Siga as Redes Sociais

Esporte

Ex-presidente do Flamengo é indiciado por mortes no incêndio em CT

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou por homicídio doloso Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo, e outras sete pessoas pelas mortes de dez atletas no incêndio no Ninho do Urubu, CT do clube, no dia 8 de fevereiro deste ano.

O inquérito, assinado pelo delegado Márcio Petra, também pede o indiciamento por dolo eventual de engenheiros do Flamengo e da empresa NHJ, responsável pelos contêineres, além de um técnico de refrigeração. Outros três atletas ficaram feridos na ocasião.

Até a publicação desta reportagem, a assessoria de imprensa do Flamengo não deu retorno.

Na investigação, a polícia observou as seguintes questões:

  • Conhecimento de que diversos atletas da base residiam no contêiner;
  • Estrutura incompatível com a destinação (dormitório);
  • Contêiner com diversas irregularidades estruturais e elétricas;
  • Ausência de reparos dos aparelhos de ar condicionado instalados no contêiner;
  • Ausência de monitor no interior do contêiner;
  • Recusa de assinatura do TAC proposto pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para que fosse regularizada a situação precária dos atletas da base do Flamengo;
  • Piora das condições do alojamento dos jogadores da base, inclusive, no que se refere a segurança contra incêndio, assinalada nos autos da Ação Civil movida pelo MPRJ;
  • Descumprimento da Ordem de Interdição do CT editada pelo Poder Público Municipal por falta do alvará de funcionamento e do certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros;
  • Múltiplas multas impostas pelo Poder Público Municipal diante do descumprimento da Ordem de Interdição;
  • Causa entre o cenário exposto e o incêndio.

Relembre o caso

O incêndio no Ninho do Urubu, como é conhecido o Centro de Treinamento Jorge Helal, matou dez atletas da base do Flamengo no fim da madrugada do dia 8 de fevereiro.

Os jovens dormiam em um alojamento improvisado com contêineres quando o fogo destruiu a estrutura.

O laudo da Polícia Civil sobre a tragédia aponta que as chamas foram causadas por um curto-circuito em um dos aparelhos de ar-condicionado. O material do revestimento dos módulos permitiu que as labaredas se alastrassem.

No alojamento dormiam garotos de 14 a 17 anos dos times de base do Flamengo.

As vítimas

Athila Paixão, de 14 anos;

Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, 14 anos;

Bernardo Pisetta, 14 anos;

Christian Esmério, 15 anos;

Gedson Santos, 14 anos;

Jorge Eduardo Santos, 15 anos;

Pablo Henrique da Silva Matos, 14 anos;

Rykelmo de Souza Vianna, 16 anos;

Samuel Thomas Rosa, 15 anos;

Vitor Isaías, 15 anos.

Treze jovens escaparam ilesos. Três foram resgatados das chamas.

Por causa de um temporal que deixara o Ninho do Urubu sem luz, treinos tinham sido cancelados. Assim, jovens que tinham residência no Rio puderam dormir em suas casas. Por isso, no momento do incêndio, havia menos jogadores no local do que em dias normais de treino.

Fonte: GE

Futebol

CBF altera data e horário do clássico Santos x Palmeiras

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Vila Belmiro - Foto Eduardo Valim

O jogo entre Santos e Palmeiras, válido pela 24ª rodada do Brasileirão, teve data e horário alterados nesta quarta-feira pela CBF.

A partida na Vila Belmiro, antes marcada para este domingo, às 16h, passou para sábado, dia 5 de dezembro, às 17h. 

O motivo da alteração se dá pelo Palmeiras ter a possibilidade de jogar na terça-feira caso se classifique na Libertadores. O clube enfrenta o Delfín, do Equador, na noite desta quarta-feira. 

“Caso o Palmeiras se classifique na Copa Conmebol Libertadores, sua partida na fase seguinte da competição poderá ser na terça-feira subsequente. Sendo assim, a mudança permite preservar o intervalo mínimo entre partidas (66 horas) tendo em vista o eventual deslocamento internacional, sem prejuízo aos clubes disputantes por se tratar de partida entre clubes de um mesmo estado”, diz a nota da CBF.

Fonte: Globo Esporte

Continue Lendo

Esporte

Com mais eliminações do que vitórias, aproveitamento de Ceni no Fla lembra tempos de Cruzeiro

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

A passagem de Rogério Ceni durou apenas 46 dias, ou oito jogos, em um período turbulento e minado pela má relação com lideranças do vestiário. No Flamengo, o técnico, por sua vez, faz questão de sempre enaltecer o comprometimento do elenco, mas os números também têm apertado o calo do comandante. Neste momento, em seis jogos pelo Rubro-Negro, o aproveitamento é o mesmo dos tempos da Raposa: 33,33%. 

No Flamengo, Ceni, que chegou no olho do furacão e na semana da ida das quartas da Copa do Brasil, diante do São Paulo, possui a ingesta constatação: acumula mais eliminações (2) do que vitórias (1) pelo clube.

O único triunfo de Rogério Ceni pelo Fla, até aqui, ocorreu contra o Coritiba, por 3 a 1, no Maracanã e pela 22ª rodada do Brasileiro. Ainda soma duas derrotas, ambas para o São Paulo na Copa do Brasil, e três empates (no tempo regulamentar): um contra Atlético-GO, em casa, e os dois diante do Racing-ARG – responsáveis pela queda na Libertadores, na última terça, nos pênaltis.

Na entrevista coletiva após a mais recente eliminação (nas oitavas do torneio continental), Ceni já foi questionado, inclusive, se sente-se pressionado para ser demitido do cargo. A resposta do treinador de 47 anos foi a seguinte:

– Eu acredito que eu posso continuar fazendo o meu melhor todos os dias. Isso é o que eu posso fazer. Posso controlar trabalho, melhorar intensidade, fazer o time pressionar mais, melhorar a parte técnica e a parte tática. Só não posso controlar o resultado.

Rogério conta com a confiança do plantel rubro-negro, que apoiou a sua contratação e tem o elogiado. Ceni também já avisou que priorizaria o estilo de jogo cuja metodologia seja próxima à de Jorge Jesus: “É o jeito que eles mais gostam”, destacara o técnico, na última semana.

Fonte: Lance

Continue Lendo

Esporte

Premier League: surto de Covid-19 leva a primeira partida adiada após retorno

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: DANIEL LEAL-OLIVAS / Pool via REUTERS

A partida entre Newcastle e Aston Villa marcado para a próxima sexta-feira foi adiada devido a um surto de Covid-19 no clube de St, James ‘Park. O confronto válido pela 11ª rodada da Premier League é o primeiro a sofrer alterações em função da pandemia.

O adiamento foi confirmado pela Premier League através de comunicado oficial nesta terça-feira. O Newcastle estava em diálogo com a entidade depois que a equipe foi instruída a cancelar seus treinamentos. O clube inglês informou que “vários jogadores e membros da equipe do Newcastle United estão agora se isolando em casa depois de receberem resultados positivos nos testes nos últimos dias, e o centro de treinamento do clube foi temporariamente fechado para conter a disseminação do vírus”.

O time não quis revelar os números exatos ou identidades das pessoas afetadas. Ainda não foi divulgada a nova data e horário do confronto com o Aston Villa.

Fonte: Extra

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat