Siga as Redes Sociais

Piauí

PGE diz que vai recorrer de decisão que determina retorno de policiais cedidos a órgãos públicos

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

588 policiais militares cedidos a órgãos públicos e autoridades terão que retornar para atividade ostensiva e de segurança da população. A determinação foi da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública da Comarca de Teresina. O documento determina que o Estado do Piauí adote medidas administrativas, no prazo de 90 dias, para realocar os policiais militares.

A decisão judicial foi proferida pelo juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, após uma ação popular impetrada ajuizada pelo advogado José Ribamar Coelho Filho. Com base nos meios alegados na ação, o juiz entendeu que a cessão dos policiais configura desvio de finalidade da função Constitucional da Polícia Militar.

“Para a coletividade tal situação gera muitos danos, visto que esses policiais, em desvio de função, deveriam realizar policiamento ostensivo, gerando ganhos para a segurança da sociedade piauiense que sofre com o aumento significativo da violência (..) Portanto, deve ser corrigido tal desvio de função, para que a população seja atendida em seu interesse básico à segurança, e assim, a uma vida com dignidade”, diz o documento.

O comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho comentou a decisão e, afirmou que é preciso analisar quais órgãos serão afetados pela ordem e os policiais que deverão seguir com a determinação. O comandante ainda explicou que uma alternativa, seria convocar policiais reservas para as atividades.

“Os policiais da reserva tem condições de retornarem as atividades, porque PM não se aposenta, vai para a reserva e pode ser convocado novamente”, explicou o coronel.

Clique aqui e leia a sentença completa!

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) informou que vai recorrer da decisão, pois segundo o órgão, “a retirada dos policiais das instituições de maneira abrupta, torna vulnerável a segurança de todas as instituições e dos seus membros”.

Piauí

Promotor Eliardo Cabral morre vítima da Covid-19

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução/Facebook

Morreu nesta segunda-feira (01/03), aos 67 anos, o promotor Eliardo Cabral, por complicações causadas pela Covid-19.

Segundo as primeiras informações, o promotor, que já havia sido diagnosticado com a doença, foi encaminhado, após passar mal, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Satélite, nem Teresina.

Ele possuía comorbidades para a doença e acabou não resistindo. Eliardo Cabral ficou conhecido em todo o estado, por atuar em casos de grande repercussão, como o da estudante Fernanda Lages e o do ex-coronel José Viriato Correia Lima.

Continue Lendo

Teresina

Mais de 3 mil idosos de 85 a 89 anos foram imunizados em três dias de vacinação em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/FMS


3.240 idosos na faixa etária de 85 a 89 anos, foram imunizados em três dias de vacinação, segundo dados da Fundação Municipal de Saúde (FMS). A nova fase do plano, teve início na última sexta-feira (26/02) e continua em quatro pontos Drive Thru localizados no Teresina Shopping, Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Uninovafapi e Faculdade Santo Agostinho.

“Devem comparecer aos postos de vacinação pessoas acima de 85 anos, portando documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência. Não adianta pessoas de outras faixas etárias abaixo de 85 anos irem nesse momento aos postos, pois as doses que vieram foram direcionadas para a faixa etária já citada. Vamos divulgar quando chegarem mais doses e para quem serão direcionadas”, afirma Emanuelle Dias, da coordenação de campanha.

Apenas idosos acamados de 80 a 84 anos começarão a receber vacina Covid em casa esta semana.

“Nossas equipes irão vacinar os acamados na casa deles. Pois recebemos apenas 24% das doses para esse público e idade”, afirma Emanuelle. Aqueles idosos de 85 a 89 anos que não puderem ir até um Drive Thru, podem estar se cadastrando no site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ para receber a dose em uma Unidade Básica de Saúde”.

Continue Lendo

Piauí

Criança de dois anos morre após cair em piscina e se afogar no litoral do Piauí

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação

Uma criança de apenas dois anos, morreu afogada após cair dentro de uma piscina, nesse domingo (28/02). O caso ocorreu na cidade de Luís Correia, no Litoral do Piauí.

Segundo testemunhas, a família da criança estava reunida no local, comemorando um aniversário. Em um determinado momento, a criança teria saído sem que ninguém percebesse e, quando foi encontrada, já estava sem consciência.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel De Urgência (Samu), foi acionada e realizou diversas tentativas de reanimação no menino, no entanto, não obtiveram sucesso.

Em seguida, a criança chegou a ser foi levada para o Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, mas acabou não resistindo.

O corpo do garoto foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Parnaíba.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat