Siga as Redes Sociais

Vai Encarar?

Prefeito Luciano Leitoa tenta intimidar Chumbo Grosso com processo e Justiça manda arquivar

Redação Encarando

Publicado

em

O juiz Josemilton Silva Barros, titular do Juizado Especial Cível e Criminal de Timon, decidiu arquivar o processo contra o repórter Lenilton Bastos da Silva, mais conhecido como “Chumbo Grosso”. A ação foi instaurada após uma denúncia realizada pela Suely Capuama, secretária de gabinete do prefeito, Luciano Leitoa, na qual Chumbo grosso foi denunciado por ter invadido o gabinete do prefeito no dia 27 de junho de 2019.

De acordo com a decisão, o Ministério Público opinou pelo arquivamento, pois foi verificado que não existiu crime na conduta do repórter Chumbo Grosso. E como não existe tipicidade no fato não foi possível se sequer o recebimento da denúncia.

Após a decisão, ficou evidente que a denúncia não passou de perseguição, com objetivo de calar a imprensa de Timon. Pois, Chumbo Grosso ficou bastante conhecido no Maranhão, e também na capital piauiense, por cobrar do prefeito Luciano Leitoa políticas públicas necessárias para o povo timonense.

No dia 30 de abril, Chumbo Grosso levou uma carreira do pai do prefeito Luciano Leitoa, Chico Leitoa, durante entrevista na cidade de Timon. O fato ocorreu no momento que o prefeito de Timon iria conceder uma entrevista ao vivo para uma emissora de TV de Teresina.

Chumbo Grosso tentou, através de uma live transmitida ao vivo pelo Facebook, entrevistar o prefeito Luciano, que estava na porta da sede da prefeitura. Mas ele acabou levando uma carreira do pai do prefeito, o ex-prefeito Chico Leitoa. Várias pessoas presenciaram o ocorrido inclusive os seguidores de Chumbo Grosso, que estava ao vivo pelo Facebook.

Censurar a imprensa é coisa do passado, senhor prefeito!
E aí, vai Encarar?!

O Portal Encarando está aberto para maiores esclarecimentos…

Vai Encarar?

Mulher é assaltada próximo do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar em Teresina

Avatar

Publicado

em

Nesta segunda-feira (18), uma mulher foi assaltada próximo ao Comando Geral da Polícia Militar, localizado no no bairro João Emílio Falcão, na zona Sul de Teresina.

Um morador, que preferiu não ser identificado, relata que os assaltos na região vêm sendo constantes. Ele ainda deu detalhes do ocorrido.

“Ela foi abordada na hora que desceu do carro. O bandido a abordou e roubou as coisas que estavam com ela, ele ainda levou o carro da moça”, disse.

A proximidade entre o local do crime e o Quartel do Comando Geral, não intimidou o criminoso. E isso só nos leva a uma certeza: Se antes da pandemia, e da liberação dos presos, que cumpriam regime no semiaberto, a sensação de insegurança reinava, agora é que a coisa vai ficar feia!

O momento foi flagrado por câmeras de segurança próximas ao local. Assista:

Continue Lendo

Vai Encarar?

Governo pagará mais de R$ 100 mil para produção de um documentário sobre o coronavírus

Redação Encarando

Publicado

em

Imagem Ilustrativa

Enquanto a questão da ampliação dos leitos da saúde não são finalizados, o Governo do Estado, através da Coordenadoria de Comunicação do Piauí (Ccom) pagará o valor de R$ 129 mil na produção de um documentário sobre o coronavírus.

E é isso mesmo! A pasta gerida por Alisson Bacelar, contratou a empresa Gama Pinheiro Producoes Ltda, do publicitário José Raimundo Pinheiro, conhecido como Zeca Pinheiro, de São Luís, do Maranhão, para desenvolver a peça. Detalhe: O profissional é o mesmo contratado para assumir a publicidade da campanha do secretário de Segurança, Fábio Abreu, à Prefeitura de Teresina este ano.

O serviço, registrado como empenho 2020NE00916, foi fechado no dia 07 de maio de 2020. E aparece no histórico da contratação descrito como “SERVIÇO DE PRODUÇÃO DE VÍDEOS DE DOCUMENTÁRIOS A CORONAVÍRUS, PARA O GOVERNO DO ESTADO, CONFORME CONTRATO Nº 054/2016 E ADITIVO Nº 004/2019.”

Até a nossa última consulta, na manhã desta quinta-feira (14), o contrato ainda não havia sido publicado no Portal da Transparência do estado , nem aparecia aba dedicada aos gastos referentes ao combate à pandemia do coronavírus no Piauí.

Enquanto isso, a população segue em quarentena, sem saber quando a Saúde irá terminar as infindáveis obras de estruturação dos Hospitais de Campanha. Será brincadeira?

E aí, Vai Encarar?!

Continue Lendo

Vai Encarar?

Depois dos R$ 500 mil, Prefeitura é alvo de denúncia por superfaturamento em até 100% na compra de ar-condicionados

Redação Encarando

Publicado

em

Após as prisões realizadas na Operação Delivery, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (12), de cinco pessoas ligadas à administração pública da cidade de União-PI, entre elas, o secretário municipal de Educação, Marcone Martins, o vereador, Frankilandy Medeiros, além de um motorista e empresários, por envolvimento no desvio de recursos públicos da educação destinados ao município, a Prefeitura, em através da secretaria de Saúde do município, foi alvo de mais uma denúncia.

O Portal de União, veículo de comunicação local, divulgou a foto de balancetes, que apontam a compra de ar-condicionados com preços que chegam a ser 100% maiores que o valor de mercado. No documento, consta que os produtos foram recebidos pela secretaria no dia 18 de fevereiro de 2020.

Consta nos balancetes da secretaria municipal de saúde de União, referente ao mês de fevereiro, uma nota fiscal de compra no valor de R$ 44.874,00, referentes à aquisição de 18 aparelhos de ar-condicionado modelo Split – sendo 2 unidades de 12.000 BTUs e 16 unidades de 9.000 BTUs. O valor unitário de cada produto é de R$ 2.493,00. Vale ressaltar que o valor de mercado de um Split 9000 BTUs é de R$ 1.100,00 em média! Ou seja, pelo valor de mercado, os 18 aparelhos de ar-condicionados custaria R$ 19.800,00 e o município economizaria R$ 25.074,00. O valor superfaturado pode ser comprovado na nota fiscal nº 000 007 554, série 001”, diz a publicação.

Não é de hoje que a Prefeitura de União, que é administrada pelo prefeito Paulo Henrique (PSD), tem sido alvo de graves denúncias. E cabe aos órgãos fiscalizadores averiguar cada caso com cautela, pois após o caso do R$ 500 mil, que estavam sendo transportados em um veículo oficial da prefeitura, se pode esperar tudo. Nesse caso, o agora ex-secretário, e o vereador levaram a pior, mas muita sujeira ainda está jogada em baixo do tapete.

E aí, Vai Encarar?

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat