Siga as Redes Sociais

Teresina

Após apelo de Associação, vacinação para doentes renais crônicos é iniciada em Teresina

A ação iniciada nesta quarta-feira (14), se estenderá até o dia 23 de abril.

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Imagem Ilustrativa — Foto: André Ávila / Agencia RBS

Em cumprimento à decisão de incluir os doentes renais crônicos no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19, a Fundação Municipal de Saúde (FMS), divulgou um cronograma, em parceria com as clínicas que acompanham os pacientes, para realização da imunização do grupo. A vacinação teve início nesta quarta-feira (14/04) no auditório do Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo.

Pacientes renais crônicos são aqueles que necessitam realizar procedimento de hemodiálise regularmente. Por isso, a FMS articulou com os seis estabelecimentos públicos e privados que realizam esse procedimento em Teresina para montar uma programação, com dias e horários determinados por local. “A organização teve como base as listas com relações nominais disponibilizadas pelas clínicas”, explica Emanuelle Dias, coordenadora de vacinação contra a Covid-19 da FMS.

Ainda, segundo a FMS, os estabelecimentos de saúde também se responsabilizaram por informar e encaminhar os pacientes, de acordo com o dia e horário estabelecido. A ação irá se estender até o dia 23 de abril [sexta-feira], e ocorrerá sempre das 8h às 17h.

“A previsão é que aproximadamente 1.071 pacientes sejam imunizados”, estima Emanuelle Dias.

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, também comentou sobre a iniciativa e ressaltou a importância da vacinação do grupo dos doentes renais crônicos, que é mais afetado pela Covid-19 por ser uma doença que traz muitas complicações.

“Agora que eles foram incluídos e que as doses chegaram para a gente administrar, nos traz uma satisfação muito grande, pois sabemos que um grupo desse tão vulnerável estará protegido a partir de agora”, disse o gestor.

Apelo da Aprepi

A vacinação do grupo ocorre após um apelo da Associação de Pacientes Renais Crônicos do Estado do Piauí (APREPI) à Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) e a Fundação Municipal de Saúde (FMS), para antecipação da vacinação para o público, que já era considerado prioritário.

Na capital, o vereador, Neto Angelim, atendendo a um pedido do suplente de vereador, Stanley Freire (PP) e da própria associação, apresentou na Câmara Municipal, um Projeto de Lei que que reiterava o direito de preferência à vacinação contra Covid-19 aos portadores de deficiências renais crônicas e disfunções renais, que realizem hemodiálise.

Segundo Relatórios da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde as pessoas que têm alguma das DRC (Doença Renal Crônica), estão entre os mais suscetíveis à Covid-19. Isso acontece pelo fato de não produzirem hormônios renais e terem baixa imunidade. Atualmente, o Piauí conta com 2.900 pacientes renais com risco aumentado.

Teresina

Decreto da Prefeitura de Teresina autoriza funcionamento de estabelecimentos até as 23h de domingo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Prefeitura de Teresina publicou decreto nessa segunda-feira (17/05), que dispõe sobre o funcionamento das atividades comerciais e a adoção de medidas sanitárias no período de 17 a 23 de maio na capital.

Pelo novo decreto, está autorizado o funcionamento do comércio em geral, por até nove horas diárias, devendo cada estabelecimento informar à Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas – SAAD de sua região, o seu horário de funcionamento, bem como afixar e divulgar em local visível e acessível, podendo inclusive utilizar as ferramentas de redes sociais para tanto, esse horário, e desde que não ultrapasse às 20h.

Os Shoppings Centers poderão funcionar, para atendimento ao público, do dia 17 ao dia 23 de maio de 2021, no horário de 10h às 22h.

Fica permitido o funcionamento de bares e restaurantes, com a utilização de som mecânico, instrumental ou apresentação de músico, do dia 17 ao dia 23 de maio, até às 23h, desde que não gerem aglomerações.

Mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios podem funcionar até às 23h.

Estão suspensas as atividades que envolvam aglomeração, eventos culturais, atividades sociais, bem como o funcionamento de boates, casas de shows e quaisquer tipos de estabelecimentos que promovam atividades festivas, em espaço público ou privado, em ambientes fechado ou aberto, com ou sem venda de ingresso.

Os estabelecimentos autorizados a funcionar conforme estabelecido nos artigos anteriores, estarão obrigados a cumprir medidas de controle de circulação e aglomeração de pessoas, conforme estabelecido nos Protocolos Sanitários publicados para a contenção da COVID-19. 

O descumprimento do disposto nodecreto por qualquer estabelecimento, serviço e atividade, acarretará a aplicação, gradativamente, das penalidades de multa, interdição total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento, na forma da legislação vigente.

A fiscalização das medidas impostas por este Decreto será exercida pela vigilância sanitária municipal, em articulação com os serviços de vigilância federal e estadual, pelas equipes de fiscais das Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas – SAADs, Guarda Civil Municipal e pelo PROCON Municipal, sem prejuízo de fiscalizações realizadas pela polícia militar e civil. 

O funcionamento de toda e qualquer atividade, bem como a permanência de pessoas em espaços públicos abertos de uso coletivo, tais como praças, parques e outros, está inteiramente relacionado ao cumprimento dos protocolos sanitários, especialmente no que diz respeito às medidas de distanciamento, utilização e disponibilização de álcool em gel e uso de máscaras. 

Clique aqui e acesse o decreto na íntegra!

Continue Lendo

Teresina

Paciente sai de UPA em Teresina e furta ambulância que estava estacionada na porta da unidade

O caso ocorreu na manhã desta sexta-feira (14/05), em Teresina.

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A ambulância veículo foi recuperada pela Polícia Rodoviária Federal.

Na manhã desta sexta-feira (14/05) um caso inusitado ganhou repercussão nas redes sociais. Um paciente, de 44 anos, não identificado, que estava recebendo atendimento na UPA do bairro Renascença, em Teresina, furtou uma ambulância da Central de Regulação de Transportes, que estava estacionada na porta da unidade de saúde.

Segundo testemunhas, ao sair do local, o homem encontrou o veículo com a chave na ignição e fugiu em destino desconhecido. Populares ainda relataram que avistaram o homem conduzindo a ambulância por ruas do bairro Dirceu, na zona Sudeste da capital.

Horas depois, o homem foi localizado por policiais da PRF na BR 343, em Teresina, e a ambulância recuperada.

 “O homem se dirigia para a cidade de Altos-PI. Para os policiais, o homem não soube informar como tomou posse do veículo. O veículo apresentava algumas avarias devido às colisões“, informou a PRF.

Diante desse cenário, os policiais encaminharam o veículo até o responsável da UPA. O homem, presentava possuir transtornos mentais, foi levado ao Hospital Areolino de Abreu.


Aguarde mais informações

Continue Lendo

Vacinação

Após orientação da Anvisa, vacinação de grávidas com AstraZeneca é suspensa em Teresina

A Sesapi orienta aos municípios piauienses, que as gestantes procurem seus médicos para que façam avaliação sobre o uso ou não do imunizante.

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Imagem Ilustrativa

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), suspendeu a aplicação da vacina AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes. A capital está seguindo a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitida na noite dessa segunda-feira (10), após à Agência informar que está investigando a morte de uma grávida, que desenvolveu um quadro de trombose dias depois de ter recebido o imunizante.

Conforme a FMS, a suspensão será mantida até que ocorra uma nova orientação por meio do Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde. 

O que diz a Sesapi

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) orienta aos municípios piauienses, que as gestantes procurem seus médicos para que façam avaliação sobre o uso ou não do imunizante.

“Neste caso é bastante preventivo que as gestantes possam definir com o seu médico a melhor maneira na condução desta vacinação”, explica o superintendente de Atenção à Saúde Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães.

De acordo com o superintendente, a secretaria está aguardando um documento oficial do Ministério da Saúde, sobre os procedimentos a serem adotados em relação a este assunto. 

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina da AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Esta recomendação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid em uso no país.

Segundo a Sesapi, o uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina por gestantes sem orientação médica.

A Coordenação Geral do Plano Nacional de Imunização também vai emitir, ainda nesta terça-feira, um comunicado com mais detalhes sobre as orientações a seguir, pelos municípios.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat