Siga as Redes Sociais

Educação

Mais de 140 mil alunos zeraram a redação do Enem, informa MEC

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta sexta-feira (17) que 53 participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 obtiveram nota máxima na prova de redação, enquanto outros 143.736 zeraram a avaliação. As notas individuais do exame foram disponibilizadas nesta sexta no portal do Enem (enem inep.gov.br). A nota média das redações ficou em 592,9.

Também foram anunciadas as médias gerais de desempenho nas quatro áreas de conhecimento exigidas na prova. Em Matemática e suas tecnologias, a média geral foi de 523,1 pontos. Na área de linguagens, códigos e suas tecnologias, 520,9. Em Ciências Humanas e suas tecnologias, 508. A média em Ciências da Natureza foi 477,8.

“Entregamos o melhor Enem analógico de todos os tempos, e agora vamos fazer o Enem digital”, afirmou o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Fonte: Estadão Conteúdo

Educação

Ministério da Educação divulga hoje resultado do Sisu 2021

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Agência Brasil


O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (16) o resultado do processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2021. A consulta pode ser feita na página do Sisu na internet. A matrícula será de 19 a 23 de abril, em dias, horários e locais de atendimento definidos por cada instituição de ensino.

O processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2021 vai ocorrer em uma única chamada. Quem não conseguiu uma vaga pode participar da lista de espera. Para isso, o estudante deverá manifestar seu interesse por meio da página do Sisu na internet, no período de 16 a 23 de abril, em apenas um dos cursos para o qual optou por concorrer.

Aquele que foi selecionado na chamada regular em uma de suas opções de vaga não poderá participar da lista de espera, independentemente de ter realizado a matrícula na instituição. Os procedimentos para preenchimento das vagas não ocupadas na chamada regular serão definidos em edital próprio de cada instituição participante.

O Sisu é o programa do Ministério da Educação para acesso de brasileiros a cursos de graduação em universidades públicas do país. As vagas são abertas semestralmente, por meio de um sistema informatizado, e os candidatos são selecionados de acordo com suas notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste ano foram ofertadas 206.609 vagas em 109 instituições públicas de ensino superior.

Quem tiver dúvidas pode entrar em contato com o MEC pelo telefone 0800-616161.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Educação

Prouni: MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: TV Brasil

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir, nos dias 3 e 4 de maio, as inscrições para as bolsas remanescentes do processo seletivo do primeiro semestre de 2021 do Programa Universidade para Todos (Prouni). A inscrição será feita exclusivamente pela internet, na página do Prouni até as 23h59 do dia 04 de maio.

O Prouni é um programa de acesso ao ensino superior destinado a quem não tem diploma de graduação, que oferece bolsas de estudo integrais que cobrem a totalidade da mensalidade do curso, e parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade, em instituições privadas de ensino superior.

As bolsas remanescentes ofertadas serão aquelas não preenchidas no processo seletivo regular para o primeiro semestre de 2021. O Prouni seleciona bolsistas duas vezes por ano, para ingresso no primeiro e no segundo semestres. Neste primeiro semestre, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. São mais de 162 mil bolsas ofertadas, sendo 52.839 para cursos na modalidade de educação a distância.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Brasil

Menino anda 2 km por dia para ter internet e não perder aula on-line

Avatar

Publicado

em

Em todos os cantos do país, estudantes e professores estão empenhados para tentar dar conta das aulas que são realizadas a distância, pela internet, por causa da pandemia do novo coronavírus. Mesmo com várias dificuldades, crianças e jovens estão enfrentando as barreiras pela educação.

Mas como fazer isso em lugares em que o acesso à internet é limitado e até mesmo o sinal de telefone é precário? É o caso do aluno Pedro Henrique Feitosa Siqueira, de 8 anos. Ele mora com os pais e três irmãos na área rural da Fercal, distante cerca de 40 quilômetros do centro do Distrito Federal.

Apaixonado pela educação, ele não mede esforços para conseguir realizar o seu grande sonho de ser médico e ajudar a família. “Quero ser médico e cuidar das pessoas com Covid”, contou a criança, sem titubear ao ser questionado sobre o seu maior desejo.

O pai de Pedro é caseiro em um haras da região e, a mãe, desempregada, faz bicos como diarista.

Por causa da pandemia, com aulas on-line, o garoto está com dificuldades para estudar. A casa em que vive é simples e fica dentro do terreno do haras. O sinal de internet não chega até o local. Pedro, que está no 3º ano do ensino infantil, vai todos os dias até a sede da fazenda, caminhando por aproximadamente 1 km, para conseguir acesso ao conteúdo escolar. Considerando a ida e a volta, o pequeno anda diariamente 2 km para não perder o conteúdo ministrado por professores de forma on-line.

Fonte: Metropóles

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat