Siga as Redes Sociais

Geral

Cães e gatos podem ser infectados pelo coronavírus; saiba quais cuidados tomar para proteger os animais de estimação

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A infecção de cães e gatos pelo coronavírus é mais frequente do que se imaginava, revela um estudo feito por pesquisadores do Hospital Naval Marcílio Dias, na Zona Norte do Rio. A equipe encontrou uma taxa de positividade de 11,25% nos 311 animais testados, no levantamento com a maior amostragem sobre o Sars-CoV-2 e bichos de estimação já realizado no país. E você sabe como protegê-los? O primeiro passo é o isolamento: pessoas com sintomas de Covid-19 ou que testarem positivo precisam se manter isoladas não apenas de outras pessoas, mas também de seus pets.

“Elas devem evitar contato com os animais domésticos e, na impossibilidade de afastamento, usar máscara na hora de preparar a comida e limpar o espaço do animal”, afirma a primeiro-tenente Shana Barroso, bióloga virologista do Hospital Marcílio Dias e especialista em vírus respiratórios, que é a pesquisadora à frente do estudo.

Cuidados que valem para o ser humano também valem para os pets, como evitar aglomerações. A pesquisadora também recomenda não permitir contato dos animais com desconhecidos.

É importante ressaltar que cães e gatos podem ser infectados se ficarem no mesmo ambiente que uma pessoa contaminada, mas o contrário não acontece, ou seja, eles não transmitem o vírus para os seres humanos. A significativa positividade detectada no estudo é um indicador da elevada disseminação da pandemia, já que não foram testados especificamente pets de tutores que tiveram Covid-19, o que aumentaria a chance de haver bichos com o vírus.

Os 251 cães e 60 gatos foram selecionados ao serem levados ao veterinário para consultas de rotina ou vacinação, explica Shana Barroso. Todos os animais examinados são de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e foram testados, com a autorização dos tutores, pela técnica padrão ouro para detectar Sars-CoV-2, o exame molecular de RT-qPCR. Dezenove cachorros e seis gatos tiveram resultados positivos.

“A ideia foi fazer uma busca o mais geral possível entre os cães e os gatos da região”, explica a bióloga, esclarecendo que a pesquisa foi aprovada pela Comissão de Ética no Uso de Animais do Hospital Marcílio Dias. “Quando comparado a outros estudos similares já publicados em revistas internacionais, o número de casos positivos é elevado”.

A pesquisadora ressalta que a maioria dos animais positivos não tinha qualquer sintoma condizente com a Covid-19. Apenas alguns tinham sinais como os da gripe, e somente uma cadela apresentou sintomas mais pronunciados.

O estudo é uma colaboração do Laboratório de Biologia Molecular, do Instituto de Pesquisas Biomédicas, do Marcílio Dias; do Laboratório de Imunofarmacologia da Fiocruz; e da Clínica Rio Vet, de São João de Meriti. Devido à relevância, ele foi selecionado pela chamada emergencial da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e recebeu R$ 250 mil.

Não existe, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), qualquer evidência de que cães e gatos possam transmitir o coronavírus para seres humanos. Há alguns animais, como os visons e os hamsters, que podem fazê-lo, mas ainda assim são casos muito raros. Um dos poucos cientistas brasileiros a investigar a Covid-19 em pets, Alexander Biondo, do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR), não envolvido no estudo feito no Rio, destaca que o percentual de testes positivos na pesquisa feita no Hospital Marcílio Dias é elevadíssimo:

— A transmissão tem que estar muito alta em humanos para haver tanto animal infectado. A infecção pelo coronavírus em cães e gatos é mais transitória, dura menos. Esses animais são como sentinelas ambientais da disseminação do vírus; se está alta neles, é porque há saturação de vírus.

Não existe, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), qualquer evidência de que cães e gatos possam transmitir o coronavírus para seres humanos. Há alguns animais, como os visons e os hamsters, que podem fazê-lo, mas ainda assim são casos muito raros. Um dos poucos cientistas brasileiros a investigar a Covid-19 em pets, Alexander Biondo, do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR), não envolvido no estudo feito no Rio, destaca que o percentual de testes positivos na pesquisa feita no Hospital Marcílio Dias é elevadíssimo:

— A transmissão tem que estar muito alta em humanos para haver tanto animal infectado. A infecção pelo coronavírus em cães e gatos é mais transitória, dura menos. Esses animais são como sentinelas ambientais da disseminação do vírus; se está alta neles, é porque há saturação de vírus.

Fonte: Extra

Esporte

Federação de Futebol do Piauí proíbe acusado de agredir jornalista de entrar em estádios

Avatar

Publicado

em

A Federação de Futebol do Piauí (FFP) decidiu suspender permanentemente a entrada do acusado, de ter agredido jornalista Emanuelle Madeira, em estádios durante quaisquer jogos promovidos pela entidade e pela CBF.

O fato ocorreu na noite dessa última quarta-feira (05) no Estádio Municipal Felipe Raulino – Felipão, na cidade de Altos. O acusado foi identificado como João Paulo dos Anjos Abreu, e vestia o uniforme do Altos durante o crime. A jornalista foi agredida no momento em que filmava uma briga. Ela teve o celular arrancado à força pelo homem, que a agrediu no braço e chegou a agarrar seu pescoço.

Conforme a nota da FFP, o acusado foi autorizado a entrar no estádio por estar relacionado no staff do clube, exercendo a função de auxiliar de Centro de Pesquisa e Análise (CPA). “Após apuração do caso baixou uma resolução suspendendo permanentemente a entrada de João Paulo dos Anjos Abreu nas praças esportivas em dias de quaisquer jogos promovidos pela entidade e pela CBF, mesmo que o seu nome apareça relacionado na pré-escala do clube”, disse trecho da nota.

Confira a nota na íntegra!

Diante dos fatos ocorridos nesta quarta-feira (5) no Estádio Municipal Felipe Raulino – Felipão, na cidade de Altos, logo após o jogo entre Altos e Fluminense, válido pela 9ª rodada da Série A do Campeonato Piauiense de Futebol, a Federação de Futebol do Piauí vem a público prestar alguns esclarecimentos.A FFP informa que identificou a pessoa que usava o uniforme da Associação Atlética de Altos e agrediu a repórter Emanuele Madeira, do Globo Esporte (GE.com), da TV Rádio Clube, afiliada da Rede Globo no Piauí, enquanto a profissional exercia o seu trabalho: João Paulo dos Anjos Abreu, mais conhecido como Joãozinho. A FFP esclarece que João Paulo foi autorizado a entrar no estádio por estar relacionado no staff do clube, exercendo a função de auxiliar de Centro de Pesquisa e Análise (CPA). A FFP informa que após apuração do caso baixou uma resolução suspendendo permanentemente a entrada de João Paulo dos Anjos Abreu nas praças esportivas em dias de quaisquer jogos promovidos pela entidade e pela CBF, mesmo que o seu nome apareça relacionado na pré-escala do clube. A FFP esclarece que a proibição irá perdurar enquanto houver restrições de acesso de torcedores aos estádios, em virtude da pandemia.A mentora comunica, ainda, que já encaminhou ao Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI) o relatório do delegado da partida, bem como a súmula do jogo, ficando a cargo do órgão analise dos fatos, bem como as medidas e possíveis sanções a serem adotadas. A FFP repudia com veemência a atitude de João Paulo e manifesta sua solidariedade à jornalista Emanuele Madeira, que tem exercido a profissão com o estrito senso profissional que caracteriza a prática saudável do jornalismo. Rechaçamos todo e qualquer tipo de violência contra as mulheres e não compartilhamos do pensamento de pessoas que ainda não compreenderam que lugar de mulher é onde ela quiser.

Continue Lendo

Geral

Aneel aprova suspensão do corte de luz para consumidores de baixa renda

A medida foi articulada pelo senador Ciro Nogueira (PP).

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a suspensão dos cortes de energia para consumidores de baixa renda, que estão com inadimplências junto às distribuidoras. Essa é uma medida adotada inicialmente em 2020 e, que agora voltará a vigorar. A decisão foi comemorada pelo senador Ciro Nogueira (PP), articulou as negociações.

“A decisão atendeu ao nosso apelo e foi favorável aos consumidores brasileiros”, disse o senador.

No Piauí, a decisão vai beneficiar mais de 450 mil residências, o que representa mais de 2 milhões de pessoas no estado. A medida inclui consumidores que necessitam de energia para manter em funcionamento equipamentos essenciais à vida e os que não estejam recebendo a fatura impressa. Vale também para famílias que vivem em regiões onde não há postos de arrecadação, como lotéricas e instituições financeiras, em funcionamento , por conta de medidas restritivas de isolamento social.

Além da suspensão de cortes, os técnicos recomendaram que as verificações periódicas em relação ao cadastro das famílias inscritas no Tarifa Social não sejam realizadas. Dessa forma, nenhum beneficiário do programa poderá ser retirado até junho.

Assista ao vídeo:

Continue Lendo

Geral

WhatsApp quer levar chamadas de voz e vídeo para o PC

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução/Reuters

O site WABetaInfo soltou a notícia de que o WhatsApp se prepara para lançar chamadas de voz e vídeo na versão ‘desktop’ do seu serviço de mensagens.

A funcionalidade foi encontrada na mais recente versão beta do WhatsApp, sinal de que se encontra em fase de testes e pode ser lançada para a versão final muito em breve.

De recordar que o WhatsApp já conta com chamadas de voz e vídeo no Android e iOS, pelo que a empresa estaria apenas disponibilizando essas capacidades na versão desktop.

Fonte: Notícias ao Minuto

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat