Siga as Redes Sociais

Educação

MEC registra o menor gasto para educação básica da década

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução

O ano de 2020 se encerrou com o menor gasto do MEC (Ministério da Educação) em educação básica na década.

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) elencou a etapa como prioridade, mas o que se viu na pasta foi a redução de recursos, trocas de ministros e um maior protagonismo de pautas ideológicas.

O MEC gastou R$ 48,2 bilhões na educação básica no ano passado. O valor é 10,2% menor do que em 2019 e o menor desde 2010.

O cenário aparece em relatório de acompanhamento da execução orçamentária do ministério realizado pelo Movimento Todos Pela Educação.

Os dados são do Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal) com atualização pela inflação. A pasta encerrou o exercício de 2020 com a menor dotação desde 2011, de R$ 143,3 bilhões.

“Em plena pandemia, com milhões de alunos sem poder frequentar as escolas e diante da queda expressiva das receitas vinculadas à educação, o MEC se mostrou ausente e incapaz de exercer sua função de apoio técnico e financeiro às redes de ensino”, afirma o documento.

Questionado, o MEC não respondeu.

A Folha já havia mostrado na semana passada que os investimentos da pasta, nos dois primeiros anos da atual gestão, foram os menores da década.

Enquanto o governo Bolsonaro investiu, no acumulado de 2019 e 2020, R$ 7,2 bilhões, o investimento foi de R$ 13,5 bilhões no mesmo período do governo anterior, de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB).

Fonte: Folhapress

Educação

MEC publica edital do 1º processo seletivo do Sisu 2021

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) publicou hoje (11), no Diário Oficial da União, o edital do processo seletivo para o primeiro semestre de 2021 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 6 a 9 de abril pelo site do Sisu.

Para esta seleção de candidatos serão exigidos, exclusivamente, os resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, que foi adiado em razão da pandemia de covid-19 e aplicado em janeiro e fevereiro deste ano.

O Sisu é o programa do MEC para acesso de brasileiros a um curso de graduação em universidades públicas do país. As vagas são abertas semestralmente, por meio de um sistema informatizado, e os candidatos com melhor classificação são selecionados de acordo com suas notas no Enem. O estudante também não pode ter zerado a redação.

Além do Sisu, as notas do Enem podem ser usadas para acessar o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições privadas, e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que facilita o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior.

Cronograma

O estudante poderá se inscrever no Sisu em até duas opções de vaga e especificar a ordem de preferência. Ele poderá optar por concorrer às vagas de ampla concorrência ou aquelas reservadas a políticas de ações afirmativas, as cotas. Entretanto, não permitida a inscrição em mais de uma modalidade de concorrência para o mesmo curso e turno, na mesma instituição de ensino e local de oferta.

O Sisu disponibilizará ao candidato, em caráter informativo, a nota de corte para cada instituição participante, local de oferta, curso, turno e modalidade de concorrência. Essas informações serão atualizadas periodicamente conforme o processamento das inscrições. Durante esse período, o estudante poderá alterar as suas opções, bem como efetuar o seu cancelamento. A classificação no Sisu será feita com base na última alteração efetuada e confirmada no sistema.

O processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2021 acontecerá em uma única chamada e o resultado deve ser divulgado em 13 de abril. A partir dos critérios de classificação, em caso de notas idênticas, o desempate acontece no momento da matrícula e será selecionado aquele que comprovar a menor renda familiar. O processo de matrícula será de 14 a 19 de abril, em dias, horários e locais de atendimento definidos por cada instituição de ensino.

Lista de espera

Para participar da lista de espera, o estudante deverá manifestar seu interesse por meio da página do Sisu na internet, no período de 13 a 19 de abril, em apenas um dos cursos para o qual optou por concorrer. Aquele que foi selecionado na chamada regular em uma de suas opções de vaga não poderá participar da lista de espera, independentemente de ter realizado ou não sua matrícula na instituição.

Os procedimentos para preenchimento das vagas não ocupadas na chamada regular serão definidos em edital próprio de cada instituição participante.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Educação

Segunda prova do Enem Digital será aplicada neste domingo; confira dicas

Avatar

Publicado

em

A segunda prova do Enem Digital acontece neste domingo (7). No primeiro dia, mais da metade dos inscritos faltaram no exame, batendo uma abstenção de 68,1%. É esperado um número ainda menor de candidatos hoje, já que, historicamente, no modelo impresso, o segundo dia apresenta uma taxa de abstenção mais elevada que o primeiro.

A prova deste domingo é dividida em 45 questões de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia) e 45 de Matemática. Os portões abrem às 11h30 e fecham às 13h, no horário de Brasília. Portanto, é importante ficar atento para não chegar atrasado. O exame começa a ser aplicado às 13h30.

Candidatos que apresentarem diagnóstico de covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa devem solicitar na “Página do Participante” a reaplicação das provas, que acontecerá em formato impresso, em 23 e 24 de fevereiro. Quem não compareceu no primeiro dia, por conta dessas doenças, pode ir no segundo e pedir a reaplicação apenas da prova que perdeu.

Fonte: Guia do Estudante

Continue Lendo

Educação

Inscrições para cursos técnicos do IFPI terminam neste domingo (31)

Avatar

Publicado

em

O prazo de inscrições para o Exame Classificatório do Instituto Federal do Piauí (IFPI) termina neste domingo (31). O processo seletivo dá acesso aos cursos técnicos da instituição.

São 4.365 vagas distribuídas pelos 20 campi do IFPI.Os cursos técnicos do IFPI são gratuitos e ofertados em três formas: integrada ao ensino médio, para quem já concluiu ou está concluindo o ensino fundamental; concomitante, para quem vai cursar o ensino médio em outra instituição; e subsequente, para quem tiver concluído o ensino médio até a data da matrícula.

Os interessados devem se inscrever, gratuitamente, pela internet, no endereço eletrônico https://selecao.ifpi.edu.br. Nesta edição, não haverá prova escrita e a seleção será feita com base no rendimento escolar dos candidatos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

No ato da inscrição o candidato deverá preencher o formulário de inscrição, inserir a média final de Língua Portuguesa e Matemática, de acordo com o edital, e anexar o boletim, histórico escolar ou declaração com médias, emitidos pela escola do candidato.

O resultado preliminar será divulgado no dia 10 de fevereiro de 2021.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat