Siga as Redes Sociais

Polícia

Senado arquiva investigação sobre fraude na eleição para escolher presidente da Casa

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Corregedoria do Senado arquivou a investigação que foi aberta para analisar suposta fraude na eleição para a presidência da Casa, em fevereiro. Na ocasião, numa primeira votação, anulada posteriormente, foram colocadas 82 cédulas na urna — uma a mais que o total de 81 senadores.

De acordo com a decisão do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), então corregedor da Casa, “da análise das imagens juntadas no presente procedimento não foi possível concluir, de forma categórica, o momento em que se deu a suposta fraude objeto dessa sindicância, tampouco individualizar a pessoa que teria praticado o respectivo ato”.

A informação foi dada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” que obteve o despacho de Rocha.

“O texto sugere que o surgimento do voto extra, “em meio a uma sessão excessivamente tumultuada”, pode ter ocorrido de “erro, e não necessariamente de uma conduta dolosa”. O voto extra, porém, foi marcado e colocado dentro de um envelope com outro voto, tornando a possibilidade de erro improvável.

Na investigação de Rocha, ele disse que solicitou ajuda à Polícia Legislativa, mas foi informado de que o órgão “não dispunha de aparato técnico para tal” e que foi colocado apenas um policial para ajudar a Corregedoria na tarefa.

O senador também destacou que os trabalhos só puderam ser iniciados dois meses após a sessão de votação em razão da necessidade de aguardar a formalização dos trabalhos por meio da nova Mesa Diretora, que tomou posse em fevereiro .

“Sendo assim, muito embora as imagens pudessem sugerir com mais ênfase a participação de algum senador, penso que a gravidade da pena, que poderia chegar até à cassação do mandato, nos impõe exigência de mais do que uma leve suspeita, mas de uma certeza plena da ocorrência do dolo, estando em jogo o valor máximo da democracia que é a soberania do voto popular, expresso pela vontade dos eleitores. As imagens, no entanto, são inconclusivas para determinar, com certeza além da dúvida razoável, a autoria e o animusdo gesto”.

Votação refeita

A votação em fevereiro acabou sendo anulada e refeita. Na ocasião, o presidente da sessão, senador José Maranhão (MDB-PB), falou em “equívoco”. Sérgio Petecão (PSD-AC) e Esperidião Amin (PP-SC) afirmaram que houve “fraude”. Houve tumulto no plenário. Duas cédulas foram rasgadas na tribuna por Maranhão e as demais foram trituradas.

Nove senadores tinham se apresentado como candidatos à Presidência da Casa, mas três retiraram as candidaturas: Álvaro Dias (Pode-PR), Major Olímpio (PSL-SP) e Simone Tebet (MDB-MS), que concorria como candidata avulsa.

Restaram na disputa seis parlamentares: Fernando Collor (Pros-AL), Reguffe (sem partido-DF), Angelo Coronel (PSD-BA), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Esperidião Amin (PP-SC) e Renan Calheiros (MDB-AL). A vitória foi dada a Davi Alcolumbre (DEM-AP), eleito com 42 votos.

Fonte: G1

Polícia

Esposa de desembargador tem carro roubado em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Maria Zilda Brandão, 62 anos, teve seu carro, modelo Fiat Toro, roubado na frente de uma lavanderia localizada no bairro de Fátima, na zona Leste de Teresina, na tarde desta sexta-feira (30). A vítima é esposa do desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí , Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho.

Segundo informações, a mulher estava estacionando o veículo quando dois homens, que estavam em uma motocicleta, pararam próximos à vítima, anunciaram o assalto e levaram o carro.

A Polícia Interestadual (Polinter), está investigando o caso.

Continue Lendo

Polícia

Suspeito de assalto é morto e PM baleado durante troca de tiros em Esperantina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira (30), um suspeito morreu durante troca de tiros com a Polícia Militar no bairro Batista de Amorim na cidade de Esperantina, Norte do Piauí. Um policial também foi baleado durante o confronto.

De acordo com a polícia, uma dupla em uma motocicleta foi avistada pela guarnição na região do Cais do Rio Longá e, ao notarem a presença da PM, os dois empreenderam fuga pele uma área de mata. Na perseguição, houve troca de tiros, resultando na morte de um dos homens. Ele foi levado para o necrotério do hospital para averiguação de identidade. O comparsa conseguiu fugir.

O policial foi socorrido e levado para o setor de urgência do Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman e está fora de risco. 

Segundo a PM, a dupla tem as mesmas características de suspeitos que estavam cometendo vários assaltos à mão armada na cidade de Esperantina nos últimos dias.

Com informações do Revista Opinião

Continue Lendo

Polícia

Homem morre após ser espancado em bar da zona Norte de Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Um homem identificado como Anderson Sousa de Araújo, de 42 anos, morreu após ser espancado durante uma briga que ocorreu em um bar no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina, na noite dessa quinta-feira (29).

De acordo com testemunhas, Anderson estava bebendo no local, quando começou uma discussão com outros dois homens. Minutos após, a vítima foi até o carro e, ao voltar, começou a ser agredido pelos suspeitos, que fugiram após o ocorrido.

A Polícia Militar foi acionada e ainda encontrou Anderson consciente, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e ele recebeu os primeiros socorro, no entanto, teve uma piora em seu quadro de saúde, começou a passar mal, vindo a óbito.

O corpo foi recolhido e levado para o Instituto de Medicina Legal (IML). 

Nenhum suspeito foi preso ou identificado até o momento. O caso vai ser investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat