Siga as Redes Sociais

Polícia

PF deflagra Operação “KHIZI” contra comércio de madeira ilegal em Parnaíba

Redação Encarando

Publicado

em

A Delegacia de Polícia Federal em Parnaíba deflagrou na manhã de hoje, 03/04/2019, a Operação KHIZI, que desarticulou Organização Criminosa voltada para o comércio ilegal de madeira com atuação nos Estados da Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Piauí e Rio Grande do Norte.

O inquérito policial foi instaurado em 2017 e a investigação revelou existência de conluio entre empresários do setor madeireiro, servidores públicos da SEFAZ e do IBAMA, todos para viabilizar o comércio e transporte interestadual de madeira sem origem comprovada. O transporte e comercialização ilícitos era lastreado em Documentos de Origem Florestal inidôneos, e em notas fiscais produzidas com informações falsas sobre quantidade, espécie e valor da mercadoria.

Também foi descortinado esquema de pagamento de propinas a agentes públicos responsáveis pela fiscalização tributária e ambiental, atraindo a incidência dos delitos de organização criminosa, falsidade ideológica, uso de documento falso, inserção de dados falsos em sistemas, corrupção ativa e passiva, prevaricação, facilitação ao descaminho, sonegação de tributos.

A ação de hoje, que conta com a participação de 125 Policiais Federais de diversas Unidades da Federação tem como objetivo dar cumprimento a 29 mandados de busca e apreensão, 8 mandados de prisão preventiva e 9 mandados de prisão temporária expedidos pela Subseção Judiciária Federal em Parnaíba. Os mandados estão sendo cumpridos nos estados do Piauí, Pará, Maranhão e Bahia.

Também foi determinada a apreensão de veículos usados para viabilizar o transporte de madeira, indisponibilidade de bens imóveis e bloqueio de ativos financeiros dos principais envolvidos. O cumprimento dos mandados contou com participação de Analistas do IBAMA e da Corregedoria do 2º Batalhão de Polícia Militar em Parnaíba.

O nome da Operação é em alusão ao conjunto arquitetônico situado na ilha de Khizi/Rússia, composto por três edifícios eclesiásticos construídos apenas com encaixe de toras de madeira de pinheiros, sem a necessidade de uso de pregos ou parafusos, eleito como Patrimônio Mundial da Unesco em 1990.

Fonte: Polícia Federal

Polícia

Homem é baleado ao reagir a tentativa de assalto no interior do Piauí

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Um homem identificado apenas como Didi, foi baleado após reagir a uma tentativa de assalto, nesta segunda-feira (21). O caso ocorreu na Localidade Poção, zona Rural da cidade União, Piauí.

Segundo relato de testemunhas, a vítima foi abordada pelos criminosos em uma estrada vicinal da região. Ao anunciarem o assalto, o homem teria reagido e acabou sendo atingido por pelo menos três disparos de arma de fogo. Após o ocorrido, os suspeitos empreenderam fuga.

A vítima foi socorrida em estado grave e levado para o hospital de União, mas devido a gravidade dos ferimentos foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

A polícia militar foi acionada e realiza diligências no intuito de localizar os suspeitos.

Continue Lendo

Polícia

Mulher é esfaqueada pelo próprio companheiro em bar na cidade de Picos

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, foi esfaqueada pro próprio companheiro, em um bar localizado no bairro Morada do Sol, na cidade de Picos. O crime ocorreu na noite de domingo (20).

Testemunhas relataram que o casal iniciou uma discussão, por motivos ainda não identificados, no momento em que o homem pegou uma faca e desferiu vários golpes contra a companheira. Após o crime ele empreendeu fuga.

A PM foi acionada e, após diligências, conseguiram localizar o suspeito, que foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes, junto com a arma do crime.

A mulher, foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao hospital da cidade. Segundo informações, seu estado de saúde é considerado grave.

Continue Lendo

Polícia

‘Urbsluzia’: Operação da PF no PI e MA mira fraude de R$ 1,8 milhões em benefícios do INSS

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (21/09), a Operação Urbsluzia, com objetivo de reprimir crimes contra o sistema previdenciário nacional ocorridos nos estados do Piauí e Maranhão.

De acordo com a PF, diligências ocorrem simultaneamente nos municípios de Luzilândia (PI), Mata Roma (MA) e Tutóia (MA). Neste último, as buscas acontecem na sede da Agência da Previdência Social onde se processavam os benefícios.

A investigação realizada no âmbito da Força-Tarefa previdenciária, composta pela PF, Ministério Público Federal e Núcleo de Inteligência da Previdência Social no Piauí/CGINT-ME demonstra atuação de grupo responsável pela concessão de diversos benefícios de pensão por morte e auxílios-maternidade, infligindo prejuízo aos cofres públicos no valor de R$ 1,8 milhões já pagos indevidamente. Se calculados os pagamentos indevidos que serão evitados com a suspensão dos benefícios fraudulentos, essa cifra sobe para R$ 4,2 milhões.

Foto: Divulgação/PF

“O crime somente era possível graças à participação de um  servidor do INSS que atua na concessão de benefícios. A fraude consiste em inserção de dados fictícios em processos montados a partir de falsos beneficiários cooptados por familiares do técnico do seguro social. O grupo conta com apoio de policial militar para dar segurança no momento dos saques dos valores retroativos, em sua maioria grandes somas em espécie retiradas na rede bancária”, explica a PF.

Aproximadamente 40 policiais federais de Parnaíba, Teresina e do Grupos de Pronta Intervenção da Superintendência da Polícia Federal no Maranhão executam 8 mandados de busca e outras medidas restritivas de direitos expedidas pelo Juízo da 1ª Vara Federal em São Luís (MA). O monitoramento eletrônico, através de tornozeleira rastreável, será instalado em 7 dos investigados.

Foto: Divulgação/PF

O nome da Operação

O nome da operação, “Urbsluzia”, faz alusão ao município onde eram cooptados os pretensos beneficiários em nome dos quais eram implementados os benefícios fraudulentos.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat