Siga as Redes Sociais

Vai Encarar?

Marden diz que oposição está com medo de autorizar empréstimo bilionário para Governador

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Na última quarta-feira (05), o Governador Wellington Dias esteve reunido a portas fechadas com o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (MDB), para discutirem uma possível liberação de empréstimo de R$ 1 bilhão para o estado junto ao Banco Mundial.

Wellington sabe que Themístocles sempre dá aquele “jeitinho” para que o legislativo tramite junto à Alepi matérias de se seu interesse, ainda mais assuntos bilionários como esse.

Porém, a notícia de um novo empréstimo para o Piauí, um dos estados mais endividados do Brasil, tem deixado alguns políticos de oposição ao governo preocupados.

De acordo com informações do deputado Marden Menezes (PSDB), os empréstimos anteriores do governo Wellington foram recheados de dúvidas e obscuridades. “Isso de certa forma deixa a oposição com o pé atrás. Até por que nos empréstimos passados nós votamos sim, autorizando o estado a pegar o dinheiro e o resultado andou longe de ser o que se esperava”, afirmou Marden.

“Vamos esperar a matéria chegar e ser lida, para a partir daí, olhar com cautela, com critério, quais as condições do empréstimo. Vamos analisar quais bancos, taxas de juros, capacidade de endividamento, tipo de pagamento, onde o estado pretende aplicar esse dinheiro, qual cronograma, quais os projetos, se é algo estruturante ou não. Mas a gente vai ter responsabilidade de analisar com calma e, só depois disso, ter uma posição se vamos ser favoráveis ou não”, finalizou.

O presidente do PSDB no estado, Luciano Nunes, se pronunciou sobre o endividamento do Piauí. Em uma postagem em suas redes sociais, Luciano afirmou que Wellington Dias é o governador que mais endividou o Estado em toda sua história.

“Só no ano passado a dívida do Piauí saltou de R$4,85 bilhões para R$6,57 bilhões!
Tudo isso sem deixar um legado, um projeto relevante, uma obra estruturante. Pra governar tem que ter planejamento, eleger prioridades, executar o orçamento com responsabilidade, focado no desenvolvimento do estado! Chega de tanto desmando e improviso!” disse Luciano.

Confira o vídeo de Luciano divulgado em suas redes sociais:

Não pagamento de R$ 126 milhões do Piauí com a União barram novos empréstimos

A saga para conseguir essa grana de fora, para aplicar onde não se sabe, não vai ser tão fácil como parece. Themístocles pode até ajudar conseguir a autorização na Alepi com os deputados para o governo abocanhar o bilhão, mas e a União?

Por causa de dívidas atrasadas pela gestão do governador Wellington Dias, o Estado do Piauí está impedido de obter novos empréstimos juntos a união até metade do mês de setembro de 2019. Estamos com o nome sujo no Fundo de Participação dos Estados. Confira o relatório:

Como diria o Chapolin, “e agora, quem poderá nos ajudar ou ajudar?” Vai Encarar?

Vai Encarar?

Técnica de desgastar dentes pode levar ao uso de dentadura aos 40 anos

Karytha Leal

Publicado

em

A busca pelo sorriso perfeito tem levado muitos jovens a apelarem para alternativas rápidas e econômicas na intenção de mudar o aspecto dos dentes. No Reino Unido, por exemplo, a moda é raspá-los a fim de “abrir espaço” para coroas branquíssimas e padronizadas, cujo custo é inferior ao cobrado em tratamentos mais modernos.

No entanto, o barato pode sair caro, além de causar problemas graves para a saúde bucal no futuro. Segundo a dentista britânica Shaadi Manouchehri, é bem provável que jovens que se submetem a essa técnica precisem usar dentadura aos 40 anos de idade.

Raspar os dentes  vai danificar o nervo e vai fazer com que o paciente precise de um tratamento de canal e de uma extração em algum momento da sua vida”, afirmou a dentista ao jornal Daily Mail. “As facetas e coroas, em geral, precisam ser substituídos a cada 10 ou 15 anos, normalmente”, emendou.

Ao assistir ao vídeo de uma jovem que teve os dentes raspados e viralizou no TikTok, com mais de 7 milhões de visualizações, a dentista alerta: “Agora, ela é uma jovem linda, porém, acho que ela vai precisar substituí-los provavelmente quatro ou cinco vezes ao longo de sua vida, se não mais”, afirmou.

Continue Lendo

Vai Encarar?

Marca desenvolve vinho com o nome de Bolsonaro: “Il Mito”

Karytha Leal

Publicado

em

Bolsonaro “Il Mito”. Esse é o nome do vinho desenvolvido em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O produto foi anunciado em outubro nas redes sociais da marca Vinho Bolsonaro. A bebida é vendida pela internet.

Segundo a página da empresa, o Bolsonaro “Il Mito” é produzido pela Viña de Aguirre, vinícola localizada no Chile. De acordo com a marca, a proposta da bebida é “marcar este momento especial da história do Brasil”. “Um vinho gigante pela própria natureza”, escreveu a empresa nas redes sociais

São dois tipos de vinho tinto: um feito com a uva cabernet sauvignon (descrito como um “vinho poderoso”, com notas de avelã e chocolate), e o outro com a uva carmenere (um “vinho elegante”, segundo a marca, com notas de frutos silvestres).

A marca também desenvolveu um espumante com o mesmo nome, mas produzido na serra gaúcha brasileira. Elaborada com as uvas chardonnay e malvasia branca, a bebida é descrita pela marca como “leve e refrescante”.

Continue Lendo

Vai Encarar?

Salário mínimo para sustentar família com quatro pessoas deveria ser de R$ 5.006, aponta estudo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Marcos Santos/Arqivo Usp

O salário mínimo para uma família de quatro integrantes, dois adultos e duas crianças, conseguir se sustentar, deveria ter sido de R$ 5.005,91 em outubro, de acordo com cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O valor é 4,79 vezes maior do que o  salário mínimo real do mês passado, R$ 1.045. O cálculo do Dieese tem como base o preço das cestas básicas em 17 capitais brasileiras pesquisadas. A mais cara de outubro, a cesta de São Paulo, chegou a R$ 595,87.

O maior aumento do mês foi visto na  cesta básica de Brasília, que subiu 10,03% entre setembro e outubro, atingindo R$ 490,48. O conjunto de alimentos básicos mais barato do Brasil foi visto em Natal, R$ 436,76.

A diferença entre a cesta básica mais cara e a mais barata do país chegou a R$ 159,11 em outubro, e o salário mínimo é nacional, de R$ 1.045 em todos os estados.

Salário mínimo não deve ter aumento real em 2021

No ano que vem, o piso nacional seguirá muito abaixo do ideal com base nas contas do Dieese. De acordo com proposta enviada ao Congresso pelo presidente  Jair Bolsonaro , o  salário mínimo deverá ser de R$ 1.067 no ano que vem, apenas com reposição inflacionária, sem aumento real para os trabalhadores pelo segundo ano seguido .

Esse valor projetado faz parte do Projeto de Lei Orçamentária Anual. Com a alta da inflação nos últimos meses, ele pode subir, já que, em setembro, o próprio Ministério da Economia revisou sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2020, que é usado para reajustar o piso nacional e foi a 2,35% ante previsão anterior de 2,09%. Caso essa taxa inflacionária seja confirmada – ou superada, o salário mínimo subirá. Enquanto isso, salve-se quem poder! Infelizmente, esse é o Brasil, meus amigos.

E aí, vai encarar?

**Texto com informações do iG

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat