Siga as Redes Sociais

Vai Encarar?

Paciente renal perde transplante após ter passagens negadas enquanto WD viaja de jatinho para ver o Lula

Redação Encarando

Publicado

em

Nesse sábado (09), um paciente renal crônico, José Ramos, perdeu um transplante de rins após ter as passagens aéreas negadas pela secretaria estadual de saúde e pelo programa Tratamento Fora do Domicilio (TFD).

A denúncia foi feita pelo professor Luiz Filho, através de um vídeo no youtube, no qual ele explica todo a situação. “Jose Ramos perdeu um transplante. Ligaram para ele de Fortaleza para ir fazer o transplante, mas isso foi negado pelo TFD. Quando o paciente é chamado para fazer um transplante fora do estado é negado. Desde as três da manhã ele tenta fala com o pessoal do TFD, e ao conseguir o contato com a diretora, ela só falou que o paciente deve ta preparado quando for chamado. Mas os exames estão ok, e um acompanhante. Porém, está preparado é em relação as passagens”, falou indignado.

Ainda no depoimento, ele falou que os transplantes não são feitos no Piauí não é por falta de equipe, e sim por causa das condições do hospital Getúlio Vargas. “O rapaz que está há muito tempo na hemodialise, que estava esperando o grande dia da vida dele, e isso não aconteceu por conta da incompetência de uma administração que não tem planejamento”, disse Luiz.

O sonho de um recomeço de José Ramos foi interrompido por falta de passagens áreas, enquanto o governador do Piauí, Wellington Dias, viajou para São Paulo em seu jatinho para se encontrar com o ex-presidente Lula e comemorar a liberdade de Lula.

Esperamos também que José um dia se liberte.

Direito de resposta

O governador entrou em contato com os Portal Encarando na noite desse domingo (10) e esclareceu que o Tratamento Fora do Domicílio (TDF) é um programa do Ministério da Saúde que tem integração com a rede estadual e municipal.

“Recebi uma correspondência e imediatamente agi. Como em minha vida inteira fiz, a minha solidariedade a este brasileiro Lula, fui de vôo comercial, com passagem e hospedagem custeados por mim”, explicou.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Piauí, ontem (09), às 11hrs, a secretaria foi informada e o paciente tinha que viajar até às 14h. Não tinha passagens disponíveis nas empresas aéreas. A Assistente Social só conseguiu pra 22h.

Reclamamos já para o Hospital em Fortaleza, pois este não nos comunicou, entrou em contato direto com o paciente.

Outro fato: ele era um dos quatro pacientes que seriam submetidos a exames de compatibilidade. O transplante dependia desta compatibilidade.

Veja o vídeo

Vai Encarar?

Técnica de desgastar dentes pode levar ao uso de dentadura aos 40 anos

Karytha Leal

Publicado

em

A busca pelo sorriso perfeito tem levado muitos jovens a apelarem para alternativas rápidas e econômicas na intenção de mudar o aspecto dos dentes. No Reino Unido, por exemplo, a moda é raspá-los a fim de “abrir espaço” para coroas branquíssimas e padronizadas, cujo custo é inferior ao cobrado em tratamentos mais modernos.

No entanto, o barato pode sair caro, além de causar problemas graves para a saúde bucal no futuro. Segundo a dentista britânica Shaadi Manouchehri, é bem provável que jovens que se submetem a essa técnica precisem usar dentadura aos 40 anos de idade.

Raspar os dentes  vai danificar o nervo e vai fazer com que o paciente precise de um tratamento de canal e de uma extração em algum momento da sua vida”, afirmou a dentista ao jornal Daily Mail. “As facetas e coroas, em geral, precisam ser substituídos a cada 10 ou 15 anos, normalmente”, emendou.

Ao assistir ao vídeo de uma jovem que teve os dentes raspados e viralizou no TikTok, com mais de 7 milhões de visualizações, a dentista alerta: “Agora, ela é uma jovem linda, porém, acho que ela vai precisar substituí-los provavelmente quatro ou cinco vezes ao longo de sua vida, se não mais”, afirmou.

Continue Lendo

Vai Encarar?

Marca desenvolve vinho com o nome de Bolsonaro: “Il Mito”

Karytha Leal

Publicado

em

Bolsonaro “Il Mito”. Esse é o nome do vinho desenvolvido em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O produto foi anunciado em outubro nas redes sociais da marca Vinho Bolsonaro. A bebida é vendida pela internet.

Segundo a página da empresa, o Bolsonaro “Il Mito” é produzido pela Viña de Aguirre, vinícola localizada no Chile. De acordo com a marca, a proposta da bebida é “marcar este momento especial da história do Brasil”. “Um vinho gigante pela própria natureza”, escreveu a empresa nas redes sociais

São dois tipos de vinho tinto: um feito com a uva cabernet sauvignon (descrito como um “vinho poderoso”, com notas de avelã e chocolate), e o outro com a uva carmenere (um “vinho elegante”, segundo a marca, com notas de frutos silvestres).

A marca também desenvolveu um espumante com o mesmo nome, mas produzido na serra gaúcha brasileira. Elaborada com as uvas chardonnay e malvasia branca, a bebida é descrita pela marca como “leve e refrescante”.

Continue Lendo

Vai Encarar?

Salário mínimo para sustentar família com quatro pessoas deveria ser de R$ 5.006, aponta estudo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Marcos Santos/Arqivo Usp

O salário mínimo para uma família de quatro integrantes, dois adultos e duas crianças, conseguir se sustentar, deveria ter sido de R$ 5.005,91 em outubro, de acordo com cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O valor é 4,79 vezes maior do que o  salário mínimo real do mês passado, R$ 1.045. O cálculo do Dieese tem como base o preço das cestas básicas em 17 capitais brasileiras pesquisadas. A mais cara de outubro, a cesta de São Paulo, chegou a R$ 595,87.

O maior aumento do mês foi visto na  cesta básica de Brasília, que subiu 10,03% entre setembro e outubro, atingindo R$ 490,48. O conjunto de alimentos básicos mais barato do Brasil foi visto em Natal, R$ 436,76.

A diferença entre a cesta básica mais cara e a mais barata do país chegou a R$ 159,11 em outubro, e o salário mínimo é nacional, de R$ 1.045 em todos os estados.

Salário mínimo não deve ter aumento real em 2021

No ano que vem, o piso nacional seguirá muito abaixo do ideal com base nas contas do Dieese. De acordo com proposta enviada ao Congresso pelo presidente  Jair Bolsonaro , o  salário mínimo deverá ser de R$ 1.067 no ano que vem, apenas com reposição inflacionária, sem aumento real para os trabalhadores pelo segundo ano seguido .

Esse valor projetado faz parte do Projeto de Lei Orçamentária Anual. Com a alta da inflação nos últimos meses, ele pode subir, já que, em setembro, o próprio Ministério da Economia revisou sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2020, que é usado para reajustar o piso nacional e foi a 2,35% ante previsão anterior de 2,09%. Caso essa taxa inflacionária seja confirmada – ou superada, o salário mínimo subirá. Enquanto isso, salve-se quem poder! Infelizmente, esse é o Brasil, meus amigos.

E aí, vai encarar?

**Texto com informações do iG

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat