Siga as Redes Sociais

Educação

UFPI vai entregar chips com internet para alunos em janeiro

Avatar

Publicado

em

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) divulgou nesse sábado (26), por meio de nota, que vai dar continuidade na entrega de chips com internet para os estudantes, por meio do projeto Alunos Conectados.

Conforme a nota, as entregas serão realizadas do dia 04 a 11 de janeiro, das 8h às 16h, na Secretaria da Coordenadoria de Assuntos Estudantis e Comunitários (CACOM).

Nota da UFPI

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários (PRAEC) dará continuidade a entrega dos chips do Projeto Alunos Conectados para estudantes contemplados nos meses de novembro e dezembro dos dias 4 a 11 de janeiro de 2021, das 8 às 16 horas, na Secretaria da CACOM.

A entrega será realizada àqueles estudantes que optaram por receber o chip em Teresina e de forma presencial. Recomenda-se que o estudante esteja com máscara e leve caneta e documento de identificação (RG e CPF).

Educação

Estudante do IFPI vai representar o Piauí em programa da Embaixada dos EUA no Brasil

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Ana Maria Furtado de Oliveira, estudante do Campus Teresina Central do Instituto Federal do Piauí (IFPI) -- Foto: Divulgação

Ana Maria Furtado de Oliveira, estudante do Campus Teresina Central do Instituto Federal do Piauí (IFPI), foi a única piauiense selecionada para ocupar uma das 33 vagas disponíveis no Programa Jovens Embaixadores 2021. O resultado do processo seletivo, que este ano contou com 10.119 inscritos, foi divulgado na última sexta-feira (07) pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.


Aluna do curso técnico em Mecânica, Ana relata que é difícil colocar em palavras a emoção de ter sido selecionada entre tantos participantes. “A sensação é de vitória e certeza de que todo estudo e esforço valeram a pena. Há ainda uma curiosidade pelas experiências que terei”, diz a estudante, que atualmente desenvolve trabalho voluntário no abrigo de animais da Universidade Estadual do Piauí(UESPI). Na companhia da professora de inglês do Campus Teresina Central, Lina Santana, ajuda com a alimentação, medicação e limpeza das colônias dos animais abandonados.


“Ela tem o perfil de uma jovem embaixadora, é muito focada e sabe exatamente o que quer”, pontua a professora, lembrando que Ana integrou o seu projeto de preparação de alunos para o Programa Jovens Embaixadores, participando dos encontros e realizando todas as tarefas.

Sobre qual profissão seguir, após concluir o Ensino Médio, a estudante revela estar num impasse entre Psicologia e Relações Internacionais. “Espero que o programa me ajude a tomar a minha decisão sobre a futura carreira”.


FORMATO ON-LINE
O Programa Jovens Embaixadores é um intercâmbio de curta duração nos Estados Unidos para estudantes brasileiros do ensino médio da rede pública que se destacam em suas respectivas comunidades pela atitude positiva, bom desempenho acadêmico, conhecimento da língua inglesa, capacidade de liderança e espírito empreendedor.


Entretanto, conforme a Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, o JE 2021 não poderá ser realizado em formato presencial nos Estados Unidos. Em decorrência da pandemia da Covid-19, o programa foi convertido para o formato on-line. Acontecerá entre os dias 14 de junho e 13 de agosto deste ano, com Jovens Embaixadores, brasileiros e americanos, se juntando para participar de atividades e oficinas sobre liderança, cultura e comunicação, cidadania digital, mudança social em sua comunidade e em nível global e para compartilhar, sempre virtualmente, um pouco de sua história e cultura por meio de suas famílias e comunidades.

Além disso, atividades complementares foram implementadas, com o objetivo de consolidar o conhecimento adquirido por meio do intercâmbio de experiências. Serão propostas ações que visam estimular o processo criativo e inovador dos participantes, contando com missões, desafios e projetos criativos no intuito de fazê-los pôr a mão na massa.

Com informações da DIRCOM IFPI

Continue Lendo

Educação

Ciro Nogueira comemora aprovação de lei que garante contratação de servidores para Universidade do Delta

Avatar

Publicado

em

O senador Ciro Nogueira (PP) comemorou a aprovação da lei, que permite a contratação de servidores para a nova Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) que vão preencher os cargos vagos. Agora, a universidade poderá efetivamente funcionar de maneira autônoma.

Além de investir recursos na estrutura da Universidade do Delta, Ciro Nogueira lutou para aprovação da lei, que vai trazer benefícios para Parnaíba.

“Cerca de 15% dos moradores da cidade são estudantes universitários. Confesso que eu mesmo acreditava que essa seria uma missão difícil, por isso, agradeço ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, e ao presidente Bolsonaro, por compreenderem a importância do investimento na educação (…)”, agradeceu o senador.

Continue Lendo

Educação

Há um ano sem aulas, estudantes do curso de enfermagem da Ufpi relatam prejuízos e pedem retorno híbrido

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Alunos do curso de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Campus Ministro Petrônio Portella, publicaram uma carta aberta direcionada à comunidade interna e externa da instituição, onde relatam sobre a necessidade da volta às aulas da grade curricular obrigatória à distância ou de forma híbrida.

No documento, eles afirmam que não há direcionamento nem esperança de um retorno e o fato tem gerado diversos prejuízos financeiros e psicológicos aos estudantes.

“Há um ano, na gestão do Reitor Professor Doutor José Arimatéia Dantas Lopes, entrávamos em quarentena e foi compreensível a suspensão de atividades naquele momento, visto que, pouco se sabia sobre a pandemia. Recentemente, tivemos a entrada da gestão atual do Reitor Professor Doutor Gildásio Guedes Fernandes, que foi colocado junto com os alunos às portas do início de mais um período sem planos e, infelizmente, notamos que ainda não há direcionamento nem esperança de uma volta. Isso tem resultado em diversos prejuízos, tais como o financeiro, ao passo que muitos não moram na capital e continuam pagando aluguel para manter a posse do imóvel, além de estarem impedidos de trabalhar e prestar concursos devido ao atraso do curso e da consequente falta de diplomação. No mais, os danos também atingem a esfera psicológica dos discentes, visto que, as incertezas sobre o futuro da graduação se apoderam dos pensamentos, limitam sonhos e esperanças, não só da pessoa em si, mas também das suas respectivas famílias”, diz trecho da carta.

Os estudantes ainda propõem a busca de estratégias de readaptação do ensino, dentro dos limites de biossegurança, para dar continuidade às disciplinas e dirimir os imensos prejuízos na formação causados pela pandemia da Covid-19.

“Infelizmente, esperar pela vacina para o retorno das aulas de modo presencial, avaliando a conjuntura nacional, seria postergar por mais um ano nossas atividades, uma vez que a população jovem e sem comorbidades está inserida na última fase do plano de imunização, que acontecerá ao final do ano, quiçá até depois – em 2022. Por outro lado, os acadêmicos possuem senso de responsabilidade e proteção à vida e por isso levantamos a bandeira do ensino à distância e/ou híbrido, onde as aulas teóricas aconteceriam por ensino remoto e as práticas seriam realizadas em nossos laboratórios e ambientes hospitalares, visto que, estudantes do mesmo curso, mas de outras instituições de ensino superior, já estão realizando estágios nos serviços de saúde”.

Leia a carta na íntegra:

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat