Siga as Redes Sociais

Polícia

Acusado de matar PM é preso praticando arrombamentos em Teresina

Redação Encarando

Publicado

em

Adriano Pereira da Silva, vulgo Fuscão, acusado de ter matado o cabo Lucimar em uma lotérica no bairro Piçarreira, há pelo menos uns 10 anos atrás, foi preso juntamente com mais duas pessoas por terem furtado vários estabelecimentos na zona Sul de Teresina.

De acordo com o major Audivan, além de Adriano Pereira, foram presos Francisco de Araujo Vieira, vulgo Cidade, e Daniel lopes de Moraes, vulgo Gaguim. O trio é acusado de ter roubado a Igreja Lourdes, localizada na zona sul.

Os indivíduos foram presos e encaminhados para a Central de Flagrantes

Polícia

Suspeito de estuprar mulher durante assalto é preso no interior do Piauí

Avatar

Publicado

em

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Bom Jesus, prendeu na tarde desta quinta-feira (23), um homem identificado pelas iniciais como R.C.C.C, e a apreensão de um menor. Ambos são suspeitos de terem envolvimento em um assalto, que terminou com uma mulher sendo violentada sexualmente.

De acordo com a Polícia Civil, os dois assaltaram um casal, e utilizaram uma arma branca durante o crime. Ainda conforme as investigações, o maior de idade, após roubar os celulares das vítimas estuprou a vítima mulher. O crime aconteceu no dia 15 de setembro desse ano.

Após o início das investigações, a equipe policial, identificou os autores do crime, momento em que foi pedida, ao judiciário, a prisão preventiva do maior e a internação provisória do menor.

Continue Lendo

Polícia

Polícia prende mototaxista acusado de matar guarda municipal em Parnaíba

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O guarda municipal Marcos Vinicius (de paletó), foi assassinado a facadas durante uma abordagem ao motociclista Mário Veras (camiseta amarela) - Montagem: Portal Enarando

O mototaxista identificado como Mário Veras, acusado do assassinato do guarda municipal Marcos Vinicius Santos, foi preso na tarde desta quinta-feira (24), por policiais militares na Praia de Barra Grande, no município de Cajueiro da Praia, litoral do Piauí.

Segundo a PM, o homem foi detido durante uma abordagem policial e foi conduzido para a Central de Flagrantes de Parnaíba.

O crime ocorreu no final da tarde de ontem (23), no momento em que Marcos Vinícius e um outro guarda, identificado como apenas como David, realizaram uma abordagem a Mário no Centro Histórico de Parnaíba.

Segundo informações da PM, o suspeito estava usando uma motocicleta sem placa e, teria se irritado com a ação dos guardas. Ele, então, sacou uma faca e desferiu os golpes nos dois.

As vítimas foram socorridas e encaminhadas ao Hospital Regional Dirceu Arcoverde (HEDA), no entanto, Marcos Vinicius acabou não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O suspeito deve responder por homicídio e tentativa de homicídio.

Continue Lendo

Polícia

Operação da PF mira exploração ilegal de diamantes em terras indígenas; mandados estão sendo cumpridos no PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (24) a Operação Crassa contra exploração ilegal de diamantes na Terra Indígena Cinta Larga e na Reserva Roosevelt em Rondônia. No total são cumpridos 53 mandados de busca e apreensão no interior de Rondônia, Piauí, São Paulo, Roraima, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais e Distrito Federal.

As pedras preciosas, segundo a PF, são retiradas ilegalmente e passam por avaliação de intermediário até serem vendidas em joalherias — principalmente em São Paulo e no exterior, em países como França, Itália e Suíça.

O esquema, segundo a investigação que começou em 2018, movimenta cerca de US$ 20 milhões por mês.

Os diamantes da reserva estão entre os considerados como mais valiosos do mundo. Entre os alvos da operação estão lideranças indígenas, garimpeiros, intermediários e empresários.

De acordo com a investigação da PF, esses líderes autorizavam a entrada de garimpeiros na reserva. Depois, um intermediador fazia a ponte com um comprador.

Investigações

Segundo a PF, o trabalho investigativo começou em 2018, com a prisão em flagrante de três pessoas em posse de diamantes. Eles haviam se deslocado de São Paulo a Rondônia para adquiri-las. Na ocasião, admitiram que os diamantes eram da Reserva Roosevelt.

Durante as apuração do esquema foram identificadas as participações de garimpeiros, lideranças indígenas, financiadores do garimpo, avaliadores, comerciantes e intermediadores que estabelecem a conexão entre os fornecedores e o mercado consumidor nacional e internacional.

Entre os crimes investigados estão organização criminosa, usurpação de bens da União e lavagem de dinheiro.

A assessoria da Polícia Federal em Rondônia explica que o termo “crassa” faz referência ao estado bruto dos diamantes, tendo sido identificado no início das investigações a sinalização “bruto” ao lado dos contatos relacionados aos garimpeiros e intermediários do comércio ilegal na agenda dos indivíduos presos em flagrante.

Fonte: G1

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat