Siga as Redes Sociais

Social

Menina de 8 anos escreve carta para o Papai Noel pedindo leite para irmão mais novo e pão: ‘Tem dia que não tem nada’

Avatar

Publicado

em

A estudante Emanuelle Cristina da Cunha Cardoso, de 8 anos, surpreendeu a mãe ao escrever uma carta para o Papai Noel pedindo leite para o irmão mais novo e pão para a família, que mora em Anápolis, a 55km de Goiânia.

A carta foi escrita pela criança na quinta-feira (19). Emanuelle Cristina disse que pensou no caçula, Wanderson da cunha Cardozo, de 4 anos, porque ele sofre quando não consegue tomar leite na mamadeira.

“Se meu irmão está sem mamadeira, ele chora. Pedi leite para a gente tomar também, porque quando a gente ganha, se não for muito, a gente deixa para ele”, disse a menina, que também é irmã de Matheus Luccas Cunha de Sousa, de 10 anos.

Família vive de doações

Mãe das crianças, Sarah Cristina da Cunha Pires, de 30 anos, contou que Emanuelle viu uma campanha na televisão e quis escrever a cartinha. No entanto, ela ainda não a entregou para ninguém. “Ela viu na televisão que os Correios já estão entregando as cartinhas para o Papai Noel e me perguntou se podia fazer. Ela escreveu que queria pão e leite. Fiquei surpresa, deu um aperto no coração. Aqui a gente quase não toma café. Só quando tem doação”, disse a mãe da menina.

Sarah contou que, realmente, enfrenta dificuldades financeiras. Ela explicou que trabalhava como cabeleireira, mas está desempregada porque não tem com quem deixar os filhos, que estão sem creche por causa da pandemia. A mulher relata que, além da falta de alimentos, as contas de água e energia estão atrasadas.

“Aqui, graças a Deus, a gente tem arroz, feijão e macarrão, porque ganhamos. É só isso que a gente come. Não lembro quando comemos carne pela última vez”, relata.

Emanuelle Cristina da Cunha Cardoso e seus irmãos, em Anápolis, Goiás — Foto: Arquivo pessoal/Sarah Pires
Comente

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social

#BlackoutTuesday. Protesto está cobrindo redes sociais de preto

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foro: DR

Se você está navegando pelas redes sociais nas últimas horas é provável que já tenha se deparado por múltiplas publicações de quadrados na cor preta. Chama-se Blackout Tuesday e trata-se da mais recente iniciativa de protesto dos internautas, em solidariedade às vítimas negras de violência policial.

Caso queira participar basta usar a hashtag #blackouttuesday e evitar usar o mais recorrente #blacklivesmatter, o qual é usado para reunir informação relevante sobre os protestos que estão decorrendo atualmente.

A par desta iniciativa está acontecendo ainda outra específica do mundo da indústria da música, a qual mereceu a sua própria hashtag de #TheShowMustBePaused.

Como conta o The Verge, esta iniciativa foi iniciada pela diretora sênior de marketing e ex-executiva da Atlantic Records, Jamila Thomas e Brianna Agyemang (respectivamente).

“A indústria da música é multi-bilionária. É uma indústria que lucrou predominantemente de arte negra. A nossa missão é responsabilizar a indústria num todo, incluindo grandes empresas e parceiros, que beneficiaram dos esforços, desafios e sucesso dos negros”, pode ler-se no site oficial da iniciativa.

Além de múltiplos artistas terem expressado a sua solidariedade com a iniciativa e a terem já partilhado nas respectivas páginas, grandes empresas do ramo como o Spotify, Apple Music, Tidal e Deezer também aderiram. 

Fonte: Notícias ao Minuto

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat