Siga as Redes Sociais

Piauí

Ufpi pode perder R$ 33 mi com bloqueio de recursos e período letivo pode não terminar

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O reitor da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), professor Arimateia Dantas Lopes, falou durante coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (07), sobre o bloqueio global de 30% no orçamento de custeio anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Segundo ele, a medida faz com que a universidade perca mais de R$ 33 milhões.

De acordo com o reitor, a Ufpi tinha previsto em seu orçamento um montante de mais de R$ 41 milhões mas com a incidência do bloqueio, esse valor caiu para pouco mais de R$ 12 milhões.

“O corte de 30% é no orçamento global, mas como está distribuído de forma não linear, esse corte chega ser de 41% dos recursos que mantém a universidade funcionando. E isso inclui energia, água, esgoto, internet, coleta de lixo, mão de obra e todo material para uso nos expedientes e e utilização em laboratórios, entre outras coisas”, informou o reitor.

Durante a coletiva, Arimateia também falou sobre o impacto que a medida pode causar para a instituição, e disse que a administração superior estuda cortar até 100% da mão de obra terceirizada e 84% do restante das atividades para manutenção dos campi. Ainda assim, se a medida persistir, a universidade corre risco de parar as atividades.

“O maior impacto é na área administrativa da universidade, para se ter uma ideia, se essa decisão for mantida, com o recurso que temos hoje, só chegaremos ao mês de setembro, pois nessa situação é totalmente impossível manter a universidade funcionando. Isso é inadmissível”, disse.

Sobre os cortes

Serão cortados R$ 1,5 milhão de programas de pesquisa, ensino e extensão; R$ 2,8 milhões que serão cortados financiam o funcionamento de três escolas vinculadas, que são os colégios técnicos de Teresina, Floriano e Bom Jesus; e R$ 28,7 milhões bloqueados do recurso de funcionamento do ensino superior.

Encontro com Ministro da Educação

Arimateia Dantas disse que terá um encontro com o ministro da Educação Abraham Weintraub, no dia 16 de maio.

“Esperamos que haja um entendimento. A situação, do jeito que está, não vai nos deixar concluir o ano. Torcemos para que isso seja possível de se reverter” , reiterou.

Teresina

Decreto amplia horário de serviços de saúde e número de pessoas em eventos religiosos em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Imagem Ilustrativa - Foto: Reprodução/Arquidiocese de Teresina

A Prefeitura de Teresina ampliou, através de decreto, os horários para o funcionamento dos serviços de saúde na capital e o número de pessoas nas celebrações presenciais em templos religiosos. Todas as atividades devem manter os protocolos de higiene e segurança para evitar a disseminação da Covid-19.

De acordo com o decreto, os atendimentos eletivos dos serviços de saúde humana ambulatoriais passam a funcionar, de segunda-feira a sábado, de acordo com a administração de cada estabelecimento, nos horários de 7h às 18h, no setor público, e de 8h as 18h, no setor privado. 

“As pesquisas sorológicas mais recentes indicam uma estabilização e queda nos casos de coronavírus em Teresina, inclusive com a redução das internações hospitalares. Por isso, estamos dando seguimento ao nosso processo de reabertura gradual e segura”, destaca o secretário municipal de governo, Fernando Said.

O documento trata ainda sobre a flexibilização das medidas de suspensão das atividades religiosas, ampliando a participação nas celebrações presenciais para 50% da capacidade física da igreja ou templo religioso, considerando pessoas sentadas. As atividades religiosas também devem respeitar o distanciamento de 2 metros entre os participantes da celebração. A administração destes locais pode realizar agendamento prévio para que se garanta o cumprimento desta norma. 

As igrejas católicas devem continuar realizando gravações e transmissão de missas online. Se a gravação e/ou transmissão ocorrer de forma conjunta com a celebração, o número de pessoas envolvidas na gravação deve ser computado para o cálculo de 50% da capacidade da igreja.

A lotação máxima de 50% da capacidade do espaço também se estende às atividades das religiões de Matrizes Africanas, igrejas Evangélicas, Centro Espirita e demais Organizações Religiosas. A medida busca garantir distanciamento social adequado entre as pessoas nestes ambientes. Caso os estabelecimentos descumpram o decreto, estarão sujeitos a interdição total das atividades e cassação de alvará de localização e funcionamento.

Continue Lendo

Piauí

Semar alerta para perigo da baixa umidade do ar no Piauí

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Nascer Do Sol em Parnaíba/PI – Crédito: Chico Ra

Uma massa de ar seco continua deixando muito baixa a umidade relativa do ar, aumentando a temperatura no período da tarde no Piauí. Segundo a previsão do tempo, na quinta-feira (17) municípios como Bom Jesus, Alvorada do Gurguéia e Piripiri registraram 19%, 21% e 21% de umidade relativa do ar, respectivamente. As maiores temperaturas foram registradas em Piripiri (39,4°C), Bom Jesus (37,4°C) e Teresina (37,3°C). A tendência para os próximos dias é de baixa umidade relativa do ar e altas temperaturas.

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar) alerta para os baixos índices de umidade do ar, até mesmo no extremo-norte do estado. “Em cidades do litoral como Parnaíba, têm dias que a umidade relativa do ar chega a 30%, o que requer atenção, visto que de acordo com os padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS), a umidade entre 20% e 30% já requer estado de atenção, de 12% a 20% alerta, e inferior a 12% é alerta máximo”, explica a meteorologista da Semar, Sônia Feitosa.

“Vários municípios do estado tem registrado valores de umidade relativa do ar abaixo de 20%, e esses números tão baixos apontam o risco de ocasionar problemas de saúde para a população e para os animais, além de danos ao ambiente”, frisa a Feitosa.

A meteorologista aponta ainda para os baixos valores na capital. “Em Teresina, tem apresentado baixos valores de umidade relativa ar, mas ainda assim está acima de municípios do interior do estado, em especial da região sudoeste. Temos registrados números entre 21% e 22%, o que requer atenção, no decorrer de todo esse mês é essa, a baixa umidade do ar e as altas temperaturas devem persistir”, esclarece Sônia.

Com informações da Semar

Continue Lendo

Teresina

Isolamento social chega a 37,5% na quinta-feira (17) em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Hamlet Gonçalves

Teresina registrou, na quinta-feira (17), isolamento social de 37,5%, segundo dados da startup InLoco, que faz um levantamento diário na capital, por meio de georeferenciamento. Com isso, a cidade ocupou a 3ª posição entre as capitais do país.

Os dados da InLoco também mostram como anda o isolamento social por regiões de Teresina. Na quinta-feira, quem mais respeitou as determinações para ficar em casa foi a população da zona Sudeste, com 38,99%; seguida da zona Centro-Norte, com 37,64%; da zona Sul, com 37,53% , e da zona Leste, com 37,17%.

Quando analisados por bairros, os dados mostram que quem mais respeitou o isolamento social foram Mafrense (48,80%), Bom Princípio (45,03%), São João (43,30%), Ininga (43,15%) e Santa Cruz (42,90%). Na outra ponta da tabela, com os menores índices, estão os bairros Jacinta Andrade (28,30%), Nova Brasília (29,70%), Cristo Rei (29,80%), Vila São Francisco (31,40%) e Água Mineral (31,45%).

Os índices vêm sofrendo queda nas últimas semanas devido à retomada das atividades comerciais e sociais em toda a cidade. Com isso, as pessoas estão saindo de casa com mais frequência. No entanto, é importante lembrar que o vírus ainda circula pela capital e todos os cuidados devem ser mantidos, como o distanciamento social, o uso de máscaras, higienização das mãos, evitar aglomerações e só sair de casa em caso de necessidade.

Fonte: PMT

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat