Siga as Redes Sociais

Política

Carlos Bolsonaro acessa gravações de condomínio e diz que não houve contato entre portaria e casa do pai

Publicado

em

Foto: Renan Olaz / Câmara do Rio / Divulgação

O vereador Carlos Bolsonaro publicou dois vídeos gravados, segundo ele, na manhã desta quarta-feira, em que exibe uma tela com pelo menos três dezenas de arquivos de áudio. Segundo Carlos, o vídeo foi gravado na “administração do condomínio 3.100 da Barra da Tijuca”, o Condomínio Vivendas da Barra , onde mora o próprio vereador e o presidente Jair Bolsonaro tem casa. Os arquivos de áudio seriam ligações feitas da portaria do condomínio para as residências de diversos moradores no dia 14 de março de 2018, data do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Carlos publicou os vídeos para contestar o depoimento do porteiro e o registro da portaria que dizem que um dos suspeitos da morte de Marielle entrou no condomínio alegando que iria à casa do presidente – então deputado federal – Jair Bolsonaro.

Pouco depois, também nesta quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, depois de seminário de parcerias econômicas em Riad, na Arábia Saudita, que não há registro de chamadas da portaria para sua casa no dia do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes . O presidente afirmou que “determinou” a seu filho, Carlos, que buscasse registros do circuito interno do Condomínio Vivendas da Barra, onde também mora o ex-policial Ronie Lessa , um dos suspeitos pela morte de Marielle e Anderson.

Para o presidente, essa “invenção” ocorreu “por ordem e determinação do senhor governador Witzel”, para tentar prejudicá-lo.

– Tem o registro, sim, para casa outra. Agora, nos surpreende a qualquer um a Polícia Civil, o delegado que tá fazendo o inquérito, ignorar isso e inventar um depoimento, no meu entender por ordem e determinação do senhor governador Witzel para tentar me prejudicar – respondeu Bolsonaro.

Reportagem do “Jornal Nacional” da TV Globo apontou, com base em registros na portaria do condomínio, que Élcio Queiroz , outro suspeito pelos assassinatos, esteve no condomínio no dia da morte de Marielle. Ronie e Élcio, acusados pelo homicídio, estão presos. Segundo depoimento do porteiro do condomínio ao Ministério Público , revelado pelo “Jornal Nacional”, Élcio anunciou que visitaria a casa do então deputado Jair Bolsonaro.

– Não há chamada alguma para minha casa e muito menos a minha voz – negou Bolsonaro.

Bolsonaro afirmou que a Advocacia-Geral da União pode entrar em sua defesa e classificou a atuação do governador Wilson Witzel de “criminosa”, por ter supostamente “vazado” dados da investigação.

– Ele tem pretensões políticas, não tem competência e quer atacar o presidente – declarou Bolsonaro.

Witzel rebateu as acusações de Bolsonaro , classificou as frases do presidente como “levianas” e disse que ele “não está, talvez, em seu estado normal”.

Acesso ‘porque sou morador’

Em suas redes sociais, Carlos afirmou ter gravado os vídeos numa tentativa de apontar que não houve nenhuma ligação para a casa de nº 58 , onde morava o então deputado Jair Bolsonaro, por volta das 17h10m daquele dia. Segundo registros da portaria, naquele horário foi autorizada a entrada de Élcio Queiroz, um dos principais suspeitos pela morte de Marielle e Anderson, como visitante que se dirigia à casa nº 58. De acordo com depoimento do porteiro, Élcio teria se dirigido, no entanto, para a casa de Ronie Lessa, outro suspeito pelo assassinato, proprietário dos imóveis de número 65 e 66 .

O porteiro afirmou, em depoimento à Polícia Civil encaminhado ao Ministério Público do Rio (MP-RJ), que a entrada de Élcio foi autorizada por uma pessoa cuja voz ele identificou como a de “seu Jair” . Após constatar, através das câmeras de segurança, que o visitante se dirigia para outra casa, o porteiro informou ter ligado novamente para a residência de nº 58 , e que “seu Jair” informou pelo inteforne que “sabia para onde Élcio estava indo”. Registros de presença na Câmara dos Deputados mostram, no entanto, que Bolsonaro estava em Brasília na noite do dia 14 de março do ano passado.

Além de divulgado por Carlos em suas redes sociais, o vídeo com os arquivos de áudio foi publicado no canal do presidente Jair Bolsonaro no Youtube. No vídeo, Carlos diz que às 17h13m do dia 14 de março de 2018 foi feita uma solicitação de entrada no condomínio para a casa nº 65, de Ronie Lessa.

– Estou tendo acesso a esse tipo de documento, porque sou morador do condomínio. Não tem problema nenhum – justificou Carlos no vídeo.

A pasta de arquivos exibida por Carlos exibe também uma ligação feita para a casa de nº 58, do presidente Jair Bolsonaro, por volta das 15h58 daquele dia. Há também uma outra ligação, com horário registrado de 17h58, feita para a residência de nº 36, do próprio Carlos. Posteriormente, o vereador publicou novo vídeo com o conteúdo dessas duas outras ligações.

A ligação para a casa de Jair Bolsonaro é descrita como uma entrega de mercado. Já a ligação para a casa, de acordo com a gravação divulgada pelo vereador, é o anúncio da chegada de um carro de aplicativo de passageiros.

Fonte: O Globo

Política

Senador debocha de Joice e diz que agressão foi por traição ou droga

Publicado

em

Na mesma live em que relativizou agressões a uma mulher, dizendo não saber o que ela fez para merecer apanhar, o senador Styvenson Valentim, do Podemos, debochou das agressões sofridas e denunciadas à Polícia Legislativa pela deputada federal Joice Hasselmann (sem partido).

“E aquela deputada feminista que apareceu com oito fraturas na cara agora, querendo livrar a cara do marido?”, perguntou o outro participante da live.

“Aquilo ali, das duas uma. Ou duas de quinhentos (Styvenson leva as mãos à cabeça, fazendo chifres) ou uma carreira muito grande (inspira, como se cheirasse cocaína). Aí ficou doida e pronto… saiu batendo em casa”.

Assista ao vídeo:

Fonte: Metrópoles

Continue Lendo

Política

Após acordar ensanguentada e com fraturas, Joice Hasselmann aciona Depol

Publicado

em

Foto: Reprodução

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo de Jair Bolsonaro no Congresso, está com diversas fraturas e hematomas espalhados pelo corpo e não sabe dizer ao certo como os ferimentos ocorreram. Joice diz ter acordado no último domingo, 18, no chão do seu apartamento funcional, em Brasília, no meio de uma poça de sangue, com frio e muitas dores pelo corpo.

“Eu cheguei a pensar que tivesse tido um pequeno AVC (acidente vascular cerebral) ou algo assim”, afirmou a deputada ao Estadão/Broadcast Político. Do chão, ela conseguiu chamar o marido – o neurocirurgião Daniel França, que estava no apartamento, mas tinha dormido em outro quarto – para socorrê-la e prestar os primeiros socorros.

Nesta terça-feira, 20, Joice foi ao hospital fazer exames e descobriu diversos traumas pelo corpo – joelho, costela, ombro e nuca -, incluindo cinco fraturas na face e uma na coluna. Os médicos, segundo ela, descartaram a possibilidade de uma queda acidental. Joice acredita ter levado uma paulada na cabeça. “O galo na minha cabeça está muito grande”, contou.

A deputada desconfia ter sofrido um atentado dentro de sua casa e, por isso, acionou o Departamento de Polícia Legislativa (Depol) para abrir investigação sobre o caso. As imagens das câmeras de segurança do prédio devem ser analisadas.

Joice está tomando remédio para dores e recebeu o apoio da bancada feminina da Câmara. A segurança no apartamento foi reforçada. “Estou com dois homens armados aqui, uma faca do meu lado e mandei liberar minha pistola”, disse ela. “Eu vou descobrir o que aconteceu comigo, sim. Já investiguei o gabinete do ódio na CPI das Fake News e isso também vou descobrir”.

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue Lendo

Política

Presidente Bolsonaro confirma que Ciro Nogueira assumirá Ministério da Casa Civil

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) confirmou nesta quinta-feira (22/07), a indicação do senador Ciro Nogueira (PP), ao Ministério da Casa Civil.

A informação foi repassada pelo próprio presidente, em entrevista à Rádio Banda B.

Ainda, segundo o presidente, o anúncio oficial e a posse de Ciro devem ocorrer na próxima semana, após o senador retornar da viagem ao México. 

“Conversei com ele e ele aceitou. É uma pessoa que eu conheço há muito tempo. Ele está em recesso, chega em Brasília segunda-feira, converso com ele, acertamos os ponteiros. E a gente toca o barco. […] A Casa Civil é o ministério mais importante dos nossos, que trata, inclusive, da coordenação entre os ministérios. É uma pessoa que nos interessa pela sua experiência e que pode fazer um bom trabalho”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro também confirmou a recriação do Ministério do Trabalho, que se chamará Ministério do Emprego e Previdência. O atual ministro da Secretaria Geral, Onyx Lorenzoni, será o titular do novo ministério e o atual chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, assumirá a Secretaria Geral.

Assista:

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat