federal. O pedido foi feito pelo Ministério Público estadual do Rio, sob argumentação de que a parlamentar poderia interferir em seu julgamento no processo criminal na qual é acusada de ser mandante da morte do marido. 

O desembargadores decidiram pelo afastamento até que Flordelis seja julgada no processo criminal respondido por ela na 3ª Vara Criminal de Niterói. O afastamento não poderá durar mais de um ano. Os magistrados ainda determinaram que a decisão seja submetida ao plenário da Câmara dos Deputados para que os parlamentares decidam se mantém a suspensão das funções públicas. 

No dia seguinte ao julgamento, a Justiça do Rio notificou a Câmara dos Deputados sobre a decisão de afastamento, mas ainda não há previsão para que seja julgada a manutenção do afastamento de Flordelis.

Fonte: Extra


Continue Lendo

Brasil

Com UTIs lotadas e filas por leitos, Santa Catarina vai transferir pacientes para Espírito Santo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Pedro Nunes/Reuters

Santa Catarina vai transferir até 16 pacientes com Covid-19 para o Espirito Santo. Em comunicado, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) catarinense confirmou que o transporte será feito de Chapecó, no Oeste, nesta terça-feira (2) para uma unidade de saúde na região metropolitana de Vitória. Esta é a primeira vez desde o início da pandemia que Santa Catarina transfere pacientes com Covid-19 para outros estados. 

A transferência foi acertada após tratativas entre o secretário da SES, André Motta Ribeiro, e o governo capixaba. Santa Catarina vive um momento de colapso no sistema de saúde, com mais de 200 pacientes na fila de espera por um leito de internação em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e superlotação nos hospitais. 

O transporte deverá ocorrer ao longo do dia por aviões do Batalhão de Operações de Aéreas (BOA) e uma empresa terceirizada contratada. Ribeiro disse que não foram definidos os horários e outros detalhes da transferência dos pacientes. 

No Espírito Santo, a ocupação de leitos de UTI é de 75,65%, de acordo com dados divulgados na segunda-feira. Em janeiro, o estado recebeu 36 pacientes com Covid-19 transferidos de Manaus, sendo que seis amazonenses morreram durante o tratamento no estado capixaba.

Espera por leito em SC 

Desde março de 2020, 675.577 pessoas foram infectadas com o coronavírus em Santa Catarina. Desse total, 7.438 morreram. De domingo para a segunda, foram 80 mortes incluídas no boletim em 24 horas. Ainda de acordo com os dados divulgados pela SES, o índice geral de ocupação das UTIs públicas é de 95,4% e a de leitos adultos é de 99,1%, a mais alta da pandemia.

Ao menos cinco pessoas morreram à espera de leitos de UTI no estado desde sexta-feira (26): quatro deles em Xanxerê, no Oeste, e uma técnica de enfermagem em Itapema, no Litoral Norte, que trabalha na linha de frente de combate à doença. 

Fonte: G1


Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat