Siga as Redes Sociais

Piauí

Defesa Civil notifica 170 famílias em áreas de risco em Teresina

Redação Encarando

Publicado

em

 Defesa Civil Municipal de Teresina divulgou, nesta quarta-feira (27), o relatório dos atendimentos realizados no período entre janeiro e março de 2019. A equipe intensificou os trabalhos de monitoramento e atendimento em decorrência das chuvas do início do ano. O documento registra 170 notificações do órgão para que essas famílias desocupem a sua residência. Foram realizadas ainda 21 remoções de famílias das casas, por conta do risco grave de desabamento. A Defesa Civil Municipal reforça que a população deve manter relação próxima com a equipe, por meio de ligação gratuita para o número 153.

Dessa forma, o alcance dos trabalhos de monitoramento é maior e com mais eficiência. Sebastião Domingos, coordenador da Defesa Civil de Teresina, também faz recomendações. “É importante que se tenha prudência. Para aqueles que já estão em deslocamento a recomendação é que procurem um lugar seguro, parem e aguardem não só a passagem da chuva, mas também que a água seja drenada das ruas e avenidas, e se tenha uma visualização do local onde se anda, evitando acidentes”, explica. 

“Para os que moram em áreas de risco principalmente de alagamentos é importante monitorar o terreno e onde se deposita o lixo, que pode entupir galerias e afetar a região. Uma vez alagada a casa, ocorre a infiltração que pode acarretar no desabamento parcial ou total da residência. A Defesa Civil faz essas recomendações para que se tenha mais segurança e preservação da vida”, complementa Sebastião Domingos.

Todas as famílias removidas de suas residências por comprovação da precariedade do local são imediatamente cadastradas no programa Cidade Solidária e recebem auxílio emergencial da Prefeitura de Teresina. A ação acontece em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) e tem como objetivo atender famílias em situações emergenciais de desabrigamento em consequência de chuvas, incêndios, alagamentos e outros tipos de infortúnio. O apoio se dá por meio do aluguel social.

Sobre o programa

Para ser incluso no Cidade Solidária, a Defesa Civil de Teresina precisa identificar a situação, através de atendimento que pode ser solicitado pelo número 153. Notando o risco na área, o órgão repassa a demanda para a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) ou Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR) da região. Em seguida, a SDU/SDR se dirige ao local, avalia a situação e, sendo necessária a inclusão da família no Cidade Solidária, encaminha a demanda à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), que fica responsável pela assistência através da ajuda financeira.

O Programa possui duas linhas de atuação: o ‘Família Solidária’ e o ‘Residência Solidária’. No primeiro, a pessoa acolhida indica outra família para lhe receber e a Prefeitura repassa uma ajuda de custo no valor de R$ 250. No segundo, a família deve indicar um imóvel, no valor de até R$ 250, para alugar e a Prefeitura arca com o pagamento no prazo de um ano. Sistematicamente, a família também é acompanhada pela Semcaspi, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), sendo fornecido, caso necessário, cesta básica, kit acolhimento e kit limpeza.

Fonte: PMT

Piauí

Piauí registra 22 mortes e 1.381 casos de Covid-19 em 24 horas

Avatar

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) divulgou nesta segunda-feira (19), que o estado do Piauí registrou em 24h, 22 óbitos e 1.381 casos de COVID-19. Conforme a Sesapi, 424 pessoas estão internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Oito homens e quatorze mulheres não resistiram às complicações da Covid-19. Eles eram de Cajueiro da Praia (29 anos), Campo Maior (74 anos), Jaicós (80 anos), Parnaíba (64 anos) e Teresina (dois de 54 anos, 61 e 68 anos). Já as mulheres eram de Colônia do Gurguéia (62 anos), Parnaíba (79 anos), Pedro II (73 anos), São João do Piauí (70 anos), São Pedro do Piauí (65 anos), Teresina (44, 54, 60, 61, 73, 74, 75 e 86 anos) e Valença do Piauí (65 anos). Cinco vítimas não possuíam comorbidades.

Os casos confirmados no estado somam 229.291 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 4.802 e foram registrados em 219 municípios.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há  1.313 ocupados, sendo 838 leitos clínicos, 424 UTIs e 51 em leitos de estabilização.

Continue Lendo

Piauí

Águas de Teresina oferece desconto para clientes com contas vencidas; Confira!

Avatar

Publicado

em

Ciente dos impactos econômicos provocados pela pandemia de Covid-19, a Águas de Teresina realiza campanha voltada aos clientes que têm contas vencidas junto à concessionária. O objetivo é incentivar a adimplência, com a oferta de descontos especiais e condições atrativas de parcelamento. O prazo para as negociações segue até o dia 14 de maio.

As opções de negociação variam conforme o valor do débito de cada cliente. O pagamento pode ser feito de diferentes formas, inclusive, agentes da Águas de Teresina que vão até a casa do usuário, mediante agendamento. Famílias beneficiadas pelo programa Tarifa Social também terão acesso à campanha de desconto na dívida acumulada.

Os parcelamentos dos débitos podem ser realizados pelo titular da conta por meio dos canais digitais e de teleatendimento da Águas de Teresina: 0800 223 2000, WhatsApp (98124-3199), Serviços Online (https://aeservicosonline.com.br/login?u=teresina) ou ainda pelo Águas App. Os pagamentos podem ser feitos mediante emissão de boleto bancário, débito automático ou cartão de débito e crédito.

As contas de água e esgoto também podem ser pagas utilizando o auxílio emergencial. Para isso, basta ter acesso ao cartão de débito virtual, que é disponibilizado pela Caixa Econômica Federal ao público que tem direito ao benefício. Esta opção está acessível em todos os canais de pagamento adotados pela Águas de Teresina.

“A concessionária está sempre aberta ao cliente, procurando atender no que for necessário. Entendemos o impacto da pandemia na receita das famílias. No caso das negociações, analisamos cada situação de forma individual e aplicamos o desconto e parcelamento mediante o tempo do débito e dos valores”, explica Victor Romani, gerente Comercial da Águas de Teresina.

O compromisso dos clientes com o pagamento das contas é importante para que a concessionária mantenha a regularidade na prestação dos serviços, pagamento de insumos, pessoal, fornecedores e continue a investir em obras para ampliação e modernização dos sistemas de abastecimento e esgotamento sanitário.

Canais digitais de atendimento
Tendo em vista o cenário de distanciamento social, a Águas de Teresina tem ampliado seus canais online e de teleatendimento, além de instalar totens de autoatendimento para dar ainda mais comodidade para os clientes pagarem suas faturas.

Outra facilidade é que, no ato da leitura e entrega das faturas, o cliente pode optar por pagar suas contas direto com o leiturista. São aceitos pagamentos com cartão de débito para as bandeiras Master Card, Visa, Amex, Diners Club, Elo e Maestro.

A empresa firmou ainda parceria com pequenos comércios em bairros e lideranças comunitárias para ampliar as opções de recebimento dos pagamentos. Em todas essas modalidades somente são aceitos cartões de crédito ou débito. Não estão sendo recebidos pagamentos em dinheiro.

Continue Lendo

Vacinação

Mais de cem mil pessoas receberam a segunda dose da vacina contra Covid no PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Segundo dados do Vacinômento, da Secretaria de Estado da Saúde, o estado do Piauí já realizou a imunização de mais de cem mil pessoas contra a Covid-19. No total, 475.921 piauienses foram vacinados, sendo 363.045 com a primeira dose e 112.876 com a segunda dose. 

A diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé, alerta a população para a importância dos grupos voltarem para tomar a segunda dose dos imunizantes. “Queremos fazer um alerta aos grupos, que já estão na etapa de segunda dose. O esquema vacinal contra a Covid-19, só fecha se todas as pessoas tiverem recebidos a primeira e a segunda dose”. 

Para realizar a dose de reforço a população deve ficar atenta à data que está no seu cartão de vacina e ao calendário de sua cidade. “No momento da aplicação da primeira dose, os técnicos já escrevem no cartão de vacina a data do retorno, para a segunda aplicação, porém algumas cidades podem antecipar seu calendário, então pedimos atenção para as datas divulgada por cada município”, lembra Cristiane Moura Fé. 

Entre os imunizantes disponíveis no Piauí, o intervalo entre as picadas deve ser de 14 a 28 dias para a Coronavac e de três meses para a da AstraZeneca. “É importante buscar a segunda dose porque a eficácia prometida foi determinada a partir de estudos que os testaram fazendo duas aplicações”, reforça a diretora. 

Quem não completa o esquema vacinal está mais sujeito à infecção, em comparação com pessoas que recebem as duas doses. Até por isso, esse indivíduo não contribui tanto para o controle da circulação do tanto para o controle da circulação do Sars-CoV-2. “ A aplicação parcial pode favorecer versões mais resistentes do coronavírus, por isso devemos procurar os postos de vacinação, assim que chegar o tempo de cada grupo”, enfatiza Cristiane Moura Fé.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat