Siga as Redes Sociais

Política

Após confusão, votação da Previdência na CCJ é adiada

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados, Felipe Francischini (PSL-PR) decidiu encerrar a sessão de hoje sem votar o parecer sobre a reforma da Previdência. Com isso, a votação foi adiada para a semana que vem.

A decisão foi tomada após uma interrupção da sessão por 15 minutos, por conta de uma confusão em frente à mesa diretora da comissão.

Havia sido aprovado um requerimento para inversão dos trabalhos, o que fez com que a votação se tornasse o primeiro item da pauta. Deputados do PT, PCdoB, PSOL e PSB, então, se postaram à frente da mesa do presidente da CCJ para questionar a derrubada de outros requerimentos e de questões de ordem da oposição.

Os oposicionistas tentaram atrasar o processo de votação com diversas questões de ordem e com a apresentação de vários requerimentos. Parlamentares contrários ao texto também cobraram a presença do relator da reforma da Previdência, delegado Marcelo Freitas (PSL-MG).

Freitas registrou presença, mas não estava na sala. Ele estava reunido com líderes de partidos para discutir possíveis modificações em seu parecer, de acordo com Francischini (PSL-PR).

Sem base articulada, governo enfrenta dificuldade

O governo tem enfrentado dificuldades para votar o parecer da reforma da Previdência na CCJ. O próprio líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), afirma que o presidente Jair Bolsonaro ainda não tem uma base formada.

“A bancada do PSL, hoje, é uma das mais infiéis ao partido. A gente sabe que boa parte deles [dos deputados] sofre pressão das redes sociais”, disse Waldir.

Fonte: Uol

Eleições

TRE atualiza dados e aponta oito ocorrências com urnas eletrônicas em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Segundo informações do Sistema Ocorre JE da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRE-PI, até o momento 8 (oito) ocorrências foram registradas pelos cartórios eleitorais no respectivo sistema, relacionadas as urnas eletrônicas de votação.

Do total, 7 (sete) foram substituídas por urnas de contingência e 1 (uma) outra teve sua ocorrência solucionada sem a necessidade de troca. 

A votação permanece, até o momento, sendo 100% eletrônica em todo o Estado.

Continue Lendo

Política

Firmino Filho revela pretensões e futuro político após fim de seu mandato

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/Gabriel Paulino

O prefeito Firmino Filho (PSDB), falou neste domingo (29/11) sobre suas pretensões e como visualiza seu futuro após o fim de seu mandato em Teresina. De acordo com o gestor, a princípio, seu foco será na retomada de sua carreira profissional.

“Provavelmente vou retornar às minhas atividades no Tribunal de Contas, na universidade. Basicamente, vou cuidar da minha vida profissional”, afirmou.

Firmino ainda deixou claro que não pretende voltar a exercer algum cargo na política municipal, mas, poderá colocar seu nome à disposição no pleito estadual, em 2022.

“Dificilmente terei uma participação na política municipal, acredito que este capítulo está encerrado. Talvez, tente alguma oportunidade a política estadual, mas enfim, isso vai depender da população, do povo de Teresina e do Piauí”, disse Firmino.

Transição de governo

Firmino também comentou sobre a transição de governo, que segundo ele, já deve iniciar nesta segunda-feira (30/11).

“A partir de amanhã já iniciaremos os processos necessários para a transição de governo. Existe todo um protocolo que é estabelecido para esta transição, não apenas pela Lei Orgânica do Município, como também por meio das instruções do Tribunal de Contas do Estado do Piauí. Por isso, daremos início ao diálogo e encaminhamentos necessários para que a gente possa fazer uma transição de acordo com o que determina a legislação, de forma que a nova administração, em 1º de janeiro, possa tomar posse com os dados relevantes para as primeiras tomadas de decisão”, reiterou.

Continue Lendo

Eleições

Ocorrência de compra de votos em escola não foi confirmada, informa TRE-PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/TRE-PI

O Comitê de Segurança Integrado – Eleições 2020 do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, informou na tarde deste domingo (29), que não houve registro de ocorrência relacionada a eventual compra de votos na Unidade Escolar Noé Fortes, no bairro Planalto Ininga.

Segundo o TRE “havia situação sob análise, mas não chegou a ser confirmada e nenhum procedimento policial foi lavrado“.

Com isso, até o presente momento, não houve registro de ocorrências policiais relacionadas ao 2ª Turno das Eleições na capital.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat