Siga as Redes Sociais

Futebol

Internacional goleia Olimpia por 6 a 1 na Libertadores

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Silvio Avila/Reuters

Os torcedores do Internacional tiveram uma quarta-feira (5) de diferentes emoções. Primeiro veio a alegria, quando o atacante peruano Paolo Guerrero anunciou que ficaria no clube. Momentos antes da partida contra o Olímpia (Paraguai), que marcou o retorno de Taison com a camisa Colorada, veio a frustração quando Patrick foi cortado por uma lesão que vai afastá-lo do futebol por cerca de 10 dias.

No gramado do Beira-Rio, o Colorado conseguiu uma vitória avassaladora de 6 a 1 sobre os paraguaios. O resultado deixou o time comandado pelo técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez com 6 pontos, liderando o Grupo B da Copa Libertadores.

O primeiro tempo foi modesto para o Colorado. Aos 28 minutos, o zagueiro Victor Cuesta marcou de peixinho, para abrir o marcador, após escanteio cobrado pelo lateral Rodinei.

O melhor mesmo ficou para a segunda etapa. De pênalti, aos 7 minutos, Edenílson ampliou para 2 a 0. Depois, o artilheiro Thiago Galhardo marcou dois gols em sequência, aos 18 e aos 25 minutos. O quinto veio com Yuri Alberto aos 31 minutos. Porém, o melhor ficou para o final, aos 34 minutos Caio Vidal acertou uma linda bicicleta. O Olímpia ainda reuniu forças para marcar o gol de honra aos 40, com Derlis González. Esta foi a maior goleada do Colorado na história da Libertadores.

Fonte: Agência Brasil

Futebol

Flamengo multará Gabigol após jogador não se reapresentar

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Gabigol defendeu a seleção brasileira em jogos contra Equador e Paraguai pelas Eliminatórias Foto: SILVIO AVILA / AFP

Gabigol será multado pelo Flamengo por ter descumprido a determinação para se apresentar em Curitiba, na quarta-feira (09/06), onde o elenco se prepara para enfrentar o Coxa pela Copa do Brasil. A decisão ainda não foi informada ao atleta, mas o martelo já está batido.

O choque entre o Flamengo e seu maior artilheiro se dá por conta de uma suposta lesão detectada ainda a serviço da seleção brasileira. Há um desalinho entre a CBF, que constatou um edema muscular na coxa do camisa 9 após a partida contra o Paraguai, e o clube rubro-negro, que considerou o diagnóstico inconclusivo e pretendia que o jogador fizesse exames complementares.

“Gabriel Barbosa descumpriu a determinação de se apresentar na última quarta-feira (09.06), em Curitiba, impossibilitando a avaliação do Departamento Médico do Flamengo. O clube ainda aguarda a reapresentação do atleta”, disse uma nota divulgada pelo rubro-negro na manhã desta quinta.

Mais cedo, a assessoria do jogador alegara em comunicado que os departamentos médicos de Flamengo e CBF haviam compartilhado exames e os diagnósticos do edema e que o rubro-negro tinha vetado sua presença na partida contra o Coritiba. A equipe afirmara que Gabi havia se prontificado a fazer os exames em São Paulo visando a evitar o desgaste de uma viagem a Curitiba após a partida. “Com a decisão, ele segue em tratamento e se apresentará amanhã (sexta-feira) à seleção brasileira, data marcada a todos os convocados para a Copa América”, dizia a nota.

O elenco rubro-negro está em um momento delicado: além de Gabigol, Everton Ribeiro, Isla e Arrascaeta irão disputar o torneio continental e desfalcar o time a longo prazo; Pedro e Gerson, que defenderam a seleção olímpica em amistosos, estão dispensados da partida desta noite. Rodrigo Caio, que sentiu dores no joelho com a seleção, também está fora.

Fonte: Extra

Continue Lendo

Futebol

Brasil vence o Paraguai em Assunção e segue 100% nas Eliminatórias

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Norberto Duarte/AFP

Nesta terça-feira, a Seleção Brasileira derrotou o Paraguai por 2 a 0, no Estádio Defensores del Chaco, em partida válida pela oitava rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. Com gols marcados por Neymar e Paquetá, os comandados de Tite seguem com 100% de aproveitamento nas qualificatórias.

A Seleção começou imprimindo um bom ritmo e abriu o placar logo aos três minutos, com Neymar. O time controlou as ações da etapa inicial, atuando em uma espécie de 4-2-4, com Richarlison pela esquerda, Gabriel Jesus pela direita, Neymar flutuando pelo centro e Roberto Firmino mais à frente.

Na segunda etapa, o Brasil manteve uma postura ofensiva, não defendendo em seu próprio campo a vantagem conquistada. Sem sofrer grandes sustos, a equipe conseguiu criar chances pontuais, chegando ao segundo gol com Paquetá, no último lance do jogo.

Com o resultado, o Brasil foi aos 18 pontos somados, na liderança isolada das Eliminatórias. Nesta quarta-feira, Tite convoca o grupo que participará da Copa América. O time canarinho estreia contra a Venezuela, no domingo, às 18h, no Mané Garrincha. Enquanto isso, o Paraguai estacionou nos sete pontos, na quinta colocação.

O jogo – Logo na primeira chegada com perigo, a Seleção abriu o placar em Assunção. Aos três minutos, Gabriel Jesus foi acionado pela direita, partiu para cima e cruzou para a área. Neymar apareceu para dominar e, com tranquilidade, mandar para as redes. Logo em seguida, o Paraguai quase empatou com uma bomba de Alderete de fora da área. Ederson voou para fazer boa defesa.

Pouco depois, o Brasil quase ampliou. Fred fez belo lançamento para Richarlison, que invadiu a área e parou em defesa do goleiro. Na sequência, o Paraguai respondeu, e Militão salvou. Almirón recebeu dentro da área, finalizou, e a bola tocou no zagueiro antes de sair para a linha de fundo.

Em cobrança de falta ensaiada pela direita, Neymar bateu com perigo, à esquerda do gol. Antes do intervalo, Richarlison chegou a balançar as redes, mas a arbitragem assinalou o impedimento do atacante no momento em que foi lançado.

Segundo tempo

O Brasil voltou com bom volume ofensivo e com Gabriel Jesus bastante participativo, exigindo duas intervenções seguidas da defesa paraguaia. Após cruzamento batido pela direita, Marquinhos subiu dentro da área e cabeceou para fora, levando muito perigo.

Na sequência, Jesus roubou a bola no campo de ataque e serviu Neymar, que invadiu a área e bateu rasteiro, de esquerda, para fora. Bem no jogo, Richarlison recebeu pela esquerda, acelerou com objetividade e foi travado no último instante por Gustavo Gómez, do Palmeiras.

Na reta final, Ederson teve que aparecer para encaixar bola finalizada por Espínola. Em nova cobrança de falta, Neymar mandou à direita do gol. No último lance da partida, Neymar arrancou por dentro e serviu Paquetá, que finalizou rasteiro, de primeira, para marcar o segundo e sacramentar a vitória.

FICHA TÉCNICA:
PARAGUAI 0 X 2 BRASIL

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Data: 8 de junho de 2021, terça-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Patrício Loustau (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovski (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Ángel Cardozo, Bareiro, Junior Alonso (Paraguai); Fred, Gabriel Jesus (Brasil)

GOLS
Brasil: Neymar (3 minutos do 1º tempo) e Paquetá (47 minutos do 2º tempo)

PARAGUAI: Silva; Rojas (Espínola), Gustavo Gómez, Alderete e Junior Alonso; Giménez (Ávalos), Villasanti e Cardozo (Bareiro); Arzamendia, Almirón e Ángel Romero (Samudio)
Técnico: Eduardo Berizzo

BRASIL: Ederson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred (Paquetá), Gabriel Jesus (Gabigol), Neymar, Richarlison (Everton Cebolinha) e Roberto Firmino (Douglas Luiz)
Técnico: Tite

Fonte: Gazeta Esportiva

Continue Lendo

Futebol

Goleada do São Paulo sobre o 4 de Julho entra na relação das maiores do clube no Morumbi

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução

O São Paulo não tomou conhecimento do 4 de Julho-PI e atropelou o adversário por 9 a 1, no Morumbi. Além de carimbar a vaga às oitavas de final da Copa do Brasil, a goleada entrou na história do equipe em sua casa. 

A vitória se tornou a segunda maior goleada do Tricolor jogando no Morumbi, ficando atrás apenas de um 10 a 0 sobre o Botafogo, da Paraíba, na Copa do Brasil de 2001. 

Na última terça-feira, Dudu Beberibe, com 30 segundos, abriu o marcador para os piauienses, mas Luciano, duas vezes, Pablo, três vezes, Gabriel Sara, Rigoni, Bruno Alves e Chico Bala, contra, marcaram para o Tricolor. 

– Eu falo sempre que a história do São Paulo é muito rica, e ela não é mérito desse elenco, assim como os momentos difíceis. Estamos escrevendo uma nova história. Acabou o Paulistão, agora se inicia outra com um time que quer ser protagonista e competitivo – disse o técnico Hernán Crespo após a vitória.

Agora, o São Paulo vira a chave para a disputa do Brasileirão. No próximo domingo (13), o Tricolor enfrenta o Atlético-MG, em Belo Horizonte, às 16h.

VEJA AS MAIORES GOLEADAS DO SÃO PAULO NO MORUMBI

1º) 28.03.2001Copa do Brasil10X0Botafogo (PB)
2º) 08.06.2021 Copa do Brasil 9 x 1 4 de Julho (PI)
3º) 07.11.1965Campeonato Paulista8X0Noroeste (SP)
3º) 01.02.1970Troféu Readers Digest8X0Mitsubishi (JAP)
4º) 27.04.1997Campeonato Paulista8X1Juventus (SP)
5º) 17.03.2002Torneio Rio-São Paulo7X0Bangu (RJ)
5º) 28.09.2004Campeonato Brasileiro7X0Paysandu (PA)
7º) 26.10.1997Campeonato Brasileiro7X1U. São João (SP)
7º) 27.07.2002Amistoso Internacional7X1Toluca (MEX)
9º) 04.11.1967Campeonato Paulista6X0Botafogo (SP)
9º) 15.10.1992Campeonato Paulista6X0Noroeste (SP)
9º05.04.2016Copa Libertadores6X0Trujillanos (VEN)


Fonte: Uol

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat