Siga as Redes Sociais

Política

Governador empossa novos secretários de Governo e Segurança Pública

Publicado

em

O governador Wellington Dias empossou, nesta sexta-feira (29), Osmar Júnior para o cargo de secretário de Governo e Fábio Abreu, que retorna como secretário de Segurança Pública. A solenidade foi realizada no Palácio de Karnak. Na oportunidade, os empossados agradeceram ao chefe do Executivo pelo convite e destacaram as prioridades para as pastas. 

Dias agradeceu ao trabalho desenvolvido pelo ex-secretários e ressaltou a importância do diálogo com as lideranças políticas para que o Estado tenha as condições de avançar. “Preciso ter comigo quem está desde o nascedouro, tratando da organização necessária para cumprir aquilo que saiu do projeto da Assembleia. O objetivo era exatamente garantir que a gente pudesse ter as condições de dar essa largada. Quero agora dialogar com as lideranças estaduais que comigo compuseram essa vitória e têm a responsabilidade da governança. Vamos fazer isto nesse mês de abril e, nos próximos dias, também dar posse aqui nas áreas onde acontecerão mudanças”, esclarece.

O secretário Fábio Abreu iniciou sua fala agradecendo ao trabalho que o coronel Rubens Pereira desenvolveu ao longo destes meses à frente da Secretaria de Segurança Pública. O secretário empossado ressaltou ainda os seus compromissos para a gestão que se inicia. “É um prazer voltar a esta gestão e sabermos que nós temos profissionais de destaque nacional. Eu sempre acreditei e hoje isto é comprovado pelo aplicativo Salve Maria. Nós temos excelentes profissionais na Polícia Civil, Polícia Militar e essa equipe tem sim condições de se destacar muito mais. O nosso objetivo é buscar condições para que os nossos profissionais possam desenvolver o trabalho e a capacidade que têm. Esse será o nosso principal objetivo. Nossa ações serão voltadas e pautadas nessa valorização”, disse.

A prioridade desta gestão, segundo o secretário, será reduzir as atividades criminosas que mais prejudicam a população e estas serão combatidas por meio da parceria com a inteligência e a tecnologia. “O estado do Piauí está habilitado a receber estes recursos graças ao trabalho feito pela gestão anterior e ao governador, por liberar recursos para que este plano pudesse ser feito. E é em cima desse plano que pretendemos desenvolver o nosso trabalho. As ações que nós pretendemos realizar serão focadas naquilo que as pessoas mais reclamam que é a questão do pequeno roubo e do pequeno furto. Vamos utilizar os meios tecnológicos que temos disponíveis e buscar aperfeiçoá-los e a parceria com a inteligência. Não tenho dúvidas que nós vamos ter um avanço na questão que mais incomoda a nossa população”, disse Fábio Abreu.

O secretário de Governo Osmar Júnior reforçou a necessidade de redução de gastos para que o Estado não perca a sua capacidade de investimento. “Para este ano, o Estado tem a necessidade de uma política de contenção de gastos. O governador lançou um programa, extinguiu cargos, órgãos, no sentido de enxugar mais os gastos para garantir os serviços essenciais e não perder de vista investimentos que possam elevar o IDH”, declarou.  

Osmar agradeceu ao chefe do Executivo pela confiança e recordou do pleito que disputaram junto em 2002. “Confiança não é uma coisa que se compra ou se acha na rua. Ser escolhido para um cargo dessa responsabilidade, nesse momento da vida brasileira, representa, da parte do governador, uma confiança na minha capacidade de exercer as funções de secretário e fazer com responsabilidade e lealdade. Este é o compromisso que assumo. Fiquei feliz com a lembrança, quando a Vossa Excelência me trouxe do compromisso assumido lá em 2002, quando tive a honra de ser vice-governador na chapa liderada por Vossa Excelência. Naquela oportunidade, nós também vivíamos um momento de dificuldades no Brasil e conflito político aqui no Piauí. Mas o governador, ao formular as ideias para aquela campanha, chamou a atenção. A ideia de que ele não pensou em apresentar um plano com as grandes obras, ele escreveu lá que o propósito daquela campanha era  melhorar a vida do povo piauiense e assim nós assinamos”, finalizou.

Fonte: Ascom

Política

Após acordar ensanguentada e com fraturas, Joice Hasselmann aciona Depol

Publicado

em

Foto: Reprodução

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo de Jair Bolsonaro no Congresso, está com diversas fraturas e hematomas espalhados pelo corpo e não sabe dizer ao certo como os ferimentos ocorreram. Joice diz ter acordado no último domingo, 18, no chão do seu apartamento funcional, em Brasília, no meio de uma poça de sangue, com frio e muitas dores pelo corpo.

“Eu cheguei a pensar que tivesse tido um pequeno AVC (acidente vascular cerebral) ou algo assim”, afirmou a deputada ao Estadão/Broadcast Político. Do chão, ela conseguiu chamar o marido – o neurocirurgião Daniel França, que estava no apartamento, mas tinha dormido em outro quarto – para socorrê-la e prestar os primeiros socorros.

Nesta terça-feira, 20, Joice foi ao hospital fazer exames e descobriu diversos traumas pelo corpo – joelho, costela, ombro e nuca -, incluindo cinco fraturas na face e uma na coluna. Os médicos, segundo ela, descartaram a possibilidade de uma queda acidental. Joice acredita ter levado uma paulada na cabeça. “O galo na minha cabeça está muito grande”, contou.

A deputada desconfia ter sofrido um atentado dentro de sua casa e, por isso, acionou o Departamento de Polícia Legislativa (Depol) para abrir investigação sobre o caso. As imagens das câmeras de segurança do prédio devem ser analisadas.

Joice está tomando remédio para dores e recebeu o apoio da bancada feminina da Câmara. A segurança no apartamento foi reforçada. “Estou com dois homens armados aqui, uma faca do meu lado e mandei liberar minha pistola”, disse ela. “Eu vou descobrir o que aconteceu comigo, sim. Já investiguei o gabinete do ódio na CPI das Fake News e isso também vou descobrir”.

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue Lendo

Política

Presidente Bolsonaro confirma que Ciro Nogueira assumirá Ministério da Casa Civil

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) confirmou nesta quinta-feira (22/07), a indicação do senador Ciro Nogueira (PP), ao Ministério da Casa Civil.

A informação foi repassada pelo próprio presidente, em entrevista à Rádio Banda B.

Ainda, segundo o presidente, o anúncio oficial e a posse de Ciro devem ocorrer na próxima semana, após o senador retornar da viagem ao México. 

“Conversei com ele e ele aceitou. É uma pessoa que eu conheço há muito tempo. Ele está em recesso, chega em Brasília segunda-feira, converso com ele, acertamos os ponteiros. E a gente toca o barco. […] A Casa Civil é o ministério mais importante dos nossos, que trata, inclusive, da coordenação entre os ministérios. É uma pessoa que nos interessa pela sua experiência e que pode fazer um bom trabalho”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro também confirmou a recriação do Ministério do Trabalho, que se chamará Ministério do Emprego e Previdência. O atual ministro da Secretaria Geral, Onyx Lorenzoni, será o titular do novo ministério e o atual chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, assumirá a Secretaria Geral.

Assista:

Continue Lendo

Política

PP deve filiar mais dois ministros de Bolsonaro

Publicado

em

Foto: Alan Santos/PR

O Progressistas (PP) negocia a filiação de mais dois ministros do governo Bolsonaro. Os titulares das Comunicações, Fábio Faria, da Agricultura, Tereza Cristina, negociam a adesão ao partido.

Atualmente, Faria é filiado ao PSD e a titular da Agricultura está nas fileiras do DEM. As informações do analista de política da CNN Caio Junqueira.

Presidente nacional da legenda, o senador Ciro Nogueira (PI) é o favorito para assumir a chefia da Casa Civil a partir da próxima semana. A reforma ministerial é esperada para acontecer na próxima segunda-feira (26).

De olho nas eleições de 2022, o PP também está na lista de partidos que conversam sobre a possibilidade de filiar o próprio presidente. A um ano e dois meses do primeiro turno do pleito, Bolsonaro permanece sem partido.

O presidente já foi filiado ao PP no passado e espera contar com o partido em seu plano de reeleição. Além do Progressistas, o PTB, o PMB e o Patriota estão entre as legendas que discutem receber a filiação de Jair Bolsonaro.

Fonte: CNN

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat