Siga as Redes Sociais

Vai Encarar?

Cadê os testes rápidos? Cantor Maciel França morre com pneumonia e família perde a oportunidade da última despedida

Redação Encarando

Publicado

em

Após três dias do falecimento do cantor Maciel França, a família foi informada que Maciel testou negativo para o COVID-19, e faleceu em decorrência de uma grave pneumonia. Devido a suspeita, a família não teve a oportunidade de ter a última despedida, e muito menos de sepultar o corpo do cantor.

O Portal Encarando teve acesso ao áudio de um familiar de Maciel revoltado com a negligencia médica, pois Maciel não recebeu tratamento médico para pneumonia, e nem para coronavírus, pois existia uma suspeita, e nada estava confirmado ainda. “Eles disseram que tinham feito o exame, e o resultado ainda não tinha chegado. Eu quero saber cadê esses testes rápidos. Esperar o paciente morrer para ter o resultado em mãos. Hoje o resultado saiu, e não era COVID-19. Quer dizer, que se ele tivesse vivo, iria esperar até hoje para tratar do que ele tinha, uma pneumonia?!”, disse no áudio.

Maciel França morreu na segunda-feira, dia 06, no Hospital de Urgência de Teresina (HUT),  sendo que 18 mil kits de testes rápidos chegaram no estado do Piauí no dia 02 de abril e começaram a serem usados no dia 04 de abril. De acordo com o Ministério da Saúde, os resultados dos testes rápidos saem praticamente na mesma hora, duram cerca de 15 a 30 minutos.

A mãe de Maciel, identificada apenas como Francisca, foi destratada e expulsa do consultório do médico plantonista que atendeu o filho dela. “Ele [médico] vai ter a recompensa dele. Quem vai dar é Deus. Ele não quis que eu chegasse nem perto da porta. Ele não quis falar comigo. Ele mandou o enfermeiro dizer que se eu não me retirasse da porta, chamaria a segurança para me tirar. Eu só queria notícias no meu filho. (…) Ele não deu o diagnóstico. Ele não falou com a família. Eles tiraram nosso filho da gente. Jogaram dentro de uma vala. Jogaram meu filho de qualquer jeito dentro de um buraco, sem ninguém ver”, disse a mãe bastante debilitada.

Nota de esclarecimento do HUT

O Hospital de Urgência de Teresina esclarece que o paciente veio regulado do Hospital do Monte Castelo, no dia 5 de março, com sintomas graves de pneumonia e suspeita de covid-19.

O paciente foi recebido na emergência respiratória e submetido a teste para confirmar ou descartar a presença do vírus. O teste foi encaminhado ao Laboratório Central (Lacen) e o resultado saiu, no dia 8 de abril, dando negativo para a doença. 

O paciente veio a óbito no dia 6 de março. Como orientado pelo Ministério da Saúde, enquanto esteve no HUT recebendo o tratamento adequado, o paciente foi isolado para preservar familiares, acompanhantes, profissionais de saúde e demais internados. 

Mesmo não sendo referência em atendimento de pessoas com o novo coronavírus, mas diante da atual conjuntura, o HUT elaborou um plano de contingência, no final do mês passado, que contempla fluxo de atendimento e o protocolo de manejo clínico para pacientes com suspeita ou com exame positivo para a Covid-19. 

Vale ressaltar ainda que o hospital recebeu apenas na quarta (8), testes rápidos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi).

O HUT lamenta o óbito do paciente e está à disposição para os devidos esclarecimentos. 

Áudio mãe do cantor Maciel
Áudio da família


Vai Encarar?

Mulher é assaltada próximo do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar em Teresina

Avatar

Publicado

em

Nesta segunda-feira (18), uma mulher foi assaltada próximo ao Comando Geral da Polícia Militar, localizado no no bairro João Emílio Falcão, na zona Sul de Teresina.

Um morador, que preferiu não ser identificado, relata que os assaltos na região vêm sendo constantes. Ele ainda deu detalhes do ocorrido.

“Ela foi abordada na hora que desceu do carro. O bandido a abordou e roubou as coisas que estavam com ela, ele ainda levou o carro da moça”, disse.

A proximidade entre o local do crime e o Quartel do Comando Geral, não intimidou o criminoso. E isso só nos leva a uma certeza: Se antes da pandemia, e da liberação dos presos, que cumpriam regime no semiaberto, a sensação de insegurança reinava, agora é que a coisa vai ficar feia!

O momento foi flagrado por câmeras de segurança próximas ao local. Assista:

Continue Lendo

Vai Encarar?

Governo pagará mais de R$ 100 mil para produção de um documentário sobre o coronavírus

Redação Encarando

Publicado

em

Imagem Ilustrativa

Enquanto a questão da ampliação dos leitos da saúde não são finalizados, o Governo do Estado, através da Coordenadoria de Comunicação do Piauí (Ccom) pagará o valor de R$ 129 mil na produção de um documentário sobre o coronavírus.

E é isso mesmo! A pasta gerida por Alisson Bacelar, contratou a empresa Gama Pinheiro Producoes Ltda, do publicitário José Raimundo Pinheiro, conhecido como Zeca Pinheiro, de São Luís, do Maranhão, para desenvolver a peça. Detalhe: O profissional é o mesmo contratado para assumir a publicidade da campanha do secretário de Segurança, Fábio Abreu, à Prefeitura de Teresina este ano.

O serviço, registrado como empenho 2020NE00916, foi fechado no dia 07 de maio de 2020. E aparece no histórico da contratação descrito como “SERVIÇO DE PRODUÇÃO DE VÍDEOS DE DOCUMENTÁRIOS A CORONAVÍRUS, PARA O GOVERNO DO ESTADO, CONFORME CONTRATO Nº 054/2016 E ADITIVO Nº 004/2019.”

Até a nossa última consulta, na manhã desta quinta-feira (14), o contrato ainda não havia sido publicado no Portal da Transparência do estado , nem aparecia aba dedicada aos gastos referentes ao combate à pandemia do coronavírus no Piauí.

Enquanto isso, a população segue em quarentena, sem saber quando a Saúde irá terminar as infindáveis obras de estruturação dos Hospitais de Campanha. Será brincadeira?

E aí, Vai Encarar?!

Continue Lendo

Vai Encarar?

Depois dos R$ 500 mil, Prefeitura é alvo de denúncia por superfaturamento em até 100% na compra de ar-condicionados

Redação Encarando

Publicado

em

Após as prisões realizadas na Operação Delivery, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (12), de cinco pessoas ligadas à administração pública da cidade de União-PI, entre elas, o secretário municipal de Educação, Marcone Martins, o vereador, Frankilandy Medeiros, além de um motorista e empresários, por envolvimento no desvio de recursos públicos da educação destinados ao município, a Prefeitura, em através da secretaria de Saúde do município, foi alvo de mais uma denúncia.

O Portal de União, veículo de comunicação local, divulgou a foto de balancetes, que apontam a compra de ar-condicionados com preços que chegam a ser 100% maiores que o valor de mercado. No documento, consta que os produtos foram recebidos pela secretaria no dia 18 de fevereiro de 2020.

Consta nos balancetes da secretaria municipal de saúde de União, referente ao mês de fevereiro, uma nota fiscal de compra no valor de R$ 44.874,00, referentes à aquisição de 18 aparelhos de ar-condicionado modelo Split – sendo 2 unidades de 12.000 BTUs e 16 unidades de 9.000 BTUs. O valor unitário de cada produto é de R$ 2.493,00. Vale ressaltar que o valor de mercado de um Split 9000 BTUs é de R$ 1.100,00 em média! Ou seja, pelo valor de mercado, os 18 aparelhos de ar-condicionados custaria R$ 19.800,00 e o município economizaria R$ 25.074,00. O valor superfaturado pode ser comprovado na nota fiscal nº 000 007 554, série 001”, diz a publicação.

Não é de hoje que a Prefeitura de União, que é administrada pelo prefeito Paulo Henrique (PSD), tem sido alvo de graves denúncias. E cabe aos órgãos fiscalizadores averiguar cada caso com cautela, pois após o caso do R$ 500 mil, que estavam sendo transportados em um veículo oficial da prefeitura, se pode esperar tudo. Nesse caso, o agora ex-secretário, e o vereador levaram a pior, mas muita sujeira ainda está jogada em baixo do tapete.

E aí, Vai Encarar?

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat