Siga as Redes Sociais

Teresina

Programa Cidade Solidária atende 314 famílias em vulnerabilidade em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), vem intensificando o monitoramento nos locais de risco e atendimento da população em situações emergenciais em consequência das chuvas intensas. Hoje, a Prefeitura mantém 314 famílias cadastradas no Programa Cidade Solidária, que oferece apoio financeiro às famílias que tiveram suas residências comprometidas por conta de desabamentos, alagamentos, transbordamento de rios ou lagoas, como também incêndios.

“É um compromisso nosso acompanhar essas famílias e incentivar a solidariedade entre os moradores da região, que recebem outra família. Com as constantes chuvas que atingem a cidade de Teresina nesse período, o programa tem tido um alto grau de importância pra população”, explica Samuel Silveira, secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas.

A assistente social, Kânia Britto, gerente de Proteção Social Básica (GPSB) da Semcaspi, explicou que a demanda cresce bastante nos meses de chuvas, somente nos últimos dois meses, a Semcaspi cadastrou 19 novas famílias no programa. Os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) são responsáveis por realizar uma triagem e encaminhar o relatório social para a Semcaspi, a GPSB avalia as solicitações e, comprovada necessidade, aprova o benefício.

“O fluxo para adesão ao programa inicia-se com a vistoria da Defesa Civil que faz a identificação da situação e, entendendo o risco, repassa a demanda para a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) ou Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR) da região. Em seguida, a superintendência avalia a situação do local e, caso necessário, o órgão encaminha a demanda para a Semcaspi” explicou a gerente.

A dona Valdirene Pereira Sousa, de 53 anos, é beneficiária do “Cidade Solidária”. Além da casa, ela perdeu o esposo com a tragédia no Parque Rodoviária em abril de 2019. Dona Valdirene e o filho, que moravam vizinhos um do outro, foram cadastrados no programa e, há 11 meses, recebem o auxílio de aluguel e cestas básicas da prefeitura.

“Eu agradeço muito a prefeitura e as assistentes sociais do CRAS que receberam a gente muito bem. Só tenho que agradecer porque é muito difícil a pessoa estar num momento desse. Ter essa ajuda para pagar o aluguel, para quem não tem nenhuma renda como eu, já é muito bom. Eu faço faxina para complementar, mas tem dias que não dá. É ruim a gente perder nossa casa, eu não consegui tirar nem uma colher da minha casa, perdi tudo que conquistei com tanto esforço, perdi meu esposo, mas apesar de tudo isso eu agradeço porque estou viva”, conta Valdirene.

Os benefícios da política de assistência social do Cidade Solidária é dividido em “Família Solidária” e “Residência Solidária”. A assistente social do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS/Sul IV), Núbia Xavier, explica como funcionam as duas modalidades.

“Na modalidade Família Solidária, os interessados são cadastrados para acolher temporariamente famílias que estão em situação de desabrigamento e a Prefeitura repassa mensalmente uma ajuda de custo no valor de R$ 250,00. Já com a “Residência Solidária”, a família beneficiária indica um imóvel e a Prefeitura faz o pagamento no valor de até R$ 300 para o proprietário”, disse.

Com vistas para atender as situações de calamidade pública, a Semcaspi acompanha as famílias através da rede socioassistencial e, também, elas podem ser beneficiadas com cestas básicas. A Secretaria também oferece kits de produtos de limpeza e kits de acolhimento, como colchões, lençóis e toalhas. O trabalho é executado pela Semcaspi em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) e as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) e Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR).

Fonte: PMT

Teresina

Motociclista atropela mãe e bebê de três meses na zona Norte de Teresina; Criança não resistiu

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Um bebê de apenas três meses morreu, na noite dessa quinta-feira (15/04), após um grave acidente ocorrido na Avenida Duque de Caxias, zona Norte de Teresina.

Conforme populares, a mãe andava com o filho dentro do carrinho e, no momento que estava atravessando a avenida, ambos foram colhidos por um motociclista . Com o impacto, a criança foi arremessada para fora do carrinho, caindo violentamente no chão.

O bebê chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), no entanto, acabou não resistindo aos ferimentos. A mãe, teve escoriações pelo corpo e um braço quebrado.

O motociclista empreendeu fuga sem prestar socorro às vítimas.

Continue Lendo

Vacinação

PI anuncia vacinas para público de 60 a 64 anos, mas há cidades que ainda não vacinaram de 65 a 69

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação

O Piauí recebe nesta sexta-feira (16/04) mais 87 mil doses de vacinas, para dar segmento à campanha de vacinação contra a Covid-19. Serão 34 mil doses da Coronavac e 53 mil da Astrazeneca.

Conforme nota do governo, com as 34 mil doses da Coronavac, o Piauí vai aplicar a segunda dose em 2% dos trabalhadores da saúde; segunda dose de 23% do público de 65 a 69 anos; primeira dose de 3% dos trabalhadores da saúde; primeira dose de 6% dos trabalhadores das Forças Armadas e Segurança e primeira dose de 1,9% das pessoas de 60 a 64 anos.

Já as 53 mil doses da Astrazeneca serão utilizadas para a primeira dose de 46% das pessoas de 65 a 69 anos; primeira dose de 0,5% dos idosos de 60 a 64 anos.

No entanto, um questionamento foi levantado pela população, como vacinar as pessoas de 60 a 64 anos, se há cidades em que ainda não foram vacinados os de 65 a 69?

Segundo informado, a Sesapi repassa uma certa quantidade de vacinas para cada município. No entanto, apesar de seguirem um plano nacional, cada cidade age conforme a organização de cada secretaria municipal que vacina por faixa etária ou por classes prioritárias, como trabalhadores de saúde e das Forças de Segurança Pública que estão na linha de frente no combate ao Covid-19.

Em Teresina, por exemplo, os idosos de 65 anos ainda não foram vacinados [Nesta faixa etária, apenas acamados receberam a dose na capital], enquanto outros municípios do interior, já chegaram, inclusive, a aplicar doses no grupo de 60 anos.

FMS divulga nota anunciando vacinação de público de 65 e 66 anos

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina divulgou hoje, 15, o calendário de vacinação contra a Covid-19 dos próximos dias. A FMS chama atenção que pela manhã devem comparecer aos postos as mulheres e pela tarde os homens.

Amanhã, 16, serão aplicadas segundas doses de vacina em pessoas de 78 anos. No sábado, 17, acontecerão segundas doses para a faixa etária de 77 anos e também primeiras doses para pessoas com 66 anos. Domingo é a vez das pessoas de 65 anos garantirem suas primeiras doses.


Drives vacina Covid de 16, 17 E 18 de abril

16 de abril (9h às 13h – mulheres) – (13hàs 17h homens)
SEGUNDA DOSE 78 anos
• Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Campus Torquato Neto – Rua João Cabral, 2231, Bairro Pirajá.
• Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte) – Avenida Ministro Sergio Mota, S/N, Bairro Santa Maria da Codipi.
• Terminal de Integração Zoobotânico – Avenida Presidente Kenedy, Bairro Zoobotânico.
• Teresina Shopping – Edifício Garagem G1 – Avenida Raul Lopes, 1000, Bairro dos Noivos.
• Terminal de Integração Livramento – Avenida dos Expedicionários, S/N, Bairro Dirceu.
• Faculdade Estácio de Teresina – Estacionamento da Faculdade na Avenida dos Expedicionários, Bairro São João.
• Terminal de Integração Parque Piauí – Avenida Marechal Juarez Távora, 118, Bairro Parque Piauí (próximo ao clube dos Cem).
• Terminal de Integração Bela Vista – Avenida Prefeito Wall Ferraz, Bairro Bela Vista.
• Centro Universitário Santo Agostinho – Avenida Professor Valter Alencar, 855, Bairro São Pedro.

17 de abril (9h às 13h – mulheres) – (13hàs 17h homens)
PRIMEIRA DOSE 66 ANOS:
• Centro Universitário Santo Agostinho – Avenida Professor Valter Alencar, 855, Bairro São Pedro;
• Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU- Norte);
• Terminal de Integração Buenos Aires;
• Terminal de Integração Zoobotânico;
• Terminal de Integração Bela Vista;
• Terminal de Integração Livramento;
• Centro Universitário Uninovafapi;
• Terminal de Integração Itararé

SEGUNDA DOSE 77 ANOS:
• Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Campus Torquato Neto – Rua João Cabral, 2231, Bairro Pirajá;
• Terminal de Integração Parque Piauí – Avenida Marechal Juarez Távora, 118, Bairro Parque Piauí (próximo ao clube dos Cem);
• ADUFPI – Av. Universitária, 391, Bairro Ininga;
• Teresina Shopping – Edifício Garagem G1 – Avenida Raul Lopes, 1000, Bairro dos Noivos;
• Faculdade Estácio – Av. dos Expedicionários, 790 – São João

18 de abril (9h às 13h – mulheres) – (13hàs 17h homens)
PRIMEIRA DOSE 65 ANOS:
Centro Universitário Santo Agostinho – Avenida Professor Valter Alencar, 855, Bairro São Pedro;
• Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU- Norte);
• Terminal de Integração Buenos Aires;
• Terminal de Integração Zoobotânico;
• Terminal de Integração Bela Vista;
• Terminal de Integração Livramento;
• Centro Universitário Uninovafapi;
• Terminal de Integração Itararé
• Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Campus Torquato Neto – Rua João Cabral, 2231, Bairro Pirajá;
• Terminal de Integração Parque Piauí – Avenida Marechal Juarez Távora, 118, Bairro Parque Piauí (próximo ao clube dos Cem);
• ADUFPI – Av. Universitária, 391, Bairro Ininga;
• Teresina Shopping – Edifício Garagem G1 – Avenida Raul Lopes, 1000, Bairro dos Noivos;
• Faculdade Estácio – Av. dos Expedicionários, 790 – São João

Continue Lendo

Teresina

Justiça derruba decreto de Dr. Pessoa e proíbe abertura do comércio na sexta-feira (16)

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação

O juiz Aderson Antônio de Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública da Comarca de Teresina, derrubou através de liminar, o decreto publicado pelo prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), que autorizava o funcionamento do comércio até sexta-feira (16/04) na capital.


O pedido foi feito pelo Governo do Piauí, que alegou que o decreto assinado por Pessoa enfraquece as medidas sanitárias adotadas pelo Estado. Dessa forma, o magistrado acatou o pedido do governo e, estipulou que apenas os serviços essenciais devem permanecer em funcionamento na sexta-feira. Dessa forma, o funcionamento do comércio em geral dos dias 16 a 18 de abril será exclusivamente para sistema delivery ou drive-thru. Em caso do não cumprimento da liminar, a Prefeitura de Teresina terá que pagar multa no valor de R$ 50 mil.

Essa é a segunda vez que há divergências entre a Prefeitura e o governo sobre a abertura das atividades comerciais em Teresina. 

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat