Siga as Redes Sociais

Piauí

Mais de 1,9 milhão de pessoas podem ser beneficiadas com tarifa social no PI

Publicado

em

Imagem Ilustrativa

Um total de 650 mil famílias no Piauí, cerca de 1,9 milhão de pessoas, podem ser beneficiadas com a tarifa social de energia elétrica. Tal medida é possível em razão de acordo firmado entre a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) e a companhia de energia Equatorial, em julho deste ano. Graças ao termo de cooperação técnica assinado pelas duas instituições, a Sasc quer agilizar o acesso à tarifa social, que permite descontos de 10% a 65% na conta do usuário. Quanto menor o consumo, maior o desconto.

A tarifa social é um direito das famílias em que a renda por cada pessoa seja de até meio salário mínimo. Para ser incluído no benefício, o cidadão precisa comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município onde mora, levando a conta de energia. Após o Cras conferir os dados, automaticamente o órgão comunica à Equatorial e, no mês seguinte, o desconto já será aplicado na conta do consumidor.

Também têm direito aquelas famílias que possuem algum membro com Benefício de Prestação Continuada (BPC); que tenham algum membro que esteja em tratamento de saúde que utilize equipamento que consuma muita energia elétrica; e famílias indígenas e/ou quilombolas. Já as inscritas do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) têm o benefício de forma automática, desde que estejam com os dados atualizados. Dos 3,2 milhões de piauienses, 1,9 milhão estão inseridos no cadastro.

Na época da assinatura do acordo com a Equatorial, a Sasc implantou uma plataforma tecnológica com um banco de dados social organizado. “Assim, há agilidade e rapidez, beneficiando quem mais precisa”, afirma o diretor técnico do projeto Sasc Integração, Flávio Marcos Maciel.

.Uma das vantagens da cooperação entre Sasc e Equatorial é que nem a conta de energia e nem a casa precisam ser no nome do morador para ele ter direito. A coleta de informações também será feita por mais de 2,5 mil técnicos municipais capacitadas pela Sasc. “Eles vão à residência, procurando conseguir os dados”, afirma Roberto Oliveira, gerente do Cadastro Único e Bolsa Família no Piauí.

Fonte: Governo do Piauí

Vacinação

Covid-19: Agendamento de vacina para pessoas de 39 anos reabre hoje (29)

Publicado

em

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) informou que vai reabrir, nesta quinta-feira (29/07), a partir das 18h, o agendamento para pessoas de 39 anos receberem a primeira dose da vacina contra a covid-19.
O público alvo, deve acessar o site Vacina Já, através do endereço eletrônico http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ .

Ao entrar no site, o usuário deve clicar no botão “agendamento público alvo” e escolher o público de 39 anos, que levará a uma página onde deve inserir os dados pessoais e escolher local, dia e hora da vacinação. A FMS informa que o usuário deve comparecer ao local escolhido, no dia e hora que foi agendado para poder receber o imunizante.

A coordenadora de imunização da FMS, Emanuelle Dias, lembra que no momento da imunização, é preciso apresentar os seguintes documentos: cartão de vacinação (se tiver), documento de identificação com foto e data de nascimento; CPF ou cartão nacional do SUS e um comprovante de endereço que comprove que a pessoa reside em Teresina.

Gilberto Albuquerque, presidente da FMS, explica que Teresina segue o Plano Nacional de Imunização e todas as vezes que recebe novas doses elas são disponibilizadas para a população.

“Estamos trabalhando para que mais pessoas possam ser imunizadas, mas lembramos que as orientações de distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos devem continuar”, ressalta Gilberto Albuquerque.

Continue Lendo

Piauí

Piauí registra oito óbitos por Covid-19 nas últimas 24h

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira (28), que em apenas 24h, 429 casos foram confirmados e oito mortes, causadas pela Covid-19, foram registradas no Piauí. Ainda conforme a Sesapi, 152 infectados estão na UTI.

Dois homens e seis mulheres não resistiram às complicações da Covid-19. Eles era das cidades de Floriano (43 anos) e Lagoinha do Piauí (65 anos). Já as mulheres eram de Barro Duro (83 anos), Elesbão Veloso (80 anos), Landri Sales (87 anos), Monte Alegre do Piauí (48 anos), Oeiras (45 anos) e Teresina (76 anos).

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 345 ocupados, sendo 181 leitos clínicos, 152 UTIs e 12 em leitos de estabilização. As altas acumulada somam 21.551 até o dia 28 de julho de 2021.

Continue Lendo

Economia

Wellington Dias lança programa que oferece auxílio de R$ 200 a famílias carentes do Piauí

Publicado

em

Governo do Estado e a Secretaria de Estado Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) lançaram, nesta quarta-feira (28/07), o Cartão Sasc Emergencial, benefício que vai atender 15 mil famílias piauienses que vivem em situação de extrema pobreza.

Conforme informado pelo governo, será pago um auxílio de R$ 200 aos beneficiários pelo período de dois meses. O valor total do um montante destinado ao programa chega a R$ 6 milhões. 

Os cartões, que serão distribuídos pelas secretarias de assistência social dos municípios, serão entregues bloqueados e a liberação será por meio de uma senha repassada pela Sasc. 

De acordo com os dados oficiais do Cadastro Único, cerca de 40% da população piauienses são atendidas por programas de transferência de renda, sendo o carro chefe o Programa Bolsa Família. No entanto, a pandemia agravou a situação de desigualdade social, provocando um aumento da necessidade desses benefícios. Dessa forma, o Governo do Estado do Piauí, através da Sasc, assumiu o compromisso de promover, com orçamento próprio, uma retaguarda, de modo a reduzir os agravos trazidos pela pandemia. 

Conforme o governador Wellington Dias (PT), a ideia é que o auxílio possa se tornar uma ação de forma permanente.

“São 15 mil famílias que queremos localizar. Precisamos localizar essas pessoas. Vamos trabalhar para nos próximos 60 dias e vai prosseguir como definitivo, dentro do pró-social. Buscando atender pessoas que não tem condições de comer. Imagine não ter o café, a janta. Por outro lado preparamos esse programa integrado com a educação. Vamos ter a agência de fomento para que essas pessoas não dependam de transferência de renda e  de cestas de alimentos”, disse.

O secretário Zé Santana explica que foram realizados diversos cruzamentos de dados envolvendo a base do cadastro único e do sistema Sasc Integração, permitindo a delimitação de um segmento com um maior nível de dificuldade para ser atendido de forma emergencial. “São pessoas que estão no CadÚnico, com perfil de Bolsa Família e com renda per capita de até R$178, mas que não foram contempladas com outro tipo de benefício de transferência de renda”, reforça. 

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat