Siga as Redes Sociais

Política

Governo anuncia pacote de medidas para agradar caminhoneiros

Redação Encarando

Publicado

em

Para conter o risco de uma nova greve dos caminhoneiros, o governo anunciou nesta 3ª feira (16.abr.2019) 1 pacote de medidas a favor da categoria.

O anúncio foi feito no Palácio do Planalto pelos ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Floriano Peixoto (Secretaria Geral), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Tarcísio Freitas (Infraestrutura). Eis o que foi divulgado:

  • linha de crédito do BNDES – o banco de fomento está desenhando uma linha de crédito especial ao caminhoneiro autônomo. Segundo o governo, o profissional que tem até 2 caminhões no CPF poderá tomar crédito de até R$ 30 mil para compra de pneus e manutenção de veículos. R$ 500 milhões serão liberados inicialmente. Segundo Onyx, a concessão começará com Banco do Brasil e Caixa e depois será ampliada para outros bancos e cooperativas de crédito;
  • fomento a cooperativas – segundo o governo, o objetivo é trazer benefício de pessoas jurídicas para autônomo;
  • conclusão de obras e manutenção das rodovias – R$ 2 bilhões serão destinados às ações em pontos considerados estratégicos por caminhoneiros;
  • postos de paradas – governo tornará obrigatória a construção de áreas de descanso em rodovias concedidas;
  • renovação de CNH – governo pretende ampliar de 5 para 10 anos prazo de renovação da carteira nacional de habilitação;
  • cartão caminhoneiro– já anunciado, permitirá que o caminhoneiro antecipe a compra de diesel. Com isso, conseguiria reduzir os riscos ligados às oscilações do preço do combustível.

O governo não anunciou nenhuma medida relacionada a mudanças na política de preços da Petrobras. A alteração, no entanto, não foi descartada. Onyx destacou que o tema será abordado em reunião convocada pelo presidente Jair Bolsonaro para esta 3ª feira às 16h30.

Participarão os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia), Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e Bento Albuquerque (Minas e Energia), o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e o diretor geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), Décio Oddone.

Na 5ª feira (11.abr), a Petrobras anunciou o aumento de 5,7% no preço médio do diesel. No entanto, Bolsonaro interveio na decisão da estatal e o reajuste foi suspenso. No dia seguinte, a Petrobras perdeu R$ 32 bilhões em valor de mercado.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, não foi consultado antes da intervenção do presidente na política de preços da petroleira.

Após reuniões com ministros nesta 2ª feira (15.abr.2019), o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, declarou que a empresa é “livre” e que a decisão de não prosseguir com o aumento foi da própria companhia.

PARALISAÇÃO DE 2018

Em maio do ano passado, a alta do preço do diesel provocou uma paralisação de 11 dias no setor de transportes de cargas. A greve causou desabastecimento de alimentos e combustíveis em diversas partes do país.

Para dar fim à paralisação, o governo anunciou 1 pacote de medidas que incluiu a subvenção de R$ 9,5 bilhõesno preço do diesel e a tabela de preços mínimos para o frete rodoviário, contestada por setores da indústria e do agronegócio.

Fonte: Poder 360

Eleições

Eleições 2020: prazo para registro de candidaturas termina neste sábado; campanha nas ruas começa no domingo

Avatar

Publicado

em

O prazo para partidos apresentarem o pedido de registro das candidaturas nas eleições de 2020 termina às 19h deste sábado (26). No dia seguinte, domingo (27), começa o período da campanha eleitoral nas ruas. Até as 20h24 de sexta-feira (25), havia 443 mil candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador já registrados, segundo a base de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

As datas foram definidas pelo TSE. Veja exemplos do que passa a ser permitido aos candidatos a partir de domingo:

  • realizar comícios;
  • carreatas;
  • distribuir material gráfico;
  • fazer propaganda na internet.

O horário eleitoral na televisão e no rádio começa no dia 9 de outubro e vai até 12 de novembro.

Calendário Eleitoral

  • 26 de setembro: prazo para registro das candidaturas;
  • a partir de 26 de setembro: prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e representação das emissoras de rádio e TV para elaborarem plano de mídia;
  • após 26 de setembro: início da propaganda eleitoral, também na internet;
  • 9 de outubro: início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV
  • 27 de outubro: prazo para partidos políticos, coligações e candidatos divulgarem relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo Eleitoral), os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados;
  • 15 de novembro: primeiro turno da eleição;
  • 29 de novembro: segundo turno da eleição;
  • até 15 de dezembro: data-limite para o encaminhamento à Justiça Eleitoral do conjunto das prestações de contas de campanha dos candidatos e dos partidos políticos, relativamente ao primeiro turno e, onde houver, ao segundo turno das eleições;
  • até 18 de dezembro: será realizada a diplomação dos candidatos eleitos em todo país, salvo nos casos em que as eleições ainda não tiverem sido realizadas.

Fonte: G1

Continue Lendo

Eleições

Partidos tem até sábado (26) para registrarem candidaturas

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Sábado (26) é o último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de seus candidatos.

Para ser candidato, a Constituição Federal exige do cidadão a nacionalidade brasileira, o pleno exercício dos direitos políticos, o alistamento eleitoral, o domicílio eleitoral na respectiva circunscrição, a filiação partidária – portanto, as candidaturas avulsas estão proibidas – e a idade mínima fixada para o cargo eletivo almejado.

Cada partido político ou coligação poderá solicitar à Justiça Eleitoral o registro de um candidato a prefeito e um a vice-prefeito. Somente partidos poderão requerer o registro de candidatos a vereador, no limite de uma vez e meia o número de vagas disponíveis na Câmara Municipal.

Os pedidos de registro de candidatura devem ser apresentados pelos partidos políticos e coligações aos respectivos juízes eleitorais. O pedido será elaborado no Módulo Externo do Sistema de Candidaturas (CANDex), disponível nas páginas eletrônicas dos tribunais eleitorais.

No caso de o partido político ou coligação não solicitarem o registro de seus candidatos, estes poderão requerer o registro no prazo máximo de dois dias após a publicação do edital de candidatos do respectivo partido ou coligação no Diário de Justiça Eletrônico (DJe).

Continue Lendo

Política

Onyx é acusado de gravar deputados

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

No livro,  Mandetta acusa o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, do que ele chamou de “pecado mortal” na política. Mandetta afirma que, em 2016, quando Onyx era deputado e relator das “10 medidas contra a corrupção”, ele lhe confessou ter gravado parlamentares durante uma reunião na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

 Mandetta acusa o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, do que ele chamou de “pecado mortal” na política. Mandetta afirma que, em 2016, quando Onyx era deputado e relator das “10 medidas contra a corrupção”, ele lhe confessou ter gravado parlamentares durante uma reunião na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Financial Times

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat