Siga as Redes Sociais

Vai Encarar?

Georgiano exigiu seu ‘direito’ e viagem em UTI aérea para SP é paga pela Alepi

Redação Encarando

Publicado

em

Foto: Divulgação/Alepi

A viagem do deputado estadual Georgiano Neto (PSD) para São Paulo, em uma UTI aérea, para tratamento contra a Covid-19, foi bancada pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). A população que já estava incrédula, agora então, fica ainda mais espantada.

Segundo informações, o parlamentar assim que recebeu o diagnóstico, recorreu ao presidente da Casa, Themístocles Filho (MDB), que a princípio não concordou, mas depois, acabou cedendo aos argumentos de jovem, que possui comorbidades para a doença.

E a pressão não foi apenas do parlamentar estadual, o pai dele, deputado federal Júlio César (PSD), que também positivou para o vírus e já se encontrava em São Paulo, também cuidou para que o filho fosse levado para estado paulista, já que segundo ele, era um direito de Georgiano, como parlamentar receber esse suporte da Casa. Já no estado, ambos buscaram tratamento em um dos hospitais mais caros do país, o Sírio Libanês.

Outro ponto que chamou atenção dos piauienses: Porque não realizar o tratamento no Piauí?

Quando saiu de Teresina para São Paulo muitos rumores sobre o estado de saúde de Georgiano foram levantados. Alguns, desmentidos pelo próprio deputado que disse que optou pela transferência porque estava se sentindo INSEGURO.

Ouça as palavras do parlamentar:

E é isso! Enquanto muitos piauienses sofrem as consequências tanto de saúde, quanto econômicas, causadas pela Covid-19, nossos parlamentares gozam da mordomia de escolher onde será realizado seus tratamentos, afinal de contas, como dito por eles mesmo: É UM DIREITO!

E quanto ao direito do seu Zé, da dona Maria, da Ana? É preciso entrar em uma fila e esperar!

E aí, Vai Encarar?

1 Comentário

1 Comentário

  1. Avatar

    Edson Trajano

    20/07/2020 at 12:41

    Não sabe a sua excelência presidente da assembleia que com isso ele abriu um precedente, todo e qualquer cidadão que precisar e quiser ele terá que atender da mesma forma.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai Encarar?

PT vai ser enganado pelo Progressistas no Piauí

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Pré-candidatos à Prefeitura de Valença Carmelina do Ó (PTB) e Marcelo Costa (PP).

Em Valença a corrida pela Prefeitura Municipal anda a todo vapor. Chegou ao Portal Encarando uma série de informações referentes a uma negociação política realizada entre a diretora do hospital da cidade, Lucília Marreiros, e o grupo político do PT, que apoia a pré-candidatura de Carmelina do Ó (PTB). O caso é mais um reflexo do rompimento político entre o senador Ciro Nogueira (PP) com o governador Wellington Dias (PT).

Segundo informações, com a saída do senador da base do governo, o quadro de servidores do Hospital de Valença, passaria por uma reformulação, já que os ocupantes dos cargos da unidade, teriam sido indicações de pessoas ligadas ao outro pré-candidato a prefeito na cidade, Marcelo Costa, que é do Progressistas.

Com isso, a diretora do hospital, que é prima do deputado federal Merlong Solano, se reuniu com o parlamentar, onde pediu para que os servidores fossem mantidos em suas respectivas locações, em troca, daria seu apoio político à candidatura de Carmelina do Ó, e também à pré-candidata a vereadora, Geane Vieira (PT), que é prima do presidente do PT na cidade, Getúlio Gomes. Lucília Marreiros, inclusive, teria reafirmado sua posição ao próprio presidente municipal do partido, e garantiu que cerca de 192 funcionários do hospital, votariam em ambas as candidatas.

No entanto, o grupo que compõe o PTB, acredita que a negociação serviu apenas para ‘camuflar’ as verdadeiras intenções da gestora, já que, segundo eles, ao assumir o compromisso, Lucília Marreiros não aceitou registrar o momento, fazendo com que houvesse desconfiança por parte de apoiadores da pré-candidata Carmelina.

Continue Lendo

Vai Encarar?

Coincidência? Rejane Dias realizaria live com Tabata Amaral sobre recursos do Fundeb hoje

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Estava marcada para acontecer na tarde desta segunda-feira (27), uma live com as deputadas federais Rejane Dias (PT) e Tabata Amaral (PDT/SP), para falar sobre recursos do Fundeb.

Entretanto, após operação da Polícia Federal na casa e no gabinete de Rejane Dias, sobre um esquema de corrupção e desvio de recursos públicos, referente aos anos em que a parlamentar geriu a Secretaria de Educação do Piauí, a publicação foi deletada das redes sociais e, até então, nenhum comunicado sobre o cancelamento da live foi realizado oficialmente.

Agora, os internautas lamentam a não realização do ao vivo, pois dizem que este seria o momento oportuno para questionar à deputada sobre a Operação na qual ela é alvo. Principalmente por tratar sobre educação.

Continue Lendo

Vai Encarar?

Força Tarefa leva a ‘fama’, mas quem encontrou os suspeitos de matarem o soldado Lídio foi a equipe do 13º BPM de Teresina

Redação Encarando

Publicado

em

O Portal Encarando recebeu uma denúncia informando que os suspeitos de terem assassinado o soldado Lídio foram encontrados através de um trabalho desenvolvido pelos policiais do 13º Batalhão da Polícia Militar, mas no momento da ação policial, que culminou na morte dos dois suspeitos, que levou a ‘fama’, foi a equipe da Força Tarefa, da Secretária de Segurança do Piauí.

Segundo a denúncia, as equipes do 13º Batalhão realizaram todo o trabalho de busca e localizaram os suspeitos. A informação sigilosa foi repassada para o comando da inteligência da Polícia Militar, por volta das 6h30 da última sexta-feira (24), que determinou que a equipe do 13º BPM aguardasse. Próximo das 12h, a Força Tarefa chegou no esconderijo e deflagrou a operação, deixando a equipe de do 13º bpm fora da ação.

Entenda o caso

Um homem identificado apenas como ‘Pedim’, apontado como um dos autores do latrocínio (roubo seguido de morte), do soldado da Polícia Militar, Lídio Roberto de Sousa Mesquita, foi morto após confronto com a polícia. A ação ocorreu no bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina, nesta sexta-feira (24). 

Segundo informações iniciais, os dois autores do crime foram cercados pelos policiais e reagiram à ação. Ambos foram baleados e encaminhados para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 

“Pedim”, não resistiu ao ferimento e acabou vindo a óbito. O segundo homem, identificado como Lucas, foi abordado no bairro Monte Verde, zona Norte de Teresina. Ele foi socorrido e encaminhado para a unidade de saúde, mas também acabou não resistindo e morreu momentos depois.

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat