Siga as Redes Sociais

Vai Encarar?

Depois dos R$ 500 mil, Prefeitura é alvo de denúncia por superfaturamento em até 100% na compra de ar-condicionados

Redação Encarando

Publicado

em

Após as prisões realizadas na Operação Delivery, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (12), de cinco pessoas ligadas à administração pública da cidade de União-PI, entre elas, o secretário municipal de Educação, Marcone Martins, o vereador, Frankilandy Medeiros, além de um motorista e empresários, por envolvimento no desvio de recursos públicos da educação destinados ao município, a Prefeitura, em através da secretaria de Saúde do município, foi alvo de mais uma denúncia.

O Portal de União, veículo de comunicação local, divulgou a foto de balancetes, que apontam a compra de ar-condicionados com preços que chegam a ser 100% maiores que o valor de mercado. No documento, consta que os produtos foram recebidos pela secretaria no dia 18 de fevereiro de 2020.

Consta nos balancetes da secretaria municipal de saúde de União, referente ao mês de fevereiro, uma nota fiscal de compra no valor de R$ 44.874,00, referentes à aquisição de 18 aparelhos de ar-condicionado modelo Split – sendo 2 unidades de 12.000 BTUs e 16 unidades de 9.000 BTUs. O valor unitário de cada produto é de R$ 2.493,00. Vale ressaltar que o valor de mercado de um Split 9000 BTUs é de R$ 1.100,00 em média! Ou seja, pelo valor de mercado, os 18 aparelhos de ar-condicionados custaria R$ 19.800,00 e o município economizaria R$ 25.074,00. O valor superfaturado pode ser comprovado na nota fiscal nº 000 007 554, série 001”, diz a publicação.

Não é de hoje que a Prefeitura de União, que é administrada pelo prefeito Paulo Henrique (PSD), tem sido alvo de graves denúncias. E cabe aos órgãos fiscalizadores averiguar cada caso com cautela, pois após o caso do R$ 500 mil, que estavam sendo transportados em um veículo oficial da prefeitura, se pode esperar tudo. Nesse caso, o agora ex-secretário, e o vereador levaram a pior, mas muita sujeira ainda está jogada em baixo do tapete.

E aí, Vai Encarar?

Comente

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai Encarar?

Mulher é assaltada próximo do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar em Teresina

Avatar

Publicado

em

Nesta segunda-feira (18), uma mulher foi assaltada próximo ao Comando Geral da Polícia Militar, localizado no no bairro João Emílio Falcão, na zona Sul de Teresina.

Um morador, que preferiu não ser identificado, relata que os assaltos na região vêm sendo constantes. Ele ainda deu detalhes do ocorrido.

“Ela foi abordada na hora que desceu do carro. O bandido a abordou e roubou as coisas que estavam com ela, ele ainda levou o carro da moça”, disse.

A proximidade entre o local do crime e o Quartel do Comando Geral, não intimidou o criminoso. E isso só nos leva a uma certeza: Se antes da pandemia, e da liberação dos presos, que cumpriam regime no semiaberto, a sensação de insegurança reinava, agora é que a coisa vai ficar feia!

O momento foi flagrado por câmeras de segurança próximas ao local. Assista:

Continue Lendo

Vai Encarar?

Governo pagará mais de R$ 100 mil para produção de um documentário sobre o coronavírus

Redação Encarando

Publicado

em

Imagem Ilustrativa

Enquanto a questão da ampliação dos leitos da saúde não são finalizados, o Governo do Estado, através da Coordenadoria de Comunicação do Piauí (Ccom) pagará o valor de R$ 129 mil na produção de um documentário sobre o coronavírus.

E é isso mesmo! A pasta gerida por Alisson Bacelar, contratou a empresa Gama Pinheiro Producoes Ltda, do publicitário José Raimundo Pinheiro, conhecido como Zeca Pinheiro, de São Luís, do Maranhão, para desenvolver a peça. Detalhe: O profissional é o mesmo contratado para assumir a publicidade da campanha do secretário de Segurança, Fábio Abreu, à Prefeitura de Teresina este ano.

O serviço, registrado como empenho 2020NE00916, foi fechado no dia 07 de maio de 2020. E aparece no histórico da contratação descrito como “SERVIÇO DE PRODUÇÃO DE VÍDEOS DE DOCUMENTÁRIOS A CORONAVÍRUS, PARA O GOVERNO DO ESTADO, CONFORME CONTRATO Nº 054/2016 E ADITIVO Nº 004/2019.”

Até a nossa última consulta, na manhã desta quinta-feira (14), o contrato ainda não havia sido publicado no Portal da Transparência do estado , nem aparecia aba dedicada aos gastos referentes ao combate à pandemia do coronavírus no Piauí.

Enquanto isso, a população segue em quarentena, sem saber quando a Saúde irá terminar as infindáveis obras de estruturação dos Hospitais de Campanha. Será brincadeira?

E aí, Vai Encarar?!

Continue Lendo

Vai Encarar?

‘Exu corona’, empréstimo para o dízimo e semente milagrosa por R$1 mil contra a Covid

Karytha Leal

Publicado

em

Líderes religiosos de três das principais denominações neopentecostais – Universal, Mundial e Renascer – estão de portas abertas para receber fiéis e dízimos durante a quarentena.

Repórteres da Veja estiveram em cultos na sede dessas três igrejas. Embora respeitem a regra de ocupar 30% da capacidade dos lugares, elas colocam sob um mesmo teto 3.000 pessoas. Afinal, o show da fé e da arrecadação não pode ser parado por um vírus. Do púlpito de sua igreja instalada no bairro do Brás, em São Paulo, Valdemiro Santiago define a Covid-19 como “Exu Corona” e afirma que o número de mortos no Brasil é fake news. “Isso é coisa do maligno: simular que alguém morra para aterrorizar as pessoas”, praguejou. Valdemiro se referia a uma notícia falsa, propagada pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), de que caixões vazios estariam sendo enterrados no Ceará. Algumas pessoas dão testemunho de cura do coronavírus. “Quem cura é Deus não a ciência”, diz Valdemiro.

Ele reclama de que vários donos de imóveis locados pela Mundial estão entrando com ação de despejo por falta de pagamento. Ocorre que a Mundial de Valdemiro tem dezenas de processos, anteriores à pandemia, por não honrar com os aluguéis. Mas, evidentemente, os atrasos ficaram maiores. “Entrei com um processo porque ele não paga o aluguel do imóvel locado em Monte Mor, interior de São Paulo, há vários meses”, diz o advogado Diego Toloto. “Na verdade, a Mundial deu um caução inicial. Depois de poucos meses de locação, deixou de honrar com o aluguel.”

Para reverter os tempos de vacas magras, um retorno às suas raízes rurais: Valdemiro oferece semente de feijão por 1.000 reais para manter a prosperidade e livrar o fiel do coronavírus. “Vou plantar em cada um para meus filhos, netos… façam o mesmo”, recomendou ele em um culto acompanhado pela reportagem de VEJA no último domingo, 3. Com vestido longo de crepe de seda digno de festa, a bispa Sonia Hernandes comandava a cerimônia na sede da Renascer no mesmo dia. Segundo ela, a pandemia e a crise econômica não podem ser argumentos para interromper a ida ao templo, tampouco o pagamento do dízimo. “Quem não entregar, o devorador vai pegar”, pregou ela. Caso a pessoa esteja sem dinheiro, a bispa tem uma saída, repetida ao menos cinco vezes durante o culto: “pega emprestado porque vai multiplicar”. Dois obreiros da Renascer ficaram responsáveis por lembrar os fiéis a usarem máscaras.

Na entrada, é necessário que se assine um termo de compromisso dizendo estar ciente sobre a pandemia e da necessidade de se manter dois metros de distância. Uma bombeira média a temperatura de todos que entravam, mas o termômetro estava com problemas: chegou a registrar 28 graus — temperatura de um corpo morto há algumas horas. Há poucas semanas, diversos pastores da Renascer foram diagnosticados com Covid-19. Procurada por VEJA, a Renascer diz que a contaminação foi fora dos templos.

No Templo de Salomão, sede da Universal, de Edir Macedo, há um controle sanitário maior na entrada: funcionários lavam as mãos e aplicam álcool em gel nos fiéis. Macedo tem feito mais cultos e a preocupação com a queda de arrecadação no momento é evidente. “Dar dízimo é cumprir o dever com Deus”, disse ele no último dia 30, pregando que quem não doa corre risco de ficar desempregado. O Templo de Salomão tem recebido entre 2 000 e 3 000 pessoas por cultos aos fins de semana. Na transmissão das reuniões por redes sociais, Edir Macedo mandou colocar um QR Code no canto da tela para facilitar as doações. Confrontadas com a quantidade de fiéis presente aos seus cultos, tanto a Mundial quanto a Renascer disseram respeitar a norma de abrir com 30% da capacidade. Há, de fato, faixas que impedem que as pessoas sentem em cadeiras coladas. “Mas não importa, zelar pela vida implica evitar aglomeração”, critica o padre Michelino Roberto, responsável pela paróquia Nossa Senhora do Brasil, uma das mais importantes de São Paulo.

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat