Siga as Redes Sociais

Educação

Estudantes tem até amanhã para se inscrever no Enem

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Mesmo com o anúncio do adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, as inscrições para a prova não serão prorrogadas. O prazo termina nesta sexta-feira (22), às 23h59 . Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, mais de 4, 3 milhões de estudantes já estão inscritos o para participar desta edição.

Enem Digital

Para o Enem Digital não há mais vagas. As 101,1 mil vagas oferecidas se esgotaram desde a semana passada. A prova é a versão informatizada do Enem. Em vez de cadernos de provas e cartão de respostas em papel, os participantes fazem as provas diretamente no computador.

Os candidatos não farão a prova em casa. A aplicação será em laboratórios de informática em diversas faculdades brasileiras. Nessa opção, o candidato receberá um cartão de confirmação da inscrição no Enem com o endereço da faculdade e o laboratório de informática onde fará a prova, sob supervisão dos fiscais no Enem.

Inscrições

Para evitar erros na hora da inscrição, o Inep recomenda a todos os vestibulandos que o procedimento seja feito com calma. O aluno deve, por exemplo, verificar cuidadosamente as informações declaradas. Algumas delas não poderão ser modificadas depois da inscrição concluída.

Os dados que constam na Receita Federal (nome, nome da mãe e data de nascimento) devem ser os mesmos declarados por quem vai fazer o Enem. Quando há divergência, o sistema informa que o participante precisa fazer a correção no órgão. A inscrição poderá ser concluída apenas após a atualização dos dados na Receita.

O participante que já concluiu a inscrição tem a oportunidade de fazer modificações em alguns itens do sistema do Enem, mas somente até amanhã, antes do prazo final de inscrições.

Isenção

Os inscritos que se enquadram nos requisitos apresentados nos editais como beneficiários da gratuidade da taxa de inscrição ficarão isentos sem a necessidade de um pedido formal. Para os demais, a taxa de R$ 85 deve ser paga até 28 de maio, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), gerada ao final da inscrição.

Nova data

Nos próximos dias , o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai fazer uma consulta aos inscritos para definir novas datas para o exame, que estava previsto para os dias 1 e 8 de novembro (impresso) e 11 e 18 de novembro (Digital). Eles serão convidados a responder uma enquete na Página do Participante para que possam manifestar sua opinião em relação ao melhor momento para realizar as provas.

Informação

As informações a respeito do Enem 2020 podem ser acompanhadas no portal do Inep e do Ministério da Educação, assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do Governo Federal. Dúvidas relativas ao processo de inscrição podem ser sanadas pelo Fale Conosco, do Inep, por meio do autoatendimento online ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Provas

Tanto na versão impressa quanto na digital, os participantes farão provas de linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias, com 45 questões de múltipla escolha em cada área de conhecimento. A redação será manuscrita, em papel, nas duas modalidades.

Fonte: Agência Brasil

Educação

Estudantes podem pedir reaplicação do Enem a partir de hoje

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Candidatos que não puderam participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por estarem com sintomas de covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa e aqueles que não conseguiram fazer as provas por problemas logísticos podem, a partir de hoje (25), pedir para participar da reaplicação do Enem na Página do Participante. O sistema ficará aberto até o dia 29. 

As provas do Enem impresso foram aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro. Nas semanas que antecederam cada uma das aplicações, os candidatos puderam enviar exames e laudos médicos ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Aqueles que ainda não o fizeram poderão, agora, acessar o sistema online. As provas da reaplicação serão nos dias 23 e 24 de fevereiro. 

Além da covid-19, podem solicitar a reaplicação participantes com coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela.

Segundo o Inep, para a análise da possibilidade de reaplicação, a pessoa deverá inserir, obrigatoriamente, no momento da solicitação, documento legível que comprove a doença. Na documentação, deve constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento. O documento deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB. 

Problemas logísticos

Também poderão pedir a reaplicação estudantes que tenham sido prejudicados por problemas logísticos. De acordo com o edital do Enem, são considerados problemas logísticos, por exemplo, desastres naturais que prejudiquem a aplicação do exame devido ao comprometimento da infraestrutura do local, falta de energia elétrica, falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante que solicitou uso de leitor de tela ou erro de execução de procedimento de aplicação que incorra em comprovado prejuízo ao participante.

No primeiro dia de aplicação, participantes foram impedidos de fazer o exame por causa da lotação dos locais de prova. Devido à pandemia do novo coronavírus, as salas deveriam ter até metade da lotação máxima. Em alguns locais, não foi possível acomodar os inscritos. De acordo com o Inep, esses casos foram relatados em pelo menos 11 locais de prova em Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Londrina (PR), Pelotas (RS), Caxias do Sul (RS) e Canoas (RS). 

Também terão direito à reaplicação os 160.548 estudantes que fariam a prova no estado do Amazonas, 2.863 em Rolim de Moura (RO) e 969 em Espigão D’Oeste (RO). O exame foi suspenso por causa dos impactos da pandemia nessas localidades. Ao todo, segundo o Ministério da Educação, foram quase 20 ações judiciais em todo o país contrárias à realização do Enem.  

Os pedidos de reaplicação serão analisados pelo Inep. A aprovação ou a reprovação do pedido de reaplicação deverá ser consultada também na Página do Participante. Os participantes também podem entrar em contato com o Inep pelo telefone 0800 616161. O Inep recomenda, no entanto, que os candidatos façam a solicitação pela internet. 

Enem 2020

O Enem 2020 tem uma versão impressa, que foi aplicada nos dois últimos domingos, 17 e 24, e uma digital, que será realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. 

O Inep divulgará, até quarta-feira (27) os gabaritos das questões objetivas do Enem. Mesmo com o gabarito em mãos não é possível saber quanto se tirou no exame. Isso porque as provas são corrigidas com base na teoria de resposta ao item (TRI). A pontuação de cada estudante varia, entre outros fatores, de acordo com o desempenho do próprio candidato no exame. 

O resultado final será divulgado no dia 29 de março. Os candidatos podem usar as notas para concorrer a vagas no ensino superior, por meio de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior, e o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições privadas. 

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Educação

Enem: horário, data e orientações para o segundo dia de prova

Avatar

Publicado

em

A segunda prova da versão impressa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ocorre neste domingo (24/1). Desta vez, os 5,78 milhões de participantes inscritos no exame deverão responder às questões das áreas de Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias.

Assim como a primeira prova, que foi aplicada no último domingo (17/1), a segunda etapa contará com 90 questões (45 para cada área do conhecimento). Veja quais são as principais orientações para quem participará do exame.

Horários

Os portões abrirão às 12h e fecharão às 13h. O exame terá início pontualmente às 13h e tem término previsto para as 18h30. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela organização do Enem, recomenda que os participantes cheguem cedo para evitar aglomerações e o risco de contaminação por Covid-19.

O que levar?

Todos os participantes devem levar documento de identificação com foto: Registro Geral (RG), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Carteira de Trabalho ou Passaporte.

Caso você tenha perdido a via original do documento, será necessário apresentar boletim de ocorrência expedido há, no máximo, 90 dias do primeiro dia de aplicação das provas.

Além disso, para responder às questões, é necessário estar na posse de uma caneta de tinta preta e tubo transparente. O Inep também recomenda que os participantes levem álcool em gel e o cartão de confirmação da inscrição no exame.

Lembre-se de manter celulares e outros aparelhos eletrônicos desligados. Os itens devem ser guardados no envelope porta-objetos, distribuídos a todos os participantes na entrada da sala.

Covid-19

Segundo o Inep, participantes que apresentarem sintomas de Covid-19 ou de outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer aos locais de prova. Nesses casos, os estudantes devem comprovar e comunicar a condição ao instituto, por meio da página do participante, antes da aplicação da prova.

O documento de comprovação da doença deve ter o nome do participante, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10) e a assinatura de um profissional da saúde registrado no Conselho Regional de Medicina (CRM).

Para esses candidatos, haverá reaplicação do exame. As provas estão previstas para os dias 23 e 24 de fevereiro.Ainda segundo o Inep, uma série de medidas de biossegurança serão aplicadas para evitar a contaminação dos participantes por Covid-19. O instituto informou que investiu R$ 64 milhões em medidas de prevenção contra o coronavírus.

Cronograma oficial do Enem 2020

Provas impressas: 17 e 24 de janeiro de 2021.

Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.

Reaplicação das provas e Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL): 23 e 24 de fevereiro de 2021.

Resultados: 29 de março de 2021.

Fonte: Metrópoles

Continue Lendo

Educação

Enem 2020: Inep anuncia abstenção acima de 50% e diz que vai averiguar casos de alunos barrados

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou neste domingo (17) que a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 em meio à pandemia foi “algo vitorioso”. O índice de abstenção ficou em 51,5%. 

Embora seja preliminar, o número já indica o maior percentual de abstenção em toda a história do Enem. O maior índice havia sido registrado em 2009, com 37,7%. Em 2019, o índice do primeiro dia ficou próximo a 23%, segundo o ministro. 

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, ressaltou que a aplicação foi “tranquila do ponto de vista da saúde sanitária.” 

Questionado sobre os candidatos barrados nas salas de prova porque estavam com lotação acima de 50%, o presidente do Inep afirmou que os casos ocorreram em 11 dos mais de 14.447 locais de prova.

Ele citou cidades que tiveram visitas de agentes da vigilância e do Ministério Público, e afirmou que em nenhum caso houve interdição por motivos de saúde. 

“Tivemos 11 locais de prova com aparentemente alguma dificuldade de os alunos poderem realizar a prova”, afirmou Lopes. 

Ele afirmou que os casos serão averiguados, e que há divergências entre o que foi noticiado e o que está registrado na ata das salas de prova. 

“Qualquer participante que se sentiu prejudicado, a partir de 25 de janeiro, como está previsto no edital, poderá pedir a reaplicação nos dias 23 e 24 de fevereiro”, afirmou Lopes. Ele ressaltou que a reaplicação é uma característica do Enem que prevê casos de problemas de logística e, neste ano, doenças infectocontagiosas. 

“Não teve nenhum local de prova interditado. Reafirmamos aqui nosso compromisso de uma realização de uma prova com segurança do ponto de vista sanitário. As normas e procedimentos de segurança estabelecidos pelo Inep foram cumpridos durante a execução da prova”, afirmou Alexandre Lopes.

O estado do Amazonas e duas cidades de Rondônia suspenderam a prova devido à pandemia. O índice de abstenção já exclui os dados de participantes destes locais. 

Para o ministro da Educação, o alto índice de abstenção ocorreu “em parte pela dureza e questão do medo da contaminação”, mas também devido a “um trabalho de mídia contrário ao Enem muito grande, isso é fato.” 

“No meio de uma crise, mobilizar milhões de pessoas, para mim foi um sucesso”, afirmou Milton Ribeiro. “Eventualmente, se nós disséssemos que não teria Enem neste ano, para mim, seria um insucesso, uma derrota da educação brasileira”, afirmou.

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apresentaram um balanço do primeiro dia de provas do Enem 2020 em uma entrevista coletiva à imprensa realizada em Brasília na noite deste domingo. 

O Exame Nacional do Ensino Médio teve 5,78 milhões de candidatos inscritos. Destes, 5,6 milhões eram esperados para a prova impressa; e 96 mil farão o exame digital em outras datas (31 de janeiro e 7 de fevereiro). 

Números do Enem 2020

  • Enem suspenso: 58 cidades terão reaplicação da prova: 56 no Amazonas e duas em Rondônia
  • Doenças infectocontagiosas: Nesta edição, 10.171 pessoas pediram para participar da reaplicação por terem sintomas de doenças infectocontagiosas. Foram aceitas 8.180 e negadas 1.991.
  • Cidades, locais, salas: o 1º domingo de Enem teve 1.689 municípios, 14.447 locais de prova e 201.380 salas de aplicação.
  • Inscritos no 1º dia: 5.523.029 inscritos (o número exclui participante do AM e de duas cidades de RO que suspenderam as provas)
  • Presentes no 1º dia: 2.680.697 (48,5%) 
  • Ausentes/abstenção: 2.842.332 (51,5%) 
  • Eliminados: 2.967 participantes foram eliminados por portar equipamentos eletrônicos, saírem da sala antes do horário permitido, entre outros.
  • Logística: 69 foram afastados por “ocorrências logísticas”, como emergências médicas ou interrupção de energia elétrica.
  • Falta de luz: Três escolas em São Sebastião do Passe tiveram problemas de fornecimento na energia elétrica e os candidatos terão reaplicação. Menos de 1 mil candidatos estavam inscritos.


Fonte: G1

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat