Siga as Redes Sociais

Política

Na Câmara, Moro diz que objetivo de mensagens é ‘invalidar condenações da Lava Jato’; Assista!

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou nesta terça-feira (2) que a suposta “invasão” de celulares de autoridades para obter mensagens faz parte de uma “tentativa criminosa de invalidar condenações” da Operação Lava Jato. Moro deu a declaração ao participar de audiência na Câmara solicitada por parlamentares de três comissões.

Nas últimas semanas, o site The Intercept publicou uma série de reportagens que revela supostas mensagens trocadas entre Moro e integrantes da força-tarefa da Lava Jato. Segundo o site, o ministro orientou a atuação de procuradores da República na época em que era o responsável pelos processos da Lava Jato na Justiça Federal do Paraná. O ministro e os integrantes do Ministério Público não reconhecem o conteúdo das mensagens.

“A meu ver, o que existe é uma tentativa criminosa de invalidar condenações, e o que é pior: a minha principal suspeita é de que [o objetivo] seja evitar o prosseguimento das investigações. Criminosos que receiam que as investigações possam chegar até eles e estão querendo se servir desses expedientes [as invasões e as mensagens] para impedir que as investigações prossigam”, afirmou o ministro.

Durante sua exposição inicial aos deputados, Moro afirmou, mais de uma vez, que agiu “com correção e com base na lei”. O ex-juiz disse também que tomou suas decisões “sem qualquer espécie de desvio”.

“Minha opinião é que alguém com muitos recursos está por trás dessas invasões e o objetivo principal seria invalidar condenações da Lava Jato”, frisou Moro.

Ele acrescentou que as supostas “invasões a celulares” não devem ter sido feitas por um “adolescente com espinhas”, mas por várias pessoas.

O ministro também saiu em defesa da Lava Jato. Ele reconheceu que “existem críticas”, mas, para Moro, “é inegável que [a Operação] mudou a impunidade no Brasil”.

Assista a audiência!

Fonte: G1

Política

Candidata Gessy Fonseca é destaque de debate e viraliza nas redes sociais

Avatar

Publicado

em

A candidata a prefeita de Teresina, Gessy Fonseca (PSC), foi o destaque nesse último sábado (24) durante o debate da TV Antena 10, que foi realizado no auditório da Novafapi, na zona leste de Teresina.

O debate foi decisivo na campanha de Gessy, pois muitos eleitores indecisos, e os que tinham intenção de votar nulo, se manifestaram positivamente nas redes sociais de Gessy. “Temos um termômetro bastante eficiente nas redes sociais. Muitas pessoas comentaram e mandaram mensagem informando que não iam mais votar, mas depois que me conheceram, por meio do debate, eles mudaram a opinião. Isso é democracia, mostrar para a população que existe esperança na renovação da política teresinense. E eu, estou preparada para ser a diferença!”, explicou.

A análise do perfil da candidata revela que Gessy ultrapassou 35 mil seguidores após o debate.

Continue Lendo

Política

Debate termina com briga generalizada entre torcidas do Fábio Abreu e do Kleber Montezuma

Redação Encarando

Publicado

em

O debate da TV Antena 10 realizado na tarde desse sábado (24) terminou com uma briga generalizada na calçada do auditório da Novafapi, localizado na zona leste de Teresina.

A pancadaria contou com socos, pontapés e bandeiradas. Tudo começou por conta da quantidade dos animadores da equipe do Kleber Montezuma (PSDB), que foi chacotada, pela a equipe do Fábio Abreu (PL), que estava em uma quantidade bem maior. A rivalidade entre as torcidas terminou em um briga generalizada.

Equipes do 5 Batalhão da Polícia Militar foi acionada para conter os ânimos. Os militares precisaram usar spray de pimenta para controlar a briga.

Veja o vídeo!

Continue Lendo

Eleições

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: TSE

Nas eleições municipais de novembro, a Polícia Federal (PF) deverá usar drones para prevenção e repressão de crimes eleitorais como boca de urna e transporte irregular de eleitores.

De acordo com o órgão, mais de 100 aeronaves pilotadas remotamente deverão ser alocadas em municípios considerados estratégicos, em todos os estados. A intenção é que os equipamentos sobrevoem as zonas eleitorais de modo a inibir e flagrar a prática de condutas vedadas nos dias de votação.

Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar todas a eleição em todo território nacional, determinando a adoção as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, informou o órgão.

O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 15 de novembro. O segundo turno, onde houver, ocorrerá em 29 de novembro. O horário de votação será sempre das 7h às 17h, no horário local.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat