Siga as Redes Sociais

Piauí

Público, privado e terceiro setor firmam pacto com o governo do estado nesta segunda

Publicado

em

O pacto interinstitucional para a busca conjunta de alternativas para dar andamento às demandas das 26 câmaras setoriais existentes no estado será assinado na segunda-feira (1º), em solenidade no Palácio de Karnak, às 11h. A iniciativa tem como objetivo a superação de entraves burocráticos e geração de soluções para impasses que dificultam o desenvolvimento em diversos setores da economia.

O plano é envolver 45 instituições, dentre secretarias municipais, estaduais e federais, associações, federações de trabalhadores e órgãos do sistema “S”, como Sebrae, Senai, Sescoop e outros, em um esforço conjunto para destravar gargalos que vêm impedindo a produção de riquezas.

Nas câmaras setoriais, há o entendimento de que essas soluções não dependem exclusivamente do governo estadual, portanto, o pacto será firmado por instituições públicas, privadas e do terceiro setor.  

Para o presidente da Câmara Setorial do Turismo, Eduardo Rufino, o pacto será um elo forte entre setor produtivo e governo. “No turismo, temos a necessidade de elaborar um plano para, por exemplo, diminuir o ICMS momentaneamente para que seja multiplicado depois, pois irá gerar empregos e supermercados e hortifrútis irão faturar mais. Há também a necessidade de uma maior divulgação do Piauí nos aeroportos fora do estado. Um estudo está sendo feito para ver quanto custaria fazer um estande durante o ano inteiro dentro do aeroporto de Guarulhos para que possamos mostrar as nossas potencialidades, culinária, litoral, a história do primeiro homem americano, a religiosidade, dentre outros”, disse.

Segundo o coordenador das Câmaras Setoriais, Sergio Vilela, um documento com as demandas prioritárias de cada câmara foi elaborado e será a base do pacto. Tais demandas foram concentradas em seis eixos: meio ambiente; assistência técnica e capacitação; tecnologia e inovação; energia; questões fiscais e tributárias; infraestrutura. As demandas passaram a ser transversais e são as principais da economia do Piauí. Esse documento será a base do pacto. Depois da assinatura, serão formados grupos de trabalho que apresentarão as soluções para os problemas que foram identificados A ideia é que todos se envolvam e contribuam de acordo com as suas possibilidades”, pontuou.

Fonte: Ccom

Piauí

Pastora morre com Covid-19 após parto prematuro em Teresina

Publicado

em

A pastora de 35 anos, identificada como Carla Íris Ramos, morreu em decorrência de complicações causadas pela Covid-19 após parto prematuro na Maternidade Evangelina Rosa, em Teresina. A vítima faleceu na noite desse domingo (25).

Conforme informações preliminares, a pastora provavelmente foi infectada em Petrolina, no interior de Pernambuco, onde estava na casa de familiares. Ela chegou a ser internada no hospital de São Raimundo Nonato, mas devido à gravidade ela foi transferida para Evangelina Rosa.

A vítima estava com 31 semanas quando a gravidez foi interrompida. O bebê está bem e já teve alta. A pastora apresentou uma melhora mas depois foi internada novamente, e acabou não resistindo.

Continue Lendo

Piauí

Piauí registra sete óbitos por Covid-19 nas últimas 24h

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segunda-feira (26), que em apenas 24h, 260 casos foram confirmados e sete mortes, causadas pela Covid-19, foram registradas no Piauí. Ainda conforme a Sesapi, 158 infectados estão na UTI.

Um homem e seis mulheres foram vítimas da Covid-19. Ele era da capital Teresina (66 anos). Já as mulheres eram de Baixa Grande do Ribeiro (48 e 69 anos), Piripiri (62 anos), Redenção do Gurgueia (79 anos), São Raimundo Nonato (31 anos) e Teresina (69 anos).

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 359 ocupados, sendo 187 leitos clínicos, 158 UTIs e 14 em leitos de estabilização. As altas acumulada somam 21.485 até o dia 26 de julho de 2021.

Continue Lendo

Vacinação

FMS reabre agendamento para primeira dose de grupos essenciais em Teresina

Publicado

em

A partir das 18h desta segunda-feira (26/06), pessoas que atuam em mais de 10 serviços considerados essenciais poderão agendar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Teresina.

Os grupos essenciais são formados por trabalhadores que integram serviços considerados indispensáveis durante e que não pararam durante a pandemia, e foram definidos pelo Conselho Municipal de Saúde para ter direito a 20% das doses que chegam ao município. São eles:

  • Trabalhadores do Mercado Público
  • Atendente de panificadoras
  • Caixas de supermercado
  • Trabalhadores da assistência social (SEMCASPI/SUAS)
  • Funcionários dos Correios
  • Garçons e cozinheiros de restaurantes, bares e lanchonetes
  • Músicos
  • Táxistas e mototaxistas cadastrados
  • Profissionais da imprensa

O agendamento é feito pelo endereço http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/. A entrar no site, o usuário deve clicar no botão “agendamento público alvo”, que levará a uma página onde deve escolher a opção “grupo essencial” e depois a categoria a qual pertence, inserir os dados pessoais e escolher local, dia e hora da vacinação.

No momento da imunização, é preciso apresentar os seguintes documentos: cartão de vacinação (se tiver), documento de identificação com foto e data de nascimento; CPF ou cartão nacional do SUS e um comprovante de endereço que comprove que a pessoa reside em Teresina, além de documentos específicos para cada grupo como:

Para profissionais da imprensa: Documento que comprove o grupo a que pertence – contracheque atual ou contrato de prestação de serviço ou documento que comprove a atividade laboral (últimos 3 meses) expedido pelo estabelecimento onde o trabalhador atua, no município de Teresina.

Para trabalhadores de mercados públicos: Declaração emitida pela administração dos mercados públicos de Teresina, que comprove o exercício efetivo da função.

Para atendente de panificadoras, caixas de supermercado, garçons e cozinheiros de restaurantes, bares e lanchonetes: Contracheque ou Carteira de trabalho e declaração do serviço, especificando a função;

Para trabalhadores da assistência social (SEMCASPI/SUAS) e trabalhadores dos correios: Contracheque ou declaração do serviço;

Para músicos: Contrato de prestação de serviço ou Carteira da Ordem de Músicos ou Carteira da Associação dos Músicos;

Para taxistas e mototaxistas: Comprovante de permissão de taxista ou mototaxista (cadastro STRANS).

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat