Siga as Redes Sociais

Vai Encarar?

Após redução salarial, vereador de Altos pergunta: “Quem vai pagar meus empréstimos?”

Publicado

em

Eita Piauí que tem coisa. A piada as vezes já vem pronta quando se trata de política em nosso estado. Dessa vez foi um vereador da cidade de Altos que protagonizou um momento icônico de vergonha alheia na tribuna da Câmara.

Na sessão da última sexta-feira (22), os nobres políticos se depararam com a redução de R$ 228 reais dos seus salários. Segundo informações, foi um Deus nos acuda onde muitos deles saíram do plenário quase em lágrimas (de crocodilo).

O ápice dessa tragicomédia, foi quando o vereador Romão Rocha puxou seu extrato bancário e gritou bem alto: “quem vai pagar meus consignados e os juros?”.

A sessão seria para discutir o atraso salarial dos servidores municipais, o sucateamento da frota de carros da Prefeitura, a precariedade da coleta de lixo, a falta de saneamento básico, calçamentos, o rombo no Altos Prev, dentre outros assuntos. Mas não, gritaram apenas “cadê meu dinheiro?”

Eu respondo vereador. Ainda que o teto salarial seja de aproximadamente 10 mil reais, um vereador no Brasil pode receber até 18 mil mensais. Não sei o seu salário, mas o rendimento domiciliar per capita do estado do Piauí gira em torno de R$ 750,00. No Piauí, 45,3% da população vive com até R$ 406 por mês. E o senhor ainda está reclamando de 200 reais?

Tente viver um mês com 400 reais e sentirá na pele a revolta que um cidadão piauiense tem ao ver a notícia do senhor reclamando dos juros de seus empréstimos que não serão mais pagos com dinheiro público.

Polícia

Comandante da PM do MA foge de cooperativismo e afirma que vai prender policial suspeito de matar médico em Imperatriz

Publicado

em

O comandante da Polícia Militar do Maranhão, coronel Pedro Ribeiro, afirmou durante entrevista para o portal Imperatriz e Região que o soldado Adonias Sadda, suspeito de matar médico Bruno Calaça, em Imperatriz, foi covarde e frio.

Após a repercussão do assassinado, o comandante Pedro Ribeiro, se pronunciou sobre o caso e afirmou que a corporação trabalhar para prender o suspeito. “O Bruno nem chegou a discutir com ele. Estava sentado. (…) A gente observa nas imagens que ele simplesmente atirou no rapaz. Covarde, covarde, e frio. E nós vamos dar uma resposta para essa falha, que é a prisão, excluindo ele da corporação”, disse o coronel.

O comandante foi claro e mostrou que não compactua com crimes cometidos por policiais.

Entenda o caso

Bruno Calaça Barbosa foi morto a tiros em uma festa realizada em um estabelecimento na avenida Beira-Rio, na madrugada desta segunda-feira.

De acordo com testemunhas, o jovem foi morto após um desentendimento com uma terceira pessoa envolvida, mas o soldado Adonias Sadda acabou atirando contra o médico Bruno Calaça.

Continue Lendo

Polícia

Bandidos são presos após realizarem arrastão em “cabaré” na zona sul de Teresina

Publicado

em

Três homens, que não tiveram as identidades reveladas, foram presos em flagrante na noite dessa sexta-feira (24) durante arrastão em um “cabaré”, localizado no bairro Lourival Parente, na zona sul de Teresina.

De acordo com informações da Polícia Militar, o trio invadiu a casa de entretenimento de adultos e realizou um arrastão. Clientes e garotas de programa foram rendidas durante o assalto. Uma vítima conseguiu se esconder e acionou uma equipe da Polícia Militar.

A prisão foi realizada no momento em que o trio saiu de dentro do “cabaré”. A polícia apreendeu três armas de fogo, sete celulares e uma carteira, que provavelmente era de uma das vítimas. Os indivíduos foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Teresina.

Continue Lendo

Opinião

Pré-campanha já começou? Deputado Fábio Abreu faz cena durante prisão de assaltante em Teresina

Publicado

em

Populares flagraram o deputado federal Fábio Abreu (PL) fazendo uma verdadeira encenação durante a prisão de um suposto assaltante de veículos no bairro Tabuleta, na zona Sul de Teresina.

O parlamentar que não é mais Secretário de Segurança participou da prisão do suspeito.

No passado, Fábio Abreu protagonizou outra cena também próximo do período eleitoral. Ele foi filmado pisando na cabeça de um suspeito durante uma abordagem policial. A cena viralizou nas rede sociais e o marketing político plantou na cabeça da população, que clamava por segurança, que o capitão seria a salvação.

Mas, o conto foi por água a baixo logo no primeiro ano, que ele assumiu com secretário de segurança. Teve várias oportunidades de fazer a diferença, mas em todas a força policial do Estado só foi usado com o único objetivo de fazer campanha política.

A reflexão que fica é:

Até quando o capitão vai usar a população, e até os bandidos, para ganhar mídia?

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat