Siga as Redes Sociais

Saúde

Firmino pede ao ministro da Saúde envio de profissionais intensivistas para hospital de campanha

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O prefeito Firmino Filho fez um apelo ao Ministério da Saúde para o envio de profissionais intensivistas para atuar na assistência de pacientes vítimas do novo coronavírus. A demanda foi intermediada pelo senador Ciro Nogueira, que recebeu uma sinalização positiva do ministro Eduardo Pazuello.

Dados da última pesquisa de investigação sorológica sobre o coronavírus em Teresina mostraram que 18% da população está positivada com relação ao vírus, e que 4% está em fase ativa. “Nas últimas três semanas tivemos um agravamento da Covid-19 na capital. Nossas UTIs estão com taxa de ocupação de 81% na rede da cidade e de 90% na rede pública”, lamentou o prefeito.

Para ampliar a rede de atendimento, a Prefeitura vai inaugurar o hospital de campanha João Claudino na próxima semana, mas é preciso profissionais com experiência em unidades de terapia intensiva para o pleno funcionamento da unidade. “A abertura já está programada, no entanto, temos enfrentado algumas limitações, especialmente ao que se refere a recursos humanos. Por isso, estamos demandando ao Ministério da Saúde o envio de 45 médicos intensivistas ou de outros profissionais médicos que tenham experiência em tratamento intensivo”, explicou Firmino Filho.

Após a reunião com o ministro, o senador Ciro Nogueira se mostrou otimista para o atendimento da demanda. “Foi uma reunião bastante produtiva com o ministro Pazuello. Colocamos a mensagem do prefeito informando sobre a taxa de ocupação das UTIs e o novo hospital de campanha que será inaugurado. O ministro ficou de nos atender e saímos bastante confiantes”.

Saúde

Mais de 80% das pessoas com Covid-19 tiveram alta do Hospital do Monte Castelo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Um levantamento divulgado nesta quarta-feira (12), pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), aponta que 80% das pessoas com quadro moderado ou grave da Covid-19 apresentaram melhora e tiveram alta médica no Hospital do Monte Castelo. Somente no mês de julho, foram atendidos 146 pacientes com a doença. Após a prestação da assistência em saúde, 117 puderam retornar para casa e 26 foram transferidos para outras unidades.

A Fundação também mostrou o perfil das pessoas atendidas naquele estabelecimento de saúde, direcionado para casos suspeitos ou confirmados da Covid-19. Do total de pessoas com a doença, 51% eram do sexo masculino e 51% idosos. As doenças crônicas mais frequentes foram: hipertensão (pressão alta), diabetes, obesidade, cardiopatia e asma, presentes em mais de 84% dos pacientes atendidos.

“O Hospital do Monte Castelo tem infraestrutura necessária para tratamento de pessoas com Covid-19 e conta com uma equipe qualificada, além disso, a gestão adotou todos os protocolos de assistência. Esses elogios também são feitos pelos pacientes que lá se encontram e recebem atendimento de excelência. Temos muitos casos de êxito na cura clínica da Covid-19”, ressalta a médica intensivista e diretora clínica do Hospital, Ana Tecla.

O Hospital do Monte Castelo, localizado na zona Sul de Teresina e administrado pela FMS, foi preparado para atender exclusivamente casos de internação clínica de pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19. O local tem 50 leitos, sendo 43 de internação e 7 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), disponíveis para atender casos regulados de outros estabelecimentos de saúde.

Continue Lendo

Saúde

Teresina registra mais de 40 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave em crianças

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

De janeiro a agosto deste ano, Teresina registrou 43 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças menores de 13 anos, sendo seis deles de Influenza A H1N1 e 37 de Covid-19. Os dados do Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEPGripe) acendem um alerta sobre a baixa procura pela vacina contra a gripe e em relação à adoção de medidas de prevenção para evitar a disseminação do novo Coronavírus neste público.

O último balanço da Fundação Municipal de Saúde (FMS) apontou que a cobertura vacinal contra a gripe, causada pelos vírus Influenza A H1N1, H3N2 e Influenza B em crianças de seis meses a seis anos, está em 59.76%. A quantidade de casos este ano já ultrapassa o registrado durante todo o ano passado, quando quatro casos de Influenza foram confirmados, sendo um caso de Influenza H3N2 e três casos de Influenza B.

A diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba, reforça que as crianças fazem parte do grupo de risco para a Inluenza, pois estão em desenvolvimento e o seu sistema imunológico encontra-se em formação. “Estudos epidemiológicos nacionais e internacionais mostram que as crianças, principalmente as menores de 5 anos, são as que mais desenvolvem a forma grave de doença viral respiratória e têm complicações que levam ao óbito”, alerta.

Em Teresina, a FMS segue imunizando pessoas pertencentes aos grupos prioritários da campanha de vacinação contra a gripe nas Unidades Básicas de Saúde que não realizam atendimentos relacionados às síndromes gripais. Nestes locais, uma série de cuidados estão sendo tomados para reduzir os riscos de contaminação pelo novo Coronavírus e garantir segurança à população na ida às salas de vacinação durante a pandemia.

Walfrido Salmito, médico infectologista da FMS, explica que a vacina da gripe não tem eficácia contra o novo Coronavírus, e que mesmo com evidências de que a Covid-19 afete com menos frequência e menor gravidade as crianças em relação aos adultos, as medidas de prevenção são necessárias e os cuidados com esta faixa etária precisam ser reforçados.

“É importante que as crianças tenham hábitos de higiene, usem máscaras a partir dos dois anos de idade e respeitem o isolamento social. Embora não façam parte do grupo de risco para Covid-19, elas podem ser infectadas pelo novo Coronavírus. A maioria não apresenta sintomas, mas as que têm sintomas devem buscar atendimento médico”, orienta o infectologista.

Continue Lendo

Saúde

Piauí registra 16 mortes e 1.290 casos de coronavírus nas últimas 24 horas

Avatar

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) divulgou nessa quinta-feira (06), que o estado do Piauí registrou em 24h, 16 óbitos e 1.290 casos da doença. No total, Piauí contabiliza 58.390 casos confirmados e 1.452 mortes.

Dez mulheres e seis homens foram vítimas fatais do novo coronavírus. Elas eram naturais das cidades de Cocal (40 anos), Jurema (69 anos), Parnaíba (89 anos), Piripiri (37 anos), Redenção do Gurguéia (75 anos) e Teresina (51, 66, 74, 78 e 82 anos). Já eles eram de Barras (53 e 70 anos), Parnaíba (42 anos), Picos (75 anos) e Teresina (73 e 97 anos). 

Dos 224 municípios do estado, apenas três não têm casos de contaminação pelo coronavírus (Arraial, Canavieira e Jardim do Mulato). A Covid-19 está presente em 98,7% do território piauiense.

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat