Siga as Redes Sociais

Polícia

Dupla é presa na BR 316 com armas e quase R$ 100 mil em fundo falso de veículo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução/PRF

Dois homens de 34 e 40 anos, foram presos na tarde dessa terça-feira (27/10), a BR 316, em Timon-MA, transportando quase R$ 100 mil de origem não declarada.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a dupla estava em um veículo RENAULT/LOGAN, quando foram abordados pelos policiais.

Após a equipe realizar os procedimentos de identificação veicular, notaram o condutor e o passageiro bastante nervosos, além de apresentar informações desencontradas. Após realizarem uma vistoria mais minuciosa no veículo, os policiais encontraram, em um fundo falso no painel do veículo, R$ 99.512,00 em dinheiro, duas pistolas da marca Taurus, 92 unidades de munições não deflagradas e um rádio comunicador.

Os policiais verificaram que os dois homens já possuem passagens por Homicídio Qualificado e Receptação e são considerados de alta periculosidade. Eles não informaram qual a origem do dinheiro, das armas e das munições.

Diante dessa situação, os homens foram presos e, juntamente com o dinheiro, as armas e as munições, encaminhados à Polícia Civil no município de Timon/MA para os procedimentos necessários. Os homens responderão pelos crime de Lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos e valores e Porte Ilegal de Arma de Fogo e Munições.

Polícia

DHPP suspeita que execução de corretor tenha relação com facções criminosas

Avatar

Publicado

em

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) suspeita que a execução do corretor, identificado como Francisco Ismael Rodrigues, tenha relação com facções criminosas. O homicídio ocorreu na tarde dessa quarta-feira (02) na Avenida Barão de Gurguéia, na zona sul de Teresina.

De acordo com informações preliminares do delegado Hildson Rodrigues, a suspeita foi levantada devida a dinâmica do crime. A vítima foi assassinada com mais de 15 tiros. A suspeita da motivação do crime por vingança também foi levantada.

Foi encontrado uma arma de fogo com Ismael, mas durante o crime ele foi surpreendido e não conseguiu reagir. Provavelmente, o corretor já estava sendo ameaçado.

No início desta noite (02), um veículo foi encontrado completamente incendiado próximo do Povoado Alegria, na zona rural de Teresina. Possível é o veículo utilizado no crime. O caso está sendo apurado.

Continue Lendo

Polícia

Corretor é executado a tiros na Avenida Barão de Gurguéia em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Um corretor de veículos identificado como Francisco Ismael Rodrigues, de 37 anos, foi executado a tiros na tarde desta quarta (02/11), na Avenida Barão de Gurguéia, em frente à loja RR Veículos, na zona Sul de Teresina.

Segundo informações da Polícia Militar, a vítima havia chegado ao local e, ao estacionar seu carro, foi surpreendido pelos suspeitos, que chegaram em um outro veículo, modelo Sandero Stepway, e dispararam várias vezes, pelo menos 15 disparos atingiram o corretor, que ainda tentou correr para parte interna da loja.

Francisco Ismael morreu ainda no local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas o homem não resistiu aos ferimentos e veio a óbito ainda no local.

Até o momento, os suspeitos não foram identificados, mas polícia realiza buscas no intuito de capturá-los e esclarecer a motivação do crime.

“A informação que temos é que dois homens encapuzados desceram de um veículo Stepway e efetuaram pelo menos 30 disparos, 15 deles acertaram a vítima. A família da vítima diz bastante coisa, mas revelá-las nesse momento pode ser prejudicial para as investigações. O que podemos adiantar é que o crime pode ter relação com facções criminosas, mas só podemos esclarecer isso, no decorrer dos levantamentos”, afirmou o delegado Hildson Rodrigues, do DHPP.

Equipes da perícia técnica e do Instituto Médico Legal (IML), foram acionadas para realização dos procedimentos legais.

Continue Lendo

Polícia

PF deflagra Operação Falso Vínculo e investiga fraude na obtenção de laudos médicos para aposentadorias que gerou prejuízo de R$ 1,4 milhão

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (02) a Operação “Falso Vínculo”, com objetivo de reprimir Crimes previdenciários. A ação foi realizada em Teresina e cumpriu dois Mandados Judiciais de busca e apreensão, na residência e local de trabalho de um homem apontado como agenciador do esquema e estelionatário. Também atuam na operação a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, tem a finalidade de reprimir crimes previdenciários.

As investigações deram início no ano de 2015, a partir de levantamentos de  informações recebidas de atuação de um agenciador, levaram à identificação de um esquema criminoso no qual eram obtidos, mediante fraudes e simulações, laudos médicos e psiquiátricos que serviam para obtenção do Benefício Previdenciário de Auxílio Doença e, posteriormente, conversão em Aposentadoria por Invalidez.

Segundo a PF, os titulares desses benefícios, inclusive, o próprio agenciador, eram atendidos em Hospitais Psiquiátricos de Teresina, conseguindo Declarações de Internação ou de Atendimento, documentos posteriormente apresentados junto à Perícia Médica do INSS, objetivando a obtenção fraudulenta dos benefícios, gerando um prejuízo, inicialmente contabilizado, em R$ 1,4 milhão, dentre os quais, R$ 286 mil em quatro benefícios de Auxílio Doença para o próprio investigado, que será indiciado pelos crimes de estelionato previdenciário e associação criminosa, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a nove anos e oito meses de prisão.

O nome da operação

O nome da Operação vem do fato do investigado, para obtenção dos benefícios, criar falsos vínculos de trabalho para adquirir a condição de segurado junto ao INSS. 

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat