Siga as Redes Sociais

Saúde

Número de mortes por coronavírus em SP sobe para 15

Redação Encarando

Publicado

em

O governo do estado de São Paulo confirmou na tarde deste sábado (21) que há mais seis mortes causadas pelo novo coronavírus no estado de São Paulo. O total subiu para 15 mortes. Segundo a secretaria de Saúde, quase todos são idosos, apenas um abaixo de 60 anos, mas que tinha problemas de saúde.

“Dos 15 óbitos, nós tivemos todos na capital, sendo que seis confirmados de ontem para hoje. Do total, 14 em hospitais privados e um em público. Esses novos óbitos são 4 mulheres, de 89 anos, 76, 89 e 73. E dois homens: um de 90 anos e outro de 49 anos. Sendo que esse de 49 anos era portador de tuberculose, que é uma doença, uma comorbidade muito importante nessa situação”, disse José Henrique Germann, secretário da Saúde.

Uma das vítimas era uma médica generalista que trabalhava na Prefeitura de São Paulo. “Nós temos um caso de uma médica nossa generalista, nós estamos averiguando todos os dados, ela é do sistema do município, ela tinha comorbidades, foi internada por volta do dia 23 [fevereiro], no período do carnaval, para tratar dessas comorbidades e teria sido acometida por insuficiência pulmonar e respiratória e teria ido à óbito na noite de ontem [20 de março] no Hospital Sancta Maggiore. Quando ela foi ao hospital, segundo os registros, não tinha nenhum sinal de insuficiência respiratória”, afirmou o secretário municipal da Saúde Edson Aparecido.

O governador João Doria (PSDB) afirmou na tarde deste sábado (21) que irá determinar quarentena, pelo período de 15 dias, a partir da próxima terça-feira (24) até o dia 7 de abril, para os 645 municípios do estado de São Paulo.

São 396 casos confirmados no estado de São Paulo até 18 horas de ontem, com 15 mortes e 34 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em tratamento. Ao todo, são 9 mil casos suspeitos.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 12h30 deste sábado (21), 1.021 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 25 estados e no Distrito Federal. São 18 mortes confirmadas no país.

Fonte: G1

Saúde

Brasil recebe em maio insumos para fabricar 25 milhões de doses

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Gabriel Bouys/AFP

O Brasil deve receber ainda em maio insumos suficientes para a fabricação de 25 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, afirmou durante audiência no Senado nesta segunda-feira (17) que a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) deve receber até o dia 22, próximo sábado, dois lotes de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) para a produção de mais 18 milhões de doses da vacina da AstraZeneca. 

“A gente teria dois embarques confirmados, um para o dia 21, com chegada aqui no dia 22, e um planejado para o dia 28, com chegada aqui no dia 29. A boa notícia é que hoje recebi a confirmação de que esses dois lotes vão ser embarcados no dia 21 de maio, é uma quantidade suficiente para a produção de mais ou menos 18 milhões de doses”, disse Cruz.

A Fiocruz havia sinalizado ter IFA suficiente para manter a produção da vacina até meados desta semana, o que garante a entrega do imunizante até a primeira semana de junho.

Além disso, o governador de São Paulo, João Doria, informou, por meio de um post no Twitter, que o Instituto Butantan deve receber no dia 26 de maio 4 mil litros de insumos para a produção de 7 milhões de doses da CoronaVac. A produção do imunizante está interrompida desde quinta-feira (13) por falta de matéria-prima.

“Boa notícia! O Butantan recebeu nesta manhã da China a previsão do envio de nova remessa de insumos ao Brasil para produção da Vacina do Butantan. A chegada do novo lote com 4 mil litros de insumos, capazes de produzir 7 milhões de doses da vacina, está prevista para o dia 26/05”, diz a publicação.

Transferência de tecnologia para a Fiocruz

Ainda durante a audiência no Senado, Rodrigo Cruz destacou que o Ministério da Saúde prevê a aquisição de mais 210 milhões de doses da vacina da AstraZeneca, sendo que a entrega de 50 milhões já está formalizada. A previsão do secretário-executivo é de que até o fim da semana ocorra a formalização de mais 50 milhões de doses.

“As outras 60 milhões de doses para completar esses 210 serão produzidos a partir de IFA nacional, o contrato de transferência de tecnologia deve ser formalizado junto com o contrato de aquisição dessas 50 milhões de doses, mas independente da formalização deste contrato de transferência, todo o processo já está em andamento e não fica prejudicado em seu prazo por conta da formalização”, garantiu Cruz.

Também nesta segunda-feira, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, visitou as instalações da Fiocruz, no Rio de Janeiro, e destacou como diferencial que o país tem estrutura para produzir vacinas com tecnologia totalmente nacional. “É a esperança para a população e para pôr fim à pandemia”, disse.

Antecipação de doses da Pfizer

Em relação à vacina da Pfizer, Ricardo Cruz afirmou que o Ministério da Saúde está negociando a antecipação das doses contratadas. A intenção é pedir aos países que já avançaram na vacinação contra a covid-19, como os Estados Unidos e o Reino Unido, que façam uma troca do calendário de entrega.

“Como já temos alguns contratos firmados com esse laboratório, com uma entrega prevista para setembro, por exemplo, ao invés [desses países] receberem essas doses agora, o Brasil receberia (…) e as doses previstas para serem entregues ao Brasil em setembro, iriam para o laboratório. Temos conversado com esses dois países para ver se conseguimos acessar e antecipar a entrega das doses aqui no país”, disse Cruz.

Fonte: R7

Continue Lendo

Saúde

Após 15 dias de queda, média móvel de mortes por covid volta a subir

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reuters

Após 15 dias de queda, a média móvel de mortes por covid-19 voltou a subir neste domingo, 16. A média semanal de mortes, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 1.915 neste domingo, superando o resultado de 1.910 do sábado, 15. Este é o sexto dia consecutivo que o índice ficou abaixo de 2 mil.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 971 novas mortes pela covid-19. O número de novas infecções notificadas foi de 15.625.218.

No total, o País chegou a 435.823 óbitos pela doença desde o início da pandemia.

Os dados são reunidos pelo consórcio de veículos de comunicação a partir dos registros das secretarias estaduais de Saúde.

O consórcio é formado pelo jornal O Estado de S. Paulo, G1O GloboExtraFolha de S.Paulo e UOL.

O cálculo da média móvel é feito com base em dados dos últimos sete dias e serve para corrigir distorções provocadas por variações em registros.

Ministério da Saúde

Por sua vez, o Ministério da Saúde informou que foram registrados 40.941 novos casos e mais 1.036 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas.

No total, segundo a pasta, são 15.627.475 pessoas infectadas e 435.751 óbitos.

Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

O consórcio

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal.

A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue Lendo

Piauí

Teresina amplia os públicos para imunização com a vacina da Pfizer

Avatar

Publicado

em

Com o recebimento de um novo lote de vacinas do laboratório Pfizer, Teresina amplia a estratégia de imunização por agendamento contra a Covid-19. Com isso, pessoas de 50 a 59 anos portadoras de comorbidades, pessoas de 50 a 59 anos com deficiência permanente, gestantes e puérperas com comorbidades acima dos 18 anos passam a ser contempladas.

As pessoas pertencentes a esses grupos podem acessar o site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ e agendar o recebimento de sua primeira dose para o período de 17 a 22 de maio. Ao entrar no site, o paciente deve clicar no botão “agendamento público-alvo”, que levará a uma página onde ele deve escolher o público ao qual ele pertence, inserir seus dados pessoais e então escolher local, dia e hora da vacinação.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), responsável pela aplicação das vacinas na capital, está também levando a vacinação a auditórios para que possa contemplar um número maior de pessoas em menos tempo. Para isso, montou equipes que garantirão a logística e segurança requeridas pelo imunizante da Pfizer. “Esses locais, assim como nos hospitais, contarão com equipes médicas de plantão para atender qualquer tipo de intercorrência”, informa a diretora de Atenção Básica da FMS, Laurimary Caminha.

Os auditórios escolhidos são os do Teresina Shopping e Centro Universitário Uninovafapi. Além destes locais, será possível realizar agendamento para os hospitais da Primavera, Buenos Aires, Promorar e Hospital Universitário (HU).

No momento da vacinação, é necessário apresentar um documento pessoal com foto (RG ou CNH); um laudo, declaração ou receita médica que comprove a comorbidade e o cartão de vacina. Para gestantes e puérperas, é pedido ainda que apresente o cartão da gestante ou laudo médico; e para as puérperas, certidão ou declaração de nascimento do bebê. Para pessoas com deficiência permanente, é pedido um laudo médico que comprove sua condição.

Confira a lista de comorbidades que têm direito à vacina contra a covid-19. Mais informações sobre cada uma delas estão disponíveis no Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde:

Diabetes mellitus;

Pneumopatias crônicas graves;

Hipertensão Arterial Resistente (HAR);

Hipertensão arterial estágio 3;

Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;

Insuficiência cardíaca (IC);

Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;

Cardiopatia hipertensiva;

Síndromes coronarianas;

Valvopatias;

Miocardiopatias e Pericardiopatias;

Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;

Arritmias cardíacas;

Cardiopatias congênita no adulto;

Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;

Doença cerebrovascular;

Doença renal crônica;

Imunossuprimidos;

Anemia falciforme;

Obesidade mórbida;

Síndrome de down;

Cirrose hepática.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat